???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17645
Tipo do documento: Tese
Título: Serviço social, estado e desenvolvimento capitalista: (im)possibilidades neodesenvolvimentistas e projeto profissional
Autor: Paula, Renato Francisco dos Santos 
Primeiro orientador: Yasbek, Maria Carmelita
Resumo: A presente tese tem como objeto de estudo as particularidades dos projetos desenvolvimentistas contidos na história da evolução do capitalismo brasileiro e suas implicações para o Serviço Social e seus projetos profissionais. Sob a orientação da economia política como método, parte do pressuposto de que as relações estabelecidas entre o Estado e as classes sociais são o núcleo duro por onde circulam a legitimidade e a orientação social do Serviço Social como profissão partícipe da divisão social e técnica do trabalho no capitalismo de tipo monopolista. Desta forma, resgata a evolução do debate sócio-histórico sobre o Estado tanto como categoria de análise crítica quanto como instrumento de concreção dos interesses de classe por meio do cotejamento aos clássicos da ciência política, dos pensamentos sociológico e econômico universais. Presta-se à análise desses mesmos campos de conhecimento, em sua versão brasileira, para, com isso, induzir a uma perspectiva totalizante que arrola os elementos gerais, particulares e singulares do fenômeno considerado. Trata dos projetos desenvolvimentistas como momentos de síntese do processo de evolução do capitalismo nacional com destaque especial para o ciclo atual de acumulação em que se trava um debate sobre a existência ou não de um projeto neodesenvolvimentista, cujos desdobramentos rebatem tanto na reconfiguração do mercado particular de trabalho do Serviço Social, quanto nas suas formas de produzir conhecimento, análises da realidade e orientações ético-políticas relacionadas à sua luta antissistêmica cotidiana
Abstract: The current thesis has as object of study the particularities of those developmentalist projects, present in the history of the evolution of Brazilian capitalism as well as its implications in Social Work and its professional projects. Under the lights of the political economy as a method, it departs from the assumption that the relationships established between State and the social classes are the hard core through which circulate the legitimacy and the social orientation of Social Work as a participating profession of the social and technical division of monopolist capitalism. That way, it recovers the evolution of the socio-historical debate on State not only as a category of critical analysis but also as an instrument that makes concrete the class interests through the collation to the Political Science canon as well as to the sociological and economic thoughts taken as universal. It also lends itself to the analysis of such fields of knowledge in its Brazilian version in order to induce to a totalizing perspective that does not abstain from listing the general and particular elements of the phenomenon in question. It regards the developmentalist projects as moments of synthesis of the evolutionary process of the national capitalism with special emphasis on the current cycle of accumulation in which there is a debate on the existence or not of a neo-developmentalist project whose deployments hold in check the reconfiguration of the private job market of Social Work as well as its ways of producing knowledge, analysis of the reality and ethical-political orientations, in its daily anti-systemic struggle
Palavras-chave: Estado
Desenvolvimento capitalista
Neodesenvolvimentismo
State
Capitalist development
Social work
Neo-developmentalism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Paula, Renato Francisco dos Santos. Serviço social, estado e desenvolvimento capitalista: (im)possibilidades neodesenvolvimentistas e projeto profissional. 2013. 420 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17645
Data de defesa: 5-Jul-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Renato Francisco dos Santos Paula.pdf3,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.