???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17695
Tipo do documento: Tese
Título: As trajetórias de vida das mulheres mediadas pela assistência social: a realidade da Casa Verde/SP
Título(s) alternativo(s): The trajectories of women's lives mediated by the social welfare s politic: the Casa Verde/SP s reality
Autor: Ferraz, Mirela 
Primeiro orientador: Martinelli, Maria Lúcia
Resumo: Esta tese de doutorado tem como objetivo analisar o processo de construção das trajetórias de vida das mulheres mediadas pela Assistência Social, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Casa Verde, no território da Zona Norte de São Paulo. Partimos do pressuposto de que o trabalho do assistente social tem o privilé-gio de se aproximar do cotidiano de vida dessas sujeitas. Entendemos que as traje-tórias de vida das mulheres são condicionadas pelos determinantes de exploração do mundo do trabalho e de opressão de gênero, nas relações de produção e repro-dução social. Pesquisar sobre essa realidade é um caminho para fortalecer essas mulheres, suas famílias e o território enquanto espaço político de luta. Portanto, nossa hipótese centra-se em que as mulheres conseguem gestar/organizar sua vida cotidiana pela mediação da Assistência Social. A pesquisa pauta-se no referencial teórico-crítico e no uso da metodologia da História Oral, pois busca dar visibilidade às experiências e aos significados construídos pelas sujeitas políticas. Nosso posici-onamento ético-político é defender o reconhecimento da perspectiva de gênero pela Política da Assistência Social
Abstract: This thesis aims to analyze the process of construction of the trajectories of women's lives mediated by the Social Welfare s Politic in the Centre of Social Welfare Refer-ence - CRAS Casa Verde, within the northern zone of São Paulo. We assume that the job of the social worker has the privilege of approaching the everyday life of those subjects. We understand that their life are conditioned by the determinants of explo-ration of the world of the work and gender oppression in the relations of production and social reproduction. To investigate on this reality is a way to strengthen these women, their families and the territory as a political struggle space. Therefore, our hypothesis focuses on understanding the mediation of social welfare women can gestate/ organize their everyday life. The research on the critical theoretical frame-work and the use of the methodology of oral history will be guided, therefore, seek to give visibility to the experience of policies subject and meanings constructed by them. Our political ethical position is to advocate the recognition of a gender perspec-tive by the Social Welfare s Politic
Palavras-chave: Cotidiano
Gênero
Divisão sexual do trabalho
Trajetórias de vida
Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Casa Verde
Everyday Life
Gender
Sexual Division of Labor and Trajectories of Life
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Ferraz, Mirela. The trajectories of women's lives mediated by the social welfare s politic: the Casa Verde/SP s reality. 2014. 265 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17695
Data de defesa: 29-Sep-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mirela Ferraz.pdf3,71 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.