???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17588
Tipo do documento: Tese
Título: (In)consistências da gestão social e seus processos de formação: um campo em construção
Autor: Araújo, Edgilson Tavares de 
Primeiro orientador: Sposati, Aldaíza
Resumo: A gestão social cada vez mais se consolida como objeto de propostas de formação no ensino superior, em nível de graduação e pós-graduação, mobilizando um número crescente de instituições e agências de fomento, além de professores, alunos e profissionais ligados ao ensino, pesquisa e extensão. Esta tese tem como objetivo geral conhecer os elementos que atribuem consistência/inconsistência no conceito de gestão social pelo seu exame nos processos de formação de gestores sociais. Por meio das percepções dos atores e autores que configuram o campo analisa-se o alcance do construto, a dinâmica de formação e seus conteúdos formativos. Defende-se que existem (in)consistências nas plurais concepções de gestão social que são manifestadas nos processos de formação, influenciando discursos e práticas dos gestores sociais, eminentemente voltados para a ampliação do público e defesa dos direitos de cidadania, porém prevalecendo também lógicas e ideologias ambíguas e ambivalentes, voltadas para o privado e para a instrumentalidade gerencial. Afirma-se, ainda, que se ensina o que não se sabe muito bem o que é, a gestão social, cujos limites e natureza ainda estão em processo de consolidação (in progress) com precoce institucionalização, configurando um campo interdisciplinar em construção. Por meio do resgate histórico dos conceitos e fatos geradores do campo, dos cursos e disciplinas de gestão social, foi possível identificar questões epistemológicas e metodológicas e identificar em que estágio de institucionalização a gestão social s encontra. A metodologia utilizada tem natureza qualitativa, com análise de conteúdo de 31 (trinta e uma) entrevistas semiestruturadas com docentes e discentes de programas de formação (graduação e pós-graduação stricto sensu) de seis instituições de ensino superior do Brasil e análise de documentos (projetos pedagógicos, planos de curso, materiais promocionais). Os resultados apontam que a gestão social ainda não é uma disciplina nem um paradigma em si, mas campo interdisciplinar em construção que nasce de modo exógeno do país e das universidades atraindo diferentes atores, seja por oportunidades, por migração de tema e reconhecimento, por necessidades e/ou por vocação e identidade. Os processos de formação possuem várias inovações de atos curriculares. Prevalecem lógicas unívocas e plurais dos conceitos de gestão social definidas pela imprecisão conceitual, finalidade da gestão, modo/processo de gerir, campo de atuação e/ou conceito em construção. Convive-se com ambiguidades e ambivalências como: as lógicas do público e/ou privado, do instrumental e ideológico, caráter profissionalizante e crítico; conceitos consistentes ou frágeis e imprecisos; concentração de capital e/ou gestão social; endogenia ou exogenia do conhecimento; produção disciplinar ou multidisciplinar; produção institucional/regulada ou produção útil/criativa; conhecimento sobre gestão social ou conhecimento em gestão social
Abstract: The social management increasingly established itself as the object of proposals for training in higher education at undergraduate and graduate levels, mobilizing an increasing number of institutions and agencies, as well as teachers, students and professionals related to teaching, research and extension. This thesis aims to understand the general elements that provide consistency / inconsistency in the concept of social management by examining the processes of the training of social managers. Through the perceptions of actors and writers who are part of the field, the scope of the construct, the dynamics of education and their training content are analyzed. It is argued that there are (in)consistencies in plural conceptions of social management that are manifested in the education processes, influencing speeches and practices of social managers, highly dedicated to advancing the public and rights of citizenship, but also prevailing logic and ideologies ambiguous and ambivalent, focused on the private management and instrumentality. It is also said that what is taught is not known very well, what is the social management, whose nature and limits are still in the process of consolidation (in progress) with early institutionalization, setting up an interdisciplinary field of construction. Through historical review of concepts and facts generated from the field, from social management courses and subjects, it was possible to identify social epistemological and methodological issues and identify what stage of institutionalization the social management is. The methodology is qualitative, with content analysis of 31 (thirty one) semi-structured interviews with teachers and students of training programs (undergraduate and strict sensu graduate studies) of six higher education institutions in Brazil and documents analysis (educational projects, course plans, promotional materials). The results indicate that the social management: is not a discipline or a paradigm itself, but an expanding interdisciplinary field that arises from universities of the country and is attracting different actors for opportunities for migration issue and recognition by needs and by vocation and identity. The education processes have several innovations in curriculum measures. Logical and unambiguous plural concepts of social management stand out, defined by non precise concepts, goal of the management, management way/process, field and/or concept under construction. Live with ambiguities and ambivalences as: the logic of public and/or private, the instrumental and ideological, professional and critical nature; consistent or weak and inaccurate concepts, concentration of capital and/or social management; exogeny or endogenous knowledge; disciplinary or multidisciplinary production, regulated/institutional production or useful/creative production, knowledge about social management or knowledge in social management
Palavras-chave: Gestão social
Formação de gestores sociais
Campo interdisciplinar
Social management
Training of social managers
Field
Epistemology of social management
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Araújo, Edgilson Tavares de. (In)consistências da gestão social e seus processos de formação: um campo em construção. 2012. 257 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17588
Data de defesa: 20-Jul-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Edgilson Tavares de Araujo.pdf5,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.