???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17930
Tipo do documento: Dissertação
Título: Movimentos sociais e ONGs: relações em questão - São Paulo, 2000/2007
Autor: Gomide, Cristina de Mello 
Primeiro orientador: Silva, Maria Lucia Carvalho da
Resumo: A presente dissertação de mestrado teve por objeto o estudo das relações de Movimentos Sociais e de ONGs na cidade de São Paulo, no período compreendido entre os anos de 2000 a 2007. Objetivou-se investigar e analisar, a partir da relação que Movimentos Sociais e ONGs construíram no contexto brasileiro, as mediações sociais e políticas que referenciam o fazer política desses dois sujeitos sociais e os elementos constitutivos da relação entre ambos na contemporaneidade. Definiu-se como hipótese que as representações sociais de Movimentos Sociais e de ONGs revelam que suas relações incluem, de forma ambivalente, a parceria e a disputa política, no contexto do processo democrático participativo. O estudo da temática compreendeu levantamentos bibliográficos nas áreas da Sociologia, Serviço Social e Psicologia Social, dos quais destacam -se como referências conceituais básicas: Estado/Sociedade Civil, Democracia Participativa, Fazer Política e Representações Sociais. Procedeu-se ainda pesquisa documental em sites da Internet que continham dados sobre os sujeitos pesquisados e as organizações que representam. Adotou-se como metodologia a pesquisa qualitativa, tendo sido utilizados como instrumentos de coleta de dados entrevistas semi-estruturadas, com perguntas abertas, que partiram de um roteiro. Para análise dos dados obtidos foi aplicada a técnica de análise de conteúdo. A pesquisa revelou como resultados que as relações entre Movimentos Sociais e ONGs em São Paulo, na contemporaneidade são de caráter ambivalente, expressando conflitos, tensões, disputas políticas, diálogos e parcerias. Revelou ainda que, para além das relações de disputas, há possibilidades de outras inter-relações entre Movimentos Sociais e ONGs em Fóruns e Redes, entendidos como espaços coletivos de lutas, definição de agendas comuns e construção de consensos, direcionados à ampliação e consolidação do projeto democrático-participativo brasileiro
Abstract: This master´s dissertation purpose is the study of the relations between Social Movements and NGOs in the city of Sao Paulo in the period of years 2000 to 2007. The objective is to investigate and analyse, based on the relationship that Social Movements and NGOs built in the Brazilian context, the social and political mediations thar serve as reference to the policy making in the relationship of these two constituent subjects in the contemporary days. The hypothesis assumed here is that social representations of Social Movements and NGOs reveal that the relations between them include, although ambivalent, partnership and political dispute in the context of participatory democratic process. The study of the matter included research in the areas of Sociology, Social Service and Social Psychology, from where we could set apart as basic conceptual references: State / Civil Society Participatory Democracy, Policy Making and Social Representations. There was also documentary research on web sites that contained data on the subject searched and the organizations they represent. The qualitative research methodology was adopted, and semi-structured interviews with open questions have been used as tools for date collection, which started from a script. For analysis of the data the technique adopted was the analysis of content. The research results showed that the ambivalent character of the relations between Social Movements and NGOs in Sao Paulo, in the contemporary days, expressing conflicts, tensions, political disputes, dialogues and partnerships. It showed also that, beyond the relations of disputes, there are possibilities for inter-relations between NGOs and Social Movements in forums and networking, defined as areas of collective struggles, the definition of common agendas and build consensus, pointed to expansion and consolidation of project Brazilian participatory-democratic
Palavras-chave: ONGs
Relação Estado/Sociedade civil
Democracia participativa
Fazer política
Social movements
NGOs
Link Sate/Civil society
Participatory democracy
Policy making
Movimentos sociais -- Sao Paulo (cidade)
Organizacoes nao governamentais
Participacao politica
Sociedade civil
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Gomide, Cristina de Mello. Movimentos sociais e ONGs: relações em questão - São Paulo, 2000/2007. 2008. 110 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17930
Data de defesa: 23-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristina de Mello Gomide.pdf624,01 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.