???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17997
Tipo do documento: Tese
Título: Delinquência juvenil: filhos de trabalhadores brasileiros no Japão
Autor: Okamura, Laura Keiko Sakai
Primeiro orientador: Baptista, Myrian Veras
Resumo: Tendo como objeto de estudo a delinqüência de filhos de trabalhadores nikkei-brasileiros privados de liberdade no Japão, a pesquisa de campo deu-se a partir da observação empírica destes em Prisões Juvenis, e em Centros de Classificação e Treinamento Juvenil. A reflexão teórica e a pesquisa de campo sobre o tema indicaram que a prática de atos infracionais por adolescentes brasileiros no Japão refere-se menos a uma condição peculiar de um grupo etário em particular, e mais como uma expressão de uma situação-limite, de um processo de perdas de vínculos relevantes, de suportes sociais e de referências culturais vividos por uma parcela significativa da população brasileira atualmente residente naquele país. O adolescente nikkei-brasileiro, filho de trabalhador no Japão, antes de cometer um delito, de ser apreendido e apresentado à justiça, é um desconhecido, uma figura indiferente ao sistema produtivo. No entanto, vai destacando-se do conjunto, na mesma proporção em que se constitui em "objeto do olhar" do policial, do investigador, do promotor, do juiz e dos agentes institucionais do Ministério da Justiça. Passam a receber atenção individualizada e personalizada, quando sua presença ameaça a ordem pública, a integridade física e a propriedade privada de setores mais amplos da sociedade. Sua existência paralela ao mundo das trocas sociais, fora do domínio do capital, suscitando problemas inextricáveis, não deixam outra solução senão a criação de um lugar próprio, dimensionado especialmente para os que não estão regularmente filiados às instituições mediadoras do indivíduo à sociedade. Aos adolescentes, filhos de trabalhadores brasileiros no Japão, que não conseguem inserir-se no sistema educacional e no sistema produtivo, a inserção no sistema correcional surge como o primeiro canal aberto, institucional e formal, de vinculação de sua existência àquela sociedade (para eles) hermética. Segundo Castel, esta solução é o caminho mais curto entre a impossibilidade de suportar uma situação-limite de situação de vulnerabilidade social e a impossibilidade de transformá-la profundamente
Abstract: The object of this paper is the study of the delinquency of the sons of brazilian nikkei workers in Japan. Its fie1d research was based uppon empiric observation, at one Juveni1e Prison, and in Centers of C1assification and Training. The theoric considerations and the field research on the subject indicated that the infractionary acts commited by brazilian adolescents in Japan are less dependent on a specific age group, and more on an expression of a limit situation, related to process of loss of relevant ties on social support and cultural references former1y experienced by the significative populational contingent of brazilians now living in the country. The brazilian adolescent nikkei, son of a worker in Japan, before commiting an infraction, being arrested and submited to the judiciary, is an unknown, not considered in the productive system. Nevertheless, he begins to stand out his group, in the extent in wich he becames an "object of the regard" of the institutional agents of the police and the Ministry of Justice. They begin to be considered as individuals, receiving personalized attention when they are viewed as a menace to public order, the phisical integrity and the private property of larger sections of the community. Their existence, parallel to the word of social exchanges, excluded of the domain of capital, arising inextricab1e problems, find no alternative solution except the creation of a new environment, specially designed, to shelter those not filiated to the institutions that mediate the individual and the social needs. To the adolescents, sons of brazilian workers in Japan, that don't achieve to integrate themselves neither in the educational nor in the productive system, the insertion in the correctional system arises as the first open channel, institutional and formal, to bind their existence to that hermetic (for him) society. According to Castel, this solution on is the shortest way to surpass a limit-situation of social vulnerabi1ity and the impossibility of deeply transforming it
Palavras-chave: Delinquencia juvenil
Nikkeis no Japao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Okamura, Laura Keiko Sakai. Delinquência juvenil: filhos de trabalhadores brasileiros no Japão. 2003. 257 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17997
Data de defesa: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Laura Keiko Sakai Okamura.pdf18,54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.