???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1692
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de empresas em condição de incerteza
Autor: Amaral, Amaury de Souza 
Primeiro orientador: Iudícibus, Sérgio de
Resumo: Este trabalho apresenta as diversas formas de avaliação de empresas em diferentes abordagens, dentre elas os modelos baseados em fluxos de caixa livre descontados, modelos baseados no EVA até chegar a teorias mais recentes como a teoria de precificação de opções aplicadas à avaliação de patrimônio líquido. Acredita-se ser esta última teoria a que mais se aproxima e melhor quantifica o valor de uma entidade. Parte-se da premissa de que o valor da empresa pode ser obtido pelo valor de mercado da dívida e do patrimônio líquido que acumuladamente podem ser negociados. O trabalho também apresenta modelos desenvolvidos por Arzac (2005), que versam sobre avaliação de empreendimentos com formulação em tempo contínuo, em que a receita é tratada como o ativo subjacente da teoria das opções que possibilita a construção de uma carteira replicante (com a mesma lógica do modelo de Black-Scholes). A receita apresenta um comportamento aleatório representado por um movimento browniano, que fornece uma representação razoável do comportamento da receita. Além disso, é avaliado o melhor momento de entrada em um negócio, estabelecendo-se qual o valor da receita a partir da qual é seguro a realização do investimento. Em seguida, é determinado o valor da entidade considerando-se a possibilidade de entrar em um neg´ocio e sair dele, caso o desempenho da receita não seja satisfatório, incluindo-se ainda a possibilidade de re-entrada. E finalmente a avaliação de empresas com possibilidade de expansão através de novos investimentos. Dessa forma, é proposta uma nova abordagem de avaliação de empreendimentos em condições de incerteza, inspirada nas teorias de minimização de risco propostas por Bouchaud e Potters (2003), em que as avalções das trajetórias das receitas irão influenciar diretamente as opções de entrada em um empreendimento. O estudo, que utiliza a abordagem matemática de Arzac (formulação em tempo contínuo, construção de carteiras replicantes, etc.), propõe uma medida de risco menos intuitiva baseada no comportamento do passado recente, transformando o processo aleatório do valor da receita da empresa (ativo de risco) em um processo que se baseie em tendências futuras de valores desta receita de forma probabilística e dependentes de uma trajetória
Abstract: In this work, one presents different enterprise valuation models and approaches, like the discounted free cash flow, the EVA model and all the way up to more recent option pricing theory of applied equity capital valuation. This last theory (options pricing theory) is believed to be the best theory that better qualifies the value of an enterprise. It is based on the premises that the enterprise value can be based on the debt market value and the equity capital where the accumulated amounts can be negotiated. This project presents models developed by Arzac (2005) about enterprise valuation in continuous -time formulation, regarding the revenue as an underlying asset of the option theory, where a hedged portfolio is built (with the same logic as the Black-Scholes model). The revenue presents stochastic behavior, represented by a brownian motion, providing reasonable representation of the revenues behavior. Furthermore, the best moment to enter in a firm is evaluated, establishing the revenue value that makes safe realize an investment. After that, the enterprise value is determined in that case that the possibility to enter and exit the firm is considered when the revenue is not satisfactory. The possibility of re-entering the firm is also possible. At last, is presented the enterprise valuation with expansion possibility through new investments. Thus, a new approach to valuation of companies in uncertainty conditions is proposed, based on risk minimization theory of Bouchaud & Potters (2003), in that the revenue trajectory will directly influence the enterprise entry options. The study, that uses Arzac's mathematical approach (continuous-time formulation, building of riskless portfolio, etc.), proposes a less intuitive risk measurement based on recent past behavior, transforming the random process of the revenue (risk asset) in a process based on future tendencies of revenue in a probabilistic way and trajectory dependents
Palavras-chave: Avaliação de empresas
Minimização de riscos
Valuation enterprise
Uncertainty
Risk minimization
Real options
Stochastic processes
Empresas -- Avaliacao
Investimentos -- Analise
Incerteza (Economia)
Processos estocasticos
Risco (Economia)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Cont. Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais
Citação: Amaral, Amaury de Souza. Avaliação de empresas em condição de incerteza. 2008. 156 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1692
Data de defesa: 26-May-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Amaury de Souza Amaral.pdf3,98 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.