???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16432
Tipo do documento: Dissertação
Título: O mal-estar docente: das chamas devastadoras (burnout) às flamas da esperança-ação (resiliência)
Autor: Carvalho, Fatima Araujo de
Primeiro orientador: André, Marli Eliza Dalmazo Afonso de
Resumo: De caráter bibliográfico este estudo teve por objetivo analisar as causas da síndrome de burnout como mal-estar docente, comparando as razões apontadas pelos professores brasileiros com as de professores de outras culturas, bem como fatores práticos que pudessem contribuir para renovar a energia positiva do profissional docente. Foram selecionados 106 estudos nacionais e 348 internacionais, de 46 países, em píricos e teóricos sobre estresse, burnout, condições do trabalho docente, satisfação e insatisfação profissional e sobre estratégias de prevenção (coping, resiliência e engagement). A síndrome de burnout, considerada na atualidade como um perigoso e epidêmico fenômeno, influencia na atuação do professor com conseqüências negativas na relação ensino-aprendizagem, além de gerar problemas físicos e emocionais para o profissional docente. A análise dos dados permitiu observar que professores de todas as partes do mundo, da pré-escola à Universidade, estão sujeitos à exaustão profissional, independente do grau de desenvolvimento do país e da função que exerça. A globalização e os fatores econômicos, as aceleradas mudanças sociais e as. constantes reformas educacionais têm produzido enormes influências no ambiente escolar e contribuído para aumentar a crise docente no mundo. Escolas que implantaram programas de desenvolvimento de competências no manejo do estresse e no aumento da auto-eficácia profissional. têm contribuido para que os professores possam refazer suas energias, evitando um prejuízo maior para a organização da escola e para os alunos. Embora o ambiente de trabalho seja o maior responsável, cada professor necessita descobrir como combinar estratégias pessoais com as da organização (escola) para lidar com as demandas diárias do trabalho e manter o bem-estar físico e psicológico. Por outro lado, as escolas como organização, precisam reconhecer também a necessidade de prover suporte administrativo e apoio emocional criando os fatores de proteção da resiliência para evitar burnout e desenvolver o engagement, um estado de envolvimento saudável e equilibrado no trabalho
Abstract: The purpose of this study was to compare Brazilian teachers' reasons for burning out to causes pointed out by teachers trem other cultures. Burnout usually is conceptualized as a work-related syndrome stemming trem the individual's perception of a significant gap between expectations of successful professional performance and an observed, for less satisfying reality. Factors that contribute to renewal teacher positive energy with practical solutions for stress were also explored. Findings showed that teacher burnout has been seen as a widespread hazard phenomenon which can determine the impact of teacher performance. Globalisation and economic factors have been pointed out for changing in school settings making strong influences in the workplace. The relationship between work demands of a highly technological and complex society, personal life stress and pressures, societal dynam ics and increased public dem ands on education has contributed to an increasing teacher crisis in schools in ali countries. The absence of district stress-reduction program does. not allow educators learn coping skills that enable them to face the stress involved in their work and grow with them. Organisation systems that created periodical and competent support to help teachers regain their balances have been avoiding greater damage for schools I and students. Although the work environment is the most responsible to provoke burnout in ali professions, each individual human being needs to find the unique combination of individual strategies to manage stress and maintain physical and psychological well-being. On the other hand, organisations must recognise the needs for administrative support, teaming, decision making, mentoring and other safeguards against stress and burnout. These buffers allowed to identify two constructs: resilience and engagement to help teachers and schools minimising, avoiding or overcoming burnout
Palavras-chave: Estresse
Burnout
Resiliência
Engagement
Stress
Engagement
Resilience
Teachers
Stress ocupacional
Professores
Burnout (Psicologia)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Carvalho, Fatima Araujo de. O mal-estar docente: das chamas devastadoras (burnout) às flamas da esperança-ação (resiliência). 2003. 301 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16432
Data de defesa: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fatima Araujo de Carvalho.pdf16,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.