???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16224
Tipo do documento: Tese
Título: O início da docência de professores da educação superior
Título(s) alternativo(s): The beginning of under graduate Teaching
Autor: Hees, Luciane Weber Baia 
Primeiro orientador: André, Marli Eliza Dalmazo Afonso de
Resumo: Esse estudo é resultado da inquietação de uma professora universitária que após vários anos de docência universitária propõe um pensar reflexivo acerca da iniciação dos professores na Educação Superior. A produção científica sobre o professor da Educação Superior tem se caracterizado por poucos e isolados estudos. A formação do docente para esse segmento constitui-se um dos elementos fundamentais para a qualidade da Educação Superior, portanto, entendemos que é pertinente um olhar minucioso sobre a trajetória e legislação da Educação Superior, as qualidades necessárias ao professor da Educação Superior, a profissionalidade e o desenvolvimento docente no inicio da carreira profissional. Objetivou-se analisar como os profissionais docentes vivenciam o inicio da docência em um centro universitário confessional. A tese contida é que a análise da realidade enfrentada pelos docentes no início de carreira possibilita propor iniciativas de apoio ao docente iniciante da Educação Superior. Os referenciais teóricos foram buscados em Huberman (1992) que caracteriza os cinco primeiros anos de docência como um período de sobrevivência e descoberta; Marcelo Garcia (1999), Zabalza (1994), Cunha(2010) Ruiz (2008), Dotta (2010), Vaillant (2012), André (2012), Anastasiou (2014), Pimenta (2014), Roldão (2006) entre outros, que estudam formação, inserção e profissionalidade de professores e sustentam esse estudo. Foi utilizada a abordagem qualitativa de pesquisa, partindo-se do entendimento de que os professores, ao iniciarem a docência, precisam do apoio e acompanhamento pois os primeiros anos de atuação profissional são permeados por muitos desafios e as situações pelas quais os professores passam nesse período interferem significativamente na sua constituição profissional. A entrevista semiestruturada e a análise documental foram utilizadas como procedimentos metodológicos. Foram estabelecidos eixos temáticos na análise dos dados, os quais abordaram: quem é o docente iniciante, desafios e dificuldades do inicio de carreira, as necessidades formativas do docente iniciante da Educação Superior e como o ambiente institucional influencia a constituição docente. Os resultados acusaram que o docente iniciante da Educação Superior é responsável pela sua inserção, é ele que tem que encontrar a maneira de adaptar-se e sobreviver a sua realidade profissional. O domínio dos conhecimentos que o docente vai ensinar e a necessidade de impor a autoridade através do papel que exerce são as principais preocupações identificadas no início da docência. Sobre as especificidades do ambiente institucional, os professores iniciantes demonstraram o desejo de fazer parte e se adequar ao contexto da instituição. O clima organizacional prevalece na rotina dos professores e produz, nos mesmos, sentimentos de pertencer. Os professores iniciantes entrevistados enfrentam o desafio de ser reconhecidos e legitimados pelos pares; se deparam com a competição acadêmica e reclamam da falta de tempo e de convívio que permitam trocas e diálogos. É necessário repensar espaços para construção conjunta da docência para viabilizar a elaboração do conhecimento docente compartilhado. Os resultados nos levaram a alguns apontamentos para elaboração de uma proposta de apoio ao docente iniciante
Abstract: This study is a result of an inquietation of a higher education teacher who after many years of undergraduate teaching proposes a reflexive thinking about the initiation of the professors in higher education. The scientific production about higher education teachers has been characterized by a few and isolates studies. The formation of this professional is one of the most important elements for the quality of the higher education, therefore, we understand that it is pertinent to take a close look at the history and legislation of higher education, the required qualities that this professor must have, the professionalism and the teacher s development in the beginning of this professional career. The goal of the study was to analyze how these teaching professionals live the beginning of their teaching in a confessional university center. The thesis is that the analyses of the reality lived by the professors in the beginning of their careers is able to propose initiatives of supporting the new teacher in higher education. Theoric framework were taken from Huberman (1992) who characterizes the 5 first years of teaching as a period of surviving and discovery; Marcelo Garcia (1999), Zabalza (1994), Cunha (2012), Andre (2012), Anastasion (2014), Vaillant (2014), Roldão (2006) among others, who study the formation, insertion and professionality of teachers and support this study. It was used the qualitative approach of research, beginning of the understanding that the professors, in the beginning of their teaching need to have a support and monitoring because the first years of professional work are permeated by many challenging situations that interfere significantly in their professional status. The semi-structured interview and the documental analysis were used as a methodological procedure. Themes were established in data analyzes which follows: who is the beginner professor, challenges and difficulties in the beginning of the career, the formative necessities of the beginner professor of higher education and how the institutional environment influences the teaching. Results indicated that the beginner higher education professor is responsible for his own insertion to find the way to adapt and survive his professional reality. The field of knowledge that the professor is going to teach and the necessity to impose the authority through the profession are the main concerns identified in the beginning of teaching. One of the characteristics from the institutional environment, the beginning professors demonstrated the desire to be part of and fit to the context of the institution. The organizational environment prevails in the professor s routine and produces a feeling of belonging to the institution. The beginner professors face the academic competition and they complain about the lack of time of living that enable exchanges and dialogues. It is necessary to rethink spaces to the teaching construction for shared teaching knowledge. The results led us to some notes for the elaboration of support proposes to the beginner professional
Palavras-chave: Educação Superior
Professor iniciante, Contexto institucional
Undergraduate
Beginner teacher
Institutional context
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Hees, Luciane Weber Baia. The beginning of under graduate Teaching. 2016. 176 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16224
Data de defesa: 22-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciane Weber Baia Hees.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.