???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17776
Tipo do documento: Dissertação
Título: O cotidiano de um abrigo para crianças e adolescentes: uma simplicidade complexa
Título(s) alternativo(s): The shelter quotidian for children and teenagers: a complex simplicity
Autor: Arruda, Isabel Campos de
Primeiro orientador: Baptista, Myrian Veras
Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar alguns aspectos que envolvem o cotidiano da Casa Coração de Maria, abrigo para crianças e adolescentes, em situação de risco social e pessoal. Apesar do Estatuto da Criança e do Adolescente ECA preconizar, que o acolhimento em instituição é uma medida provisória e excepcional, a ausência de políticas públicas eficazes, de programas oficiais de auxílio às famílias entre outros fatores, leva as crianças e os adolescentes a permanecerem muito tempo abrigados. Além disso, várias instituições ainda organizam suas rotinas com características repressivas, punitivas e disciplinantes. Verificamos também que a cultura da institucionalização ainda se faz presente, em detrimento ao direito à convivência familiar e comunitária. Este estudo procura destacar, que a responsabilidade pelo processo de reintegração familiar não é só do abrigo, mas também da rede de proteção integral à criança e ao adolescente. Todos os envolvidos Varas da Infância e Juventude, Conselhos Tutelares, Organizações Sociais, Poder Público, Comunidade precisam assumir efetivamente suas responsabilidades. Esta dissertação também procura, a partir das reflexões obtidas, fornecer subsídios para a melhoria da qualidade dos espaços institucionais. O cotidiano do abrigo é permeado de histórias, acontecimentos, sentimentos, comportamentos que mexem demais com os educadores e que os leva, em muitos casos, a lidar com fatos de suas próprias histórias de vida, proporcionando ou não situações agradáveis. Frente à impossibilidade em atender a todas as demandas emocionais do dia a dia institucional por todos as pessoas que ali convivem (crianças, adolescentes, educadores e famílias), cria-se uma sensação de insatisfação de todos os lados, o que pode levar a comportamentos hostis e ao aumento no número de conflitos. Diante disso, é necessário um processo de capacitação e formação nos abrigos que contemple os aspectos mais gerais ligados à cotidianidade em uma perspectiva que garanta direitos, mas que também acolha o educador, para que ele possa conhecer a si próprio e reconhecer os seus limites, para lidar melhor com a complexidade do dia-a-dia institucional
Abstract: This work has a purpose to analyze some of the aspects that involve the quotidian in Casa Coração de Maria, a shelter for children and teenagers in situation of personal and social risk. In spite of Children and Adolescents Statute ECA recomends that the reception in the institutions is a provisory and exceptional admeasurement, the absence of efficiente public politics, of official assistance programs to the families among other factors takes children and adolescents abide for a long time in a shelter. Besides so many institutions still organize their routine with repressing, punishing and disciplinarian characteristics. We have also checked that the culture of te institucionalization still is present in detriment of the right to the communal and familiar company. This study searches to detach that the responsability for the familiar process of restoration is not only of the shelter but also of the integral protection net to the child and adolescent. All the involved people Childhood and Youth County, Tutor Council, Social Organizations, Public Powe, Community need to shoulder effectively their responsabilities. This discourse also demands from the reflections got to supply subsidies to improve the quality of the institutional spaces. The shelter quotidian is permeated by stories, events, feelings, attitudes that touches too much the educators and that takes them, in so many cases, to handle with facts of their own life experiences, proportioning or not agreeable situations. In face of the impossibility of answering all the daily emotional demands of all the people that live with (children, adolescents, educators and families), in both sides is created a feeling of dissatisfaction, causing hostile behaviour and increasing the number of conflicts. Before this is necessary a process of capacitation and formation in the shelters meditating general aspects attached to the daily routine in a perspective that assures rughts, but also shelters the educator, so that he will be able to know himself and recognizes his limits to deal in a better way with the complexity of the institutional daily life
Palavras-chave: Criança e adolescente
Abrigo
Família
Children and teenager
Shelter
Family
Abrigo Casa Coracao de Maria
Assistencia a menores
Criancas -- Assistencia em instituicoes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DO MENOR
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Arruda, Isabel Campos de. O cotidiano de um abrigo para crianças e adolescentes: uma simplicidade complexa. 2006. 201 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17776
Data de defesa: 3-May-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao ISABEL CAMPOS DE ARRUDA.pdf936,69 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.