???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17532
Tipo do documento: Tese
Título: Mal(ditas) drogas: um exame dos fundamentos socioeconômicos e ídeo-políticos da (re)produção das drogas na sociedade capitalista
Título(s) alternativo(s): Cursed drugs: an examination of the socio-economic and ideo-politic fundaments of drugs (re)production in a capitalist society
Autor: Martins, Vera Lúcia
Primeiro orientador: Barroco, Maria Lucia Silva
Resumo: "As drogas como mercadorias e a (re)produção dos mecanismos de controle na sociedade capitalista" é o objeto da presente tese. Trata-se de estudo bibliográfico exploratório que analisa as drogas na sociedade capitalista e a sua relação com a acumulação do capital. As respostas à questão central em que medida as drogas sustentam a acumulação capitalista? apontam que as drogas sustentam a acumulação capitalista à medida que são usadas como mercadorias para impor mecanismos de dominação do ponto de vista econômico, político e social; na sociedade capitalista, a produção de mercadorias é realizada para a satisfação de terceiros e não para a satisfação de quem as produz; as drogas, por estarem inseridas nas esferas da produção e da circulação, realizam o valor do capital, requisito necessário para a acumulação capitalista; o que movimenta as esferas da produção e da circulação das drogas é a expectativa do lucro; que esse fenômeno, na sociedade capitalista, é claramente demarcado já final do século XIX para o século XX, mas é, sobretudo, a partir dos anos de 1970 que a produção e a circulação das drogas exponenciaram o processo de acumulação capitalista; e que a produção e a circulação das drogas contribuíram para a elevação do produto interno bruto de países tidos como historicamente periféricos ao sistema capitalista. A indispensabilidade do dinheiro das drogas pôde ser verificada em momentos de crise econômica e política do sistema capitalista que, no período delimitado (1970 a 1990), na América Latina, serviu aos interesses de uma política que se pretende hegemônica para todos os países. Essa constatação centra-se na América Latina, sobretudo na Colômbia, por ser o maior produtor de cocaína. A particularidade da Colômbia foi recoberta, haja vista que a produção e a circulação das drogas nesse país alcançaram uma dimensão tal que colocou o país na rota dos maiores produtores e distribuidores mundiais da cocaína, num contexto em que os Estados Unidos impunham sua liderança, através da política de guerra às drogas
Abstract:  Drugs as commodities and the (re)production control mechanisms in capitalist society is the object of this thesis. It is an explanatory bibliographic study that analyses drugs in capitalist society and their connection to capital accumulation. The answers to the central question To what extent do drugs keep capitalist accumulation?- indicate that drugs keep capitalist accumulation to the extent that they are used to impose mechanisms of domination in terms of economic, political and social points of view; - in capitalist society commodity production is performed to the satisfaction of others and not to the satisfaction of those who produce it; - being inserted in the spheres of production and circulation, drugs fulfill the value of the capital, which is a necessary requirement for capitalist accumulation; - such phenomenon in capitalist society is clearly defined at the end of the nineteenth to the twentieth century, but it is mostly from the 1970s that the production and circulation of drugs will boost the process of capitalist accumulation; - and that the production and circulation of drugs contributed to the increase in gross domestic product of countries considered as peripheral to the capitalist system. The indispensability of drug money could be verified in terms of economic and political crises of the capitalist system which, in the defined period (1970 through 1990), in Latin America, served the interests of a hegemonic policy intended for all countries. The finding focuses in Latin America, especially in Colombia, once it is the largest producer of cocaine. The particularity of Colombia has been recovered, in view of the fact that the production and circulation of drugs in that country reached such a dimension that it placed the country on the route of the world s largest producers and distributors of cocaine, in a context where the United States imposed its leadership through the war on drugs policy
Palavras-chave: Drogas
Acumulação capitalista
Produção e circulação das drogas
Drugs
Capital accumulation
Production and circulation of drugs
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Martins, Vera Lúcia. Cursed drugs: an examination of the socio-economic and ideo-politic fundaments of drugs (re)production in a capitalist society. 2011. 197 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17532
Data de defesa: 19-Aug-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vera Lucia Martins.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.