???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17323
Tipo do documento: Tese
Título: Participação no Programa Fortalecendo a Família: uma análise psicossocial das repercussões do trabalho socioeducativo
Autor: Coelho, Rejane Teixeira 
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: A pesquisa analisou o sistema de afetos de participantes de um grupo socioeducativo do Programa Fortalecendo a Família - PFF, realizado na cidade de São Paulo, no período de outubro de 2002 a dezembro de 2003. A orientação teórica adotada foi a da Psicologia Sócio-Histórica, que concebe o homem como um ser histórico que afeta e é afetado no encontro com o outro. Buscamos conhecer a relação e a implicação estabelecidas entre os sujeitos nos grupos e o modo como estes foram afetados pela participação, passados cinco anos da experiência. Realizou-se estudo de caso com uma amostra representativa de quatro mulheres integrantes do grupo Amigas Cidadãs, adotandose os procedimentos de: análise documental, entrevista individual e roda de conversa. Para analisar os dados, utilizou-se o método de análise de subtexto de Vygotsky, que indicou três temporalidades da experiência de participação das integrantes. O primeiro momento é aquele anterior às reuniões, no qual afetos como medo, tristeza, vergonha e isolamento perpassaram a vida pública e o espaço da intimidade. O segundo momento, que inseriu os integrantes no espaço das reuniões e marcou a passagem da indiferença à construção de relações de intimidade e segurança, é o momento em que as reuniões assumiram significados de amizade e ajuda, evidenciando, para cada integrante, múltiplos sentidos, tais como: lugar de conversar, de desabafar, de enfrentar problemas e de aprendizagem. O terceiro momento refere-se à vida atual e à relação estabelecida entre o passado e o presente, em que as mudanças apresentam-se relacionadas ao âmbito da vida pessoal, tais como: não sentir mais vergonha de falar, não se deixar humilhar, enfrentar as coisas, sentirse com ânimo para lutar e sensibilizar-se com o sofrimento do outro. No âmbito familiar, evidencia-se uma mudança na sociabilidade das mulheres como em relação aos filhos ao desenvolverem maior habilidade para conversar, ser paciente e saber enfrentar problemas. Concluiu-se que o grupo representou uma experiência de bons encontros promotores de paixões alegres, propiciando prazer e mobilizando a necessidade do outro como uma experiência de convivência e amizade, mas não significou uma revolução subjetiva no sentido de autodeterminação das mulheres e expansão do sujeito histórico. A reunião é vista como ajuda que possibilitou acolhimento terapêutico, que trabalhou com as paixões no sentido de potencializar as alegres e enfraquecer as tristes. No entanto, esta não superou o âmbito da intimidade para provocá-Ios à experiência pública. Predomina uma tendência regressiva na experiência participativa, que se só foi mantida enquanto o grupo foi acompanhado pelo programa. As repercussões da experiência indicam a reafirmação de uma sociabilidade voltada ao âmbito doméstico e da vida privada da família, reforçando, assim, o fortalecimento da mulher no convívio familiar e, conseqüentemente, o seu lugar como gestora do grupo familiar
Abstract: This research aimed at analizying the affections system of participants of a socioeducative group from the Programa Fortalecendoa Família - PFF (Strengtheningthe Family Program), carried out in the city of São Paulo from October 2002 to December 2003. The study was based on the theoretical framework of the Socio-Historical Psychology, which conceives man as a historical individual that affects and is affected in the encounter with the other. We sought to examine the relationship and the implication established between the members of the groups and the way they were affected by the participation after five reaIS of the experience. We carried out a case study with a representative sample of four women who took part of the group "Amigas Cidadãs", based on the following procedures: analysis of archiyal information, individual interview and group conversation. For analyzing the data, we adopted the method of the subtext analysis by Vygotsky, which indicated three time dimensions in the women's experience of participation. The first moment corresponds to the time before the meetings, in which . feelings such as fear, sadness, shame and isolation permeated the participants' public and private lives. The second moment, when the participants were inserted in the space of the meetings and there was a transition from indifference to the establishment of relations of intimacy and safety, corresponds to the moment in which the meetings had the meaning of friendship and mutual help, representing, for each member, multiple meanings, such as: a place to talk, to confide with others, to face problems and to leam. The third moment refers to the current life and to the relation established between the past and the present, in which i the changes are linked to the personal sphere, revealing feelings and attitudes such as: feeling unashamed to talk, permitting no humiliation by others, facing the situations, feeling encouraged to fight and being sensitive with the suffering of others. In the family sphere, it is noticed a change in the women's sociability as "mothers", since they leamed how to talk and to be patient with their children, and how to face their problems. It was concluded that the group represented an experience of good encounters which promoted joyful passions, providing pleasure and mobilizing the need for others as an experience of joy and friendship, but it did not mean a subjective revolution towards the self - determination of the women and the expansion of the historical individual. The meetings are seen as a sort of therapeutic aid, which dealt with the passions by strengthening the joyful afies and weakening the sad afies. However, it did not overcome the sphere of intimacy to provoke these passions to the public experience. It was noticed a predominant regressive trend in the experience of participation, which only lasted during the period in which the group was accompanied by the programo The implications of the experience indicate the reaffirmation of the household and intimate aspects in the family sphere, thus highlighting the strengthening of women in the family relationship and, consequently, her position as a manager ofthe family group
Palavras-chave: Programa Fortalecendo a Família
Trabalho socioeducativo
Strengtheningthe Family Program
Socioeducative work
Familia -- Aspectos sociais
Familias pobres -- Brasil
Politica familiar -- Brasil
Programas de sustentacao de renda -- Brasil
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Coelho, Rejane Teixeira. Participação no Programa Fortalecendo a Família: uma análise psicossocial das repercussões do trabalho socioeducativo. 2008. 203 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17323
Data de defesa: 12-Dec-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rejane Teixeira Coelho.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.