???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17931
Tipo do documento: Tese
Título: Personagens e enredos de cenas de medo e violência na cidade de Santo André (SP)
Autor: Baierl, Luzia Fátima 
Primeiro orientador: Costa, Márcia Regina da
Resumo: O presente trabalho estuda as configurações que o medo social vem assumindo na cidade de Santo André (SP). Parte-se do pressuposto que violência e o medo social combinam processo de mudanças, alterando a arquitetura urbana, segregando e discriminando grupos sociais, modificando significativamente as formas de sociabilidade e o cotidiano das pessoas. Busca explicar a teia de relações nos espaços de moradia, territórios demarcados por outras lógicas que não as instituídas legalmente e que, potencializadas pelo medo decorrente de ações violentas e intimidações dificultam ou limitam as formas de ações coletivas. Tem como objetivo identificar as diferentes manifestações do medo e das formas de violência na cidade de Santo André, buscando entender a rede social tecida entre as diferentes personagens sociais: traficante, policiais, moradores, governo local, associações populares, profissionàis. Quanto aos instrumentos de pesquisa, priorizou-se a coleta de dados qualitativos e quantitativos sobre violência e criminalidade, através de entrevistas semi-estruturadas, com sujeitos escolhidos intencionalmente. Buscou-se construir os cenários e os enredos constitutivos do medo social, através de leitura bibliográfica atualizada e de dados estatísticos sobre a criminalidade na realidade brasileira, no Estado de São Paulo, na Região do Grande ABC e, em particular, na cidade de Santo André, enfatizando as narrativas e histórias contadas pelos entrevistados. Reafirmou-se que a violência é distribuída de forma desigual pelo tecido urbano e, conseqüentemente, os medos vividos também são diferenciados por segmentos e grupos de classes. Constatou-se que o cotidiano das pessoas e dos profissionais que atuam em áreas dominadas pelo tráfico tem sido alterado e vivido sobressaltos, colocando, a cada momento, dilemas éticos a serem administrados ou sublimados. Identificaram-se os pactos e as relações ambíguas entre os traficantes e o conjunto das personagens nos diferentes papéis desempenhados na vida cotidiana que acabam configurando novas formas de sociabilidade
Abstract: The present work studies the aspects that the social tear is causing in Santo André City (SP). It was assumed that violence and social tear combine change processes, modifying the urban architecture, segregating and discriminating social groups and modifying significantly the sociability forms and the people quotidianoIt tries to explain the tissue of the interlaced relations in the space of residence, delimited territories by other logics which are not the ones legally established and when potentially reinforced by tear resulting from the violent actions and intimidations difficult or restrict the forms of collective actions. The objective of this study is to identify the different tear manifestations and the violence forms in the city of Santo André, trying to understand the social web tissues among the different social tissue persons: trafficker, policemen, residents, local government, popular associations, and professionals. About the research instruments, the priority was the investigation of qualitative and quantitative data about violence and criminality through interview semi-structured with intentionally chosen people. The scenery and the constitutive story of social tear were built based on the reading of updated bibliography and the statistic information about the criminality in the Brazilian reality, in the State of Sao Paulo, in Grande ABC and, specifically, in the city of Santo Andre, emphasizing lhe descriptions and stories narrated by the group of interviewee. It was reaffirmed that the violence is distributed in an unequal form through the urban citizens and consequently, the fears lived are also different to distinguished segments and groups of classes. It was showed that the routine of people who live and work in areas dominated by the traffic, has been altered and lived with fears, putting each moment, ethic problems to be administrated or sublimated. It was identified the agreements and ambiguous relations among the traffickers and also a complex whole of personages, in the different roles that are played in life routine which end in' configuring new sociability forms
Palavras-chave: Urban violence
Quotidian
Traffic
Police
Tear
Drugs
Violencia -- Santo Andre, SP
Violencia urbana
Cotidiano
Trafico
Policia
Medo
Drogas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Baierl, Luzia Fátima. Personagens e enredos de cenas de medo e violência na cidade de Santo André (SP). 2003. 288 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17931
Data de defesa: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luzia Fatima Baierl.pdf18,83 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.