???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18038
Tipo do documento: Dissertação
Título: A Central de Movimentos Populares (CMP) e os desafios da articulação dos movimentos sociais
Autor: Gomes, Francisca Genilce 
Primeiro orientador: Wanderley, Mariangela Belfiore
Resumo: A presente dissertação de mestrado tem por objeto o estudo da Central de Movimentos Populares, criada em 1993, como sujeito coletivo, na sua particularidade de articuladora dos movimentos sociais populares. Partindo da constatação de que uma das principais justificativas para a criação da CMP era superar a fragmentação dos movimentos sociais populares e organizá-los numa central de movimentos populares, objetivou-se investigar e analisar qual é o sentido dado à articulação por seus fundadores e dirigentes. E se há reconhecimento da CMP como articuladora dos movimentos sociais populares, em torno do eixo de luta por políticas públicas com participação popular. O estudo do objeto foi realizado por meio de pesquisa qualitativa. Inicialmente, foi feito um levantamento bibliográfico nas áreas da Sociologia, Ciência Política, História e Serviço Social, para a construção do referencial teórico, relativamente aos conceitos de movimentos sociais populares, participação popular, políticas públicas e sobre a particularidade das organizações articuladoras de movimentos sociais populares. Procedeu-se, ainda, a uma pesquisa documental nos arquivos da CMP e em site da Internet Para a aproximação com os sujeitos da pesquisa, foi utilizada como instrumento de coleta de dados uma pesquisa semi-estruturada, com perguntas abertas, que partiam de um roteiro. A observação participante acompanhou todo o processo de investigação. A pesquisa revelou que os fundadores e os dirigentes da CMP reconhecem a organização como articuladora de movimentos populares, mas o eixo de luta, que passou por mudanças, não foi completamente incorporado. Persistem resquícios de eixo anterior luta pela reforma urbana e pela cidadania - possivelmente pelo fato de a CMP ter sua base formada majoritariamente por movimentos de moradia, daí decorrendo a dificuldade de consolidação do eixo de luta por políticas públicas com participação popular
Abstract: This mastership degree essay has as its subject to study rhe People's Central Movements, created in 1993, as a collective subject, within its particular of joint worker from the social movement of people. By concluding that one of most notorious justifications to create CMP were always to surpass the fragmentation of the social movement of people and thus organizing them into a people's central movements, we had as a purpose to investigate and analyse what is the sense, given the joint work performed by its founders and management. Plus, if there is some recognition of CMP as a joint worker of people's social movements, all along the core of the struggle for public policies with people's participation. Study of the object has been performed by qualitative survey. To begin with, to build a theoretical reference, regarding the concepts of the social movements, people's participation, public policies, as well as particulars of the joint work performed by agencies og people1s social movements, it has been made a bibliographical survey in the areas of Sociology, Policy Science, History and Social Working. Yet, it has been made a document survey in the files of CMP and on Internet websites. So as to get closer with the research subjects, as an instrument for data collection a half-structured research, with open questions has been used, from a scenario. Participants' notes have been an integral part of all the process of investigation. Survey has shown that the founders and management of CMP do recognize the organization as a joint work of the people's movement, and the core of the struggle, which passed through changes, has not yet been completely incorporated. Remains of the past core resist -- a struggle for urban reform and for citizenship -- possibly due to the fact that CMP has its base formed especially for residence movements, then occurring from this matter the difficulties from consolidating the core of the struggle of public policies with people participation
Palavras-chave: Organizações populares
Public policies
Politic participation
Central de Movimentos Populares (Brasil)
Movimentos sociais
Participacao politica
Politicas publicas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Gomes, Francisca Genilce. A Central de Movimentos Populares (CMP) e os desafios da articulação dos movimentos sociais. 2010. 135 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18038
Data de defesa: 11-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Francisca Genilce Gomes.pdf940,39 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.