???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17959
Tipo do documento: Dissertação
Título: O fenômeno da transferência na psicose
Autor: Alessandri, Silvia Barile
Primeiro orientador: Violante, Maria Lucia Vieira
Resumo: Sendo a transferência condição essencial num processo psicanalítico, o presente trabalho apresenta como se dá esse fenômeno na particularidade da clínica da psicose. A transferência foi articulada por Lacan em função dos três registros: Real, Simbólico e Imaginário, os quais constituem a pedra angular de sua teoria. No entanto, a prioridade que Lacan deu a cada um desses registros não foi a mesma no decorrer do seu ensmo. A conceituação da psicose, logicamente, acompanha estes diferentes momentos, sendo articulada com os conceitos introduzidos por Lacan a cada época. A psicose, conceituada como uma estrutura clínica, é determinada pela foraclusão do Nome-do-Pai no lugar do Outro, e no fracasso da metáfora paterna. No lugar da falta, há o gozo do Outro. A transferênciana clínica da psicose deve passar pela "manobra da transferência", que deve ser realizada pelo analista, por intermédio de seu ato, cujo objetivo é barrar o gozo do Outro que invade o sujeito na psicose. A manobra é necessária para que este se instaure como sujeito e não como objeto do gozo do Outro. Na transferência, o sujeito psicótico coloca o analista na posição de Outro absoluto. É necessário que o analista oriente a direção do tratamento do psicótico na passagem do Outro não barrado ao Outro barrado, para fazer advir o significante e barrar o gozo.
Abstract: Considering that the transference is the essential condition in a psychoana1ytic process, this present work presents how this phenomenonoccurs particularly in the clinical of the psychosis The transference was enunciated by Lacan based on the three registers: the Real, the Symbolic and the Imaginary, which constitute the foundation ofhis theory. However, the priority Lacan gave to each one ofthese registers wasn't the same throughout his teaching. The psychosis concept logically followed the trends of these different momentum, being enunciated using the concepts introduced by Lacan in each period. The psychosis, a concept defined as a clinic structure,is determinate by the Name-of-the-Father's foreclosure in the place of the Other, and on the failure of the paternal metaphor. The enjoyment of the Other occupies the place of the absence. The transference in the psychosis treatment must pass through the "transference maneuver", which should be handledby the ana1yst,towards his act ,whichobjective is to barrier the Other's enjoyment,which invades the subject in psychosis. The maneuver is needed in order to establish the subject in psychosis as subject, and not as an object ofthe enjoyment of the Other. The psychotic, in the transference, places the analyst at the position of the absolute Other. It is necessary that the ana1yst to guide the treatment of the psychotic in such way that he passes from the non barred Other to the barred Other, in order to come upon the significant and bar the enjoyment.
Palavras-chave: Transtornos psicóticos
Transferência (Psicologia)
narcisismo
psicose paranóica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Alessandri, Silvia Barile. O fenômeno da transferência na psicose. 2001. 151 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17959
Data de defesa: 30-Mar-2001
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_67012.pdf2,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.