???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17527
Tipo do documento: Tese
Título: Plantão social: de prática institucional para serviço público de direito: contribuições para a gestão do SUAS - Sistema Único de Assistência Social
Autor: Brito, Maria Argenice de Sousa
Primeiro orientador: Sposati, Aldaíza
Resumo: O plantão social é um meio pelo qual historicamente tem ocorrido a triagem e seleção de demandas para inclusão de atendimentos sociais, aplicado tanto pela organização estatal quanto em ações sociais privadas. O Brasil vem, desde a Constituição Federal de 1988, sendo orientado por transformar ações sociais conhecidas como de assistência social em política pública de direção universalizante entre todos aqueles que dela necessitarem. O novo caráter de extensão da proteção social vem colocando em questão a persistência de processos seletivos que se pautem pela exclusão e não pela inclusão. A reorganização da gestão de assistência social no Brasil vem adquirindo feição descentralizadora e participativa por meio da implantação do SUAS Sistema Único de Assistência Social, o qual é constituído pelo conjunto de serviços, programas, projetos e benefícios no âmbito da assistência social prestados diretamente ou através de convênios com organizações sem fins lucrativos, por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais da administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo poder público . Para responder a essa questão nos municípios da Região Grande São Paulo Oeste, este estudo irá identificar as características dos serviços de plantão social, buscando dar transparência aos fatores institucionais e profissionais na operação do plantão social, principalmente quanto ao modelo de gestão adotado pelos órgãos de Assistência Social da Região Grande São Paulo Oeste, e os paradigmas que informam a ação do profissional Assistente Social nessa prática, que também foram analisados e comparados. Toda a análise é também iluminada pelas referências do Sistema de Proteção Social francês que opera pelo princípio da universalidade
Abstract: Historically the sorting and selection of demands to the inclusion in social services have ocurred through the social duty, which is applied by both the governmental organizations and non-governmental organizations. Since the Federal Constitution of 1988, Brazil has been oriented to transforming social actions which are known as actions of social work in public policy of universalizing dimensions among all the persons who need it. The new feature of extension of the social work has been pointing out the persistence question of the selection processes which are marked by exclusion and not by the inclusion. In Brazil the reorganization of the social work management has been becoming decentralized and shared through the implantation of the Social Work Unified System - SUAS, which consists in a body of services, programs, projects and benefits in the social work field, which are directly rendered or through accords with private non-profit associations, by organs and public federal, state or municipal institution of the direct and indirect administration and of the foundations maintained by the public power . In order to answer that question among the municipalities of the Greater São Paulo Western region, this study points out the features of the social duty services, seeking for a transparent view of the both institutional and professional factores in the operation of the social duty mainly in relation to the model of management adopted by the Social Work organs of that region and the paradigms which inform about the action of the social worker in that practice that were also analyzed and compared. The whole study is also supported by the references of the Social Assistance System of France which work by the universality principle
Palavras-chave: Provisão de assistência social
Social work
Social work provision
Public policy
Políticas públicas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Brito, Maria Argenice de Sousa. Plantão social: de prática institucional para serviço público de direito: contribuições para a gestão do SUAS - Sistema Único de Assistência Social. 2005. 331 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17527
Data de defesa: 19-Sep-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
M Argenice.pdf8,45 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.