???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17961
Tipo do documento: Tese
Título: Vergonha: um estudo em três gerações
Autor: Vitale, Maria Amalia Faller 
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: Esta tese inscreve-se no âmbito das reflexões que focalizam as relações entre subjetividade e sociabilidade. A articulação entre estes dois planos foi construlda a partir do estudo dos sentimentos, focalizando a vergonha. Este é um sentimento intrínseco ao ser humano, revelador da relação do homem com o mundo social.A vergonha, eriraizada na moralidade social, nasce, entretanto, sob o olhar do "outro". A vergonha constitui uma mediação afetiva do processo de transmissão do mundo social. Este processo foi investigado, neste estudo, através das relações entre as gerações, tendo em vista recuperar o tecido social, sem o qual não é posslvel examinar as repetições e transformações do sentimento da vergonha. O campo das relações intergeracionais se apresenta como um meio fecundo para analisar as mudanças na subjetividade. A vergonha foi estudada em três gerações dos setores considerados mais modernizados das camadas médias da cidade de São Paulo. Foram utilizadas técnicas qualitativas para o levantamento de dados, sobretudo depoimentos individuais e atividades em grupo. Nessa perspectiva foi posslvel observar que a vergonha incide, fundamentalmente na esfera da intimidade. Assim, as mudanças mais significativas deste sentimento e, também, suas repetições são observadas nos domlniosdo corpoe da sexualidade. No âmbito intimo, esse sentimento de um lado recobre as fronteiras do "eu", mas, de outro, revela seus fracassos e suas imperfeições. Na mediação entre o público e o privado, a vergonha emerge como a dimensão afetiva dos valores referentes à subalternidade, não regulando as relações que são tipicas da esfera pública
Abstract: This thesis belongs to the ambit of the reflections that focus the relations between subjectivity and sociability. The articulation between these two plans was built from the study of the feelings, focalizing shame. This is an intrinsinc feeling of the human being that reveals the relation of man with social world. Shame, rooted in the social morality, is born, however, under the "other's"look. Shame constituías an affective mediation of the transmission process of the social world. This process was investigated in this study through relations among generations in order to recuperate the social ground without which it would not be possible to examine the repetitions and transformations of the shame feeling. The field of inter-generation relations shows itself as a fertile way to analyse lhe changes in the subjectivity. Shame was studied in three generations of the sectors considered the most modernized of the middle class, in the city of S.Paulo. Qualitative techniques were employed for the raising of data mainly based on individual evidence and on group activities. In this perspective it was possible to notice that shame takes placa, chiefly, in the intimacy sphere. Thus, the most significant changes of this feeling, and also its repetitions, are observed in the dominions of body and sexuality. In the intimate ambit, this feeling, on the one hand, recovers the frontier of "I", but on the olhar hand, reveals its failures and imperfections. In the mediation between the public and the private, shame emerges as the affective dimension of the values relativa to subalternity and does not control the typical relations which are of public sphere
Palavras-chave: Pudor
Vergonha
Moralidade social
Sentimentos
Subjetividade e sociabilidade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Vitale, Maria Amalia Faller. Vergonha: um estudo em três gerações. 1994. 210 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1994.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17961
Data de defesa: 30-Nov-1994
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Amalia Faller Vitale.pdf10,05 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.