???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17753
Tipo do documento: Dissertação
Título: A violência sob a ótica do telejornalismo policialesco no Brasil
Autor: Bogado, Aslan Rodrigues do Nascimento 
Primeiro orientador: Barroco, Maria Lucia Silva
Resumo: O objetivo desta pesquisa é analisar o modo como os telejornais policialescos reproduzem uma perspectiva naturalizada e unidimensional da violência. Esta transmissão se dá através de um esquema organizacional que permite a programas, como o Brasil Urgente, incutir no ideário social uma falsa sensação de insegurança generalizada, pois, exploram intensamente os detalhes de crimes hediondos que acontecem na cidade de São Paulo e em outros Estados do Brasil. Neste sentido, estes programas criam a imagem do mal e do inimigo social que geralmente é atribuída aos pobres, negros e moradores da periferia (a parcela mais precarizada da classe trabalhadora) que estão submetidos a um processo velado de genocídio e encarceramento em massa. Investigamos o processo de evolução dos meios de comunicação e abordamos as suas contradições, principalmente a sua participação ideológica no controle da massa. Analisamos o programa Brasil Urgente na tentativa de desmistificar algumas caraterísticas que colocam os telejornais policialescos numa condição de mecanismos ideológicos que conformam os indivíduos e legitimam a policialização e judicialização da vida
Abstract: The main purpose of this study is to analyze and discuss how crime TV News programs reproduce a naturalized and one-dimensional perspective of violence. This occurs through an organizational scheme that allows crime TV News programs, such as Brasil Urgente, to instill into the social ideal a false feeling of generalized insecurity, since they intensely exploit the details of heinous crimes that take place in the city of São Paulo and other states of Brazil. In this sense, these programs create the image of evil and social enemy, which is usually attributed to the poor, the black and the outskirts residents (the most precarious part of the working class), who are subject to a hidden process of genocide and mass incarceration. We investigated the process of the evolution of the means of comunication and approached their contradictions, especially their ideological participation in social control. We analyzed Brasil Urgente program in an attempt to demystify some features that put crime TV News programs in a state of ideological mechanisms that lead individuals to conform to them and legitimate the policialization and judicialization of life
Palavras-chave: Violência econômica
Militarização na vida social
Pobreza
Luta de classes
Neoliberalismo
Crise estrutural do capital, Ideologia
Medo social
Cultura da violência
Economic violence
Militarization in society
Poverty
Class struggle
Neoliberalism
Structural crisis of capital
Ideology
Social fear
Culture of violence
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Bogado, Aslan Rodrigues do Nascimento. A violência sob a ótica do telejornalismo policialesco no Brasil. 2015. 108 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17753
Data de defesa: 15-Sep-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aslan Rodrigues do Nascimento Bogado.pdf1,79 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.