???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18195
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ação política e jogos de multidão: estratégias de game e ativismo
Autor: Moraes, Jéssica Puga de 
Primeiro orientador: Basbaum, Sérgio Roclaw
Resumo: A dissertação procura examinar aspectos específicos dos videogames, no contexto de um mundo contemporâneo definido por Vilém Flusser como "mundo codificado". Em tal mundo, a convivência cada vez mais intensa entre seres humanos e "aparelhos" - que transmitem mensagens - parece programar de maneira acelerada e desordenada a realidade. Entretanto, em meio à produção massiva dos programas da indústria cultural, surgem obras independentes, idealizadas, produzidas e compartilhadas por indivíduos da multidão. Jogos de multidão é um termo proposto por Dyer-Witheford e Peuter para descrever games que, de alguma forma, ultrapassam sua condição de entretenimento - ou espetáculo - proporcionando aos jogadores experiências que abordam as mais diversas e complexas questões políticas e sociais. Por meio da filosofia de Flusser, elabora-se uma retomada histórica do relacionamento dos seres humanos e seus processos culturais de comunicação, buscando contextualizar os jogos eletrônicos como mídia expressiva. Já com as reflexões de Paolo Virno quanto à sobreposição dos conceitos de trabalho, ação política e intelecto, é possível compreender o indivíduo da multidão como alguém angustiado pela sua submissão ao trabalho e carência de possibilidades expressivas. A multidão, entretanto, ainda que sujeita à soberania do capital, produz tentativas de ruptura. Os jogos eletrônicos, por suas características e possibilidades, tornam-se ferramentas interessantes para a manifestação da energia crítica da multidão. Através da análise das obras de Dyer-Witheford e Peuter, Steven Johnson, Gonzalo Frasca e Paolo Pedercini, busca-se por tais especificidades expressivas dos games, buscando uma análise detalhada de três jogos de multidão - How to Build a Better Mouse Trap , Papers, Please e Phone Story . Tal análise permite exemplificar conceitos e propor categorias possíveis para as formas, práticas e potencialidades dos jogos de multidão
Abstract: The research examines specific aspects of video games in the context of a contemporary world defined by Vilém Flusser as "codified world". In such a world, the increasingly intense relationship between humans and the "apparatus" - which transmit messages - seems to program reality in an accelerated and disorganized way. However, amid the massive production of cultural industry programs, independent content arise, created generated and shared by individuals of the multitude. "Games of multitude" is a term propounded by Dyer- Witheford and Peuter to describe games that somehow, beyond its status of entertainment - or spectacle - provide the players experiences that address the most varied and complex political and social issues. Through Flusser s philosophy a historic resumption between the human beings relationships and their cultural communication processes is drawn up, pursuing the contextualization of the video games as an expressive media. Nonetheless, with Paolo Virno s thoughts regarding the overlapping of concepts, work, political action and intellect, it is possible to understand the individual from the multitude as someone distressed by their submission to work and lack of expressive possibilities. The multitude, however, although submitted to the sovereignty of capital, attempts to break through. Electronic games, with their features and possibilities, become interesting tools for the expression of the multitude s critical energy. Through the analysis of the works of Dyer- Witheford and Peuter, Steven Johnson, Gonzalo Frasca and Paolo Pedercini, we seek videogames expressive specificities. A detailed analysis of three games of multitude - "How to Build a Better Mouse Trap" "Papers, Please" and "Phone Story" is pursued. Such analysis allows illustrating concepts, and propounding possible categories for forms, practices and potential of game of multitude
Palavras-chave: Videogames
Multidão
Movimentos sociais
Cultura
Política
Games
Multitude
Social movements
Culture
Politics
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Mídias Digitais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital
Citação: Moraes, Jéssica Puga de. Ação política e jogos de multidão: estratégias de game e ativismo. 2015. 85 f. Dissertação (Mestrado em Mídias Digitais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18195
Data de defesa: 24-Sep-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jessica Puga de Moraes.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.