REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/17335
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSousa, Sonia Margarida Gomes-
dc.creator.IDCPF:9795por
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728213E7por
dc.contributor.advisor1Sawaia, Bader Burihan-
dc.contributor.advisor1IDCPF:63504294868por
dc.date.accessioned2016-04-29T13:32:21Z-
dc.date.available2009-05-06-
dc.date.issued1994-11-30-
dc.identifier.citationSousa, Sonia Margarida Gomes. Trabalho infantil - a negação da infância?: estudo do significado do trabalho para crianças das camadas populares. 1994. 249 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1994.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/17335-
dc.description.resumoEsta pesquisa pretendeu estudar o significado do trabalho para crianças das camadas populares. Para tanto, estudou os conceitos de trabalho e atividade, fez uma revisão bibliográfica sobre os estudos e pesquisas brasileiras sobre o trabalho infantil e realizou uma pesquisa empírica em um bairro da periferia de Goiânia - Parque Santa Cruz. A metodologia utilizada incluía ao mesmo tempo a aplicação de questionários e entrevistas de caráter compreensivo. Foram entrevistadas 460 famílias através de questionários (Parte I - Caracterização da família e Parte II - Perfil das crianças de sete a doze anos). A partir dos questionários, escolheram-se doze crianças (seis meninos e seis meninas) na faixa etária de sete a doze anos para realizar as entrevistas cujo objetivo principal era compreender o significado do trabalho doméstico ou não-doméstico em suas vidas. A leitura, análise e interpretação dos dados dos questionários foram divididos em dois grupos: cenário familiar e perfil das crianças de sete a doze anos. As entrevistas foram analisadas a partir de dois núcleos temáticos: o trabalho vivido e o trabalho significado. A partir destes núcleos criaram-se categorias analíticas que possibilitaram a explicitação do discurso das crianças referente ao trabalho que elas realizam. Os resultados obtidos possibilitam um aprofundamento do significado real e simbólico do trabalho na vida das crianças pobres. Ao mesmo tempo ratifica as pesquisas e estudos brasileiros que apontam o trabalho precoce como penoso, cansativo, vazio e que impede o crescimento e amadurecimento psicológico e social destas criançaspor
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/36293/Sonia%20Margarida%20Gomes%20Sousa.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentPsicologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Serviço Socialpor
dc.rightsAcesso Restritopor
dc.subjectCrianca -- Emprego -- Brasilpor
dc.subjectMenores -- Empregopor
dc.subjectMenor trabalhadorpor
dc.subjectTrabalho do menorpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIALpor
dc.titleTrabalho infantil - a negação da infância?: estudo do significado do trabalho para crianças das camadas popularespor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Sonia Margarida Gomes Sousa.pdf
  Restricted Access
10,97 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.