???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17878
Tipo do documento: Tese
Título: El trabajador social como educador: formación profesional y educación
Autor: Argumedo, Manuel Alberto
Primeiro orientador: Yasbek, Maria Carmelita
Resumo: Neste trabalho analisam-se as relações entre Serviço Social e Educação, partindo de considerar que, em algumas situações de intervenção, as ações educativas constituem-se em um recurso para o assistente social. Nossa pergunta é, neste caso, em que medida as Instituições de Formação preocupam-se para que os seus alunos considerem esta opção e disponham dos elementos necessários para desenhar, executar e avaliar uma ação educativa. Interessa-nos também, caso isso aconteça, qual é a concepção de educação desses futuros trabalhadores sociais. Com esta finalidade, procura-se construir uma definição de educação, como ação intencional que promove em outros certos e determinados aprendizagens. Analisam-se diferentes "intenções" das quais derivam outros tantos "modos" de educar e se propõe uma forma de analisar as ações educativas, que permitiria evidenciar os princípios ou critérios que as orientam. Para concluir esta parte do trabalho, expõem-se a concepção de educação a partir da qual realiza-se a análise e enunciam-se os princípios que a fundamentam. Para completar este "referencial" teórico-operativo do trabalho, analisa-se brevemente a profissão do assistente social no nosso mundo. Antes de apresentar o trabalho de campo, reflete-se acerca de um conceito metodológico chave na pesquisa: as representações sociais. Neste contexto, e atendendo ao objetivo do trabalho, opta-se pelo término "crença", no sentido de um conjunto de "convicções" que constitui a concepção de ação educativa a partir da qual trabalha o educador. Finalmente, apresentam-se algumas indagações realizadas a nível das instituições formadoras e dos sujeitos que têm optado pela profissão do serviço social. No primeiro caso, analisam-se os documentos curriculares de três instituições com diferentes marcos de referência e entrevistas realizadas a diretivos e docentes do curso de graduação; no segundo, analisam-se entrevistas a ingressos, diplomados recentes e graduados em Serviço ou Trabalho Social em atividade e os resultados de uma prova de resolução de casos aplicada a alunos que cursam os últimos anos do curso de graduação. Estes analises permitem formular algumas conclusões acerca do "modo" de educar mais comum entre os assistentes sociais e fazer algumas recomendações acerca da formação profissional
Abstract: In this research work, the relations between Social Work and Education are analysed, from considering that, in some situations of intervention, the educational action itself constitutes a resource for the social worker. Our questionis, in this case, to what extent the Institutions of Formation are worried about whether their students consider this option and have lhe necessary elements to design, to execute and to evaluate an educational action. It also interests us to know, in case it happens, which is the conception of education that those futures social working have. With this purpose, a definition of education, like intentional action that it prometes certain and determined leaming in other people, it is tried to formulate. Different "intentions" that permit so many other "modes" of educating are analysed and a form to analyse educational actions that would put in evidence lhe principles or criteria that orient them is broached. In order to finalize this part of lhe work, lhe conception of education, from which the analysis is made, is exposed and the principIes that serve as foundation are enunciated. In order to complete this operative referential of lhe research, the profession of the social worker in our world is briefly analysed. Before presenting the field work, some reflections on key methodological concepts in the research, like social representations, are made. In this context, and taking care of lhe objective of lhe research, it is opted for the term "believing /creencias", in the sense of a set or array of "convictions/convicciones" that constitutes the conception of educational action from which the educator works. Finally some inquiries made at level of institutions of formation and people that have decided on the profession of the social work are submitted. In the first case, curricula of institutions with different reference frameworks and interviews to directorate and professors of the career are analysed. In lhe second case, interviews to pupils of recent entering to the university/ingresantes, recent graduates and social workers in activity and the results of a test of resolution of cases applied to students who attend the last years of their career are analysed. These analyses allow to formulate some conclusions on lhe commonest "mode" to educate privileged by the social workers and some recommendations on lhe professional formation are suggested
Palavras-chave: Assistentes sociais - Formação profissional
Assistente social
Educador
Formação profissional e educacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: spa
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Argumedo, Manuel Alberto. El trabajador social como educador: formación profesional y educación. 2001. 398 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17878
Data de defesa: 30-Mar-2001
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Manuel Alberto Argumedo.pdf65,28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.