???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17872
Tipo do documento: Dissertação
Título: Representação e prática dos assistentes sociais que atuam nas escolas Salesianas Paulistas: sujeitos coletivos que se forjam na identificação do projeto profissional
Autor: Faermann, Lindamar Alves 
Primeiro orientador: Martinelli, Maria Lúcia
Resumo: Esta dissertação é resultado de uma pesquisa qualitativa realizada junto a Assistentes Sociais que trabalham em escolas filantrópicas vinculadas à Congregação Salesiana, mantidas pelas Filhas de Maria Auxiliadora e ligadas à Inspetoria Santa Catarina de Sena - circunscrita no Estado de São Paulo. O objeto desta pesquisa centra-se nas representações que os Assistentes Sociais elaboram sobre a prática do Serviço Social nestas escolas, expressando os desafios que se colocam à profissão frente às demandas e às situações que irrompem no cotidiano escolar, tendo como eixo de análise o exercício profissional mediado pelo projeto ético-político da profissão. Para a sua construção, utilizou-se a metodologia de História Oral, um dos recursos privilegiados para o conhecimento da realidade social, com uma abordagem que se projeta para as experiências, as representações e significados atribuídos pelos sujeitos em suas vivências. As análises foram fundamentadas em pensadores vinculados à tradição marxista; utilizando-se, portanto, referenciais teórico-metodológicos que ajudaram a apreender o processo histórico como movimento acionado pelas contradições presentes. Ao buscar as representações sociais, ou seja, pensamentos, sentimentos e ações que expressassem a realidade vivida pelos Assistentes Sociais, sujeitos desta pesquisa, percebeu-se que existem determinantes sócio-históricos que constituem tais representações, o que implica reconhecer que elas não estão soltas e nem despregadas de um contexto, mas presentes nele. Como um texto, produto de um conhecimento forjado por várias vozes, esta pesquisa traz o sujeito para dentro da narrativa, ou seja, o narrador é agora uma das personagens e o contar da história é parte da história que está sendo contada . (PORTELLI, 1997c, p. 38). E o seu contar indica dimensões valiosas a serem consideradas, como a necessidade de ampliar o espaço de intervenção do Serviço Social nestas escolas, para que este não fique restrito a determinados programas e atividades burocráticas, objetivando superar práticas focalizadas e pontuais que, por vezes, persistem. Fica também evidente em seus depoimentos que a organização escolar permanece centrada em algumas práticas ainda de sua origem, operando com identidades que há muito lhe foram atribuídas; ao mesmo tempo, os depoimentos manifestam o desejo de que estas possam ser superadas, sintonizando-se com o momento histórico. Em vista disso, destacam a importância de examinar a Educação e a Assistência Social como um direito social e incondicional. Reconhecem diante das demandas e desafios que emergem no cotidiano escolar a necessidade do trabalho interdisciplinar e sugerem propostas fecundas, como o envolvimento da escola com a comunidade, com a família, com os alunos e o desenvolvimento de projetos sócio-preventivos junto a estes. Constituindo-se um espaço qualificado para intervir com as questões sociais presentes no cotidiano escolar, o Serviço Social aponta os direitos sociais como foco do seu trabalho, como bandeira de luta e horizonte profissional. Implícita nos depoimentos dos Assistentes Sociais aparece a necessidade de repensar as concepções educativas e pedagógicas e a possibilidade de se construírem novas práticas, novas identidades e re-criar o cotidiano profissional. Eis o desafio!
Abstract: This dissertation thesis is the result of a qualitative research performed concerning Social Workers who deal with philanthropic schools of the Congregação Salesiana , supported by Filhas de Maria Auxiliadora and linked to Inspetoria Santa Catarina de Sena in São Paulo State. The research is focused on the Social Workers representation related to the Social Work practice in those schools, expressing the challenges which arise due to demands and scholar quotidian situations, having as an analysis axe the professional exercise related to the ethical-political project of this occupation. For its development, the Oral History methodology was used, a privileged resource for the social reality knowledge, with an approach which leads toward the experiences, representations and meanings attributed by the individuals in their livings. The analyses were based in the intellectuals linked to the Marxist tradition; thence using methodological-theoretical references which helped to comprehend the historical process as a movement driven by present contradictions. Seeking the social representations, which mean thoughts, feelings and actions expressing the reality experienced by the Social Workers, characters of this research, social-historical issues were found to compose these representations, recognizing that it is nether loosen nor unrelated to a context but inserted in it. As a text, product of a knowledge forged by several voices, this research brings the individual to the narrative center, which means, the narrator is one of the characters and the history telling is part of the history being told . (PORTELLI, 1997, p. 38). This telling points valuable dimensions to be considered, such as the need to increase the intervention field of the Social Works in those schools, so that it does not remain restricted to a certain programs and bureaucratic activities, targeting to overcome focused and specific practices which persist sometimes. It is also clear in their statements that the scholar organization remains centered in some original practices, operating with identities from long time ago; at the same time, the statements reflect the desire of overcome, in tune with the historical moment. Regarding this, distinguishes the importance of examine the Education and the Social Work as an unconditional social right. Recognizes facing the challenges and demands which arises from the scholar quotidian the need of the interdisciplinary work and suggest fecund proposals such as school involvement with the community, the family, the students and the socialpreventive projects development. Constitute itself a qualified field to interfere in the social issues present in the scholar quotidian, the Social Work points the social rights as a focus of its work, as a fight banner and a professional horizon. Still remain implicit in the Social Workers statements the need of rethinking the educative and pedagogical conceptions and the possibility to build new practices, new identities and recreate the professional quotidian. That is the challenge!
Palavras-chave: Educação
Representações sociais
Social work
Education
Social representation
Assistentes sociais -- Pratica profissional
Salesianos -- Educacao
Representacao social
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Faermann, Lindamar Alves. Representação e prática dos assistentes sociais que atuam nas escolas Salesianas Paulistas: sujeitos coletivos que se forjam na identificação do projeto profissional. 2007. 148 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17872
Data de defesa: 19-Dec-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lindamar Alves Faermann.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.