???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18297
Tipo do documento: Tese
Título: O ensinamento sobre a justiça em Mateus: uma interpretação exegético teológica
Título(s) alternativo(s): The teaching about righteousness in Matthew: a theological and exegetical interpretation
Autor: Santos, Arthur Francisco Juliatti dos 
Primeiro orientador: Ulloa, Boris Agustín Nef
Resumo: A pesquisa consta de quatro capítulos nos quais se analisa exegética e teologicamente o vocábulo dikaiosu,nh (justiça) no contexto bíblico, como projeto, no sermão da montanha e como práxis, nas sete perícopes onde aparece (3,15; 5,6.10.20; 6,1.33; 21,32) Da justiça se tem fome e sede (5,6), por ela se é perseguido (5,10) e deve superar a dos escribas e fariseus (5,20). As exortações imperativas de 6,1.33, mostram que a intenção garante a recompensa (6,1) e que sua primazia, juntamente com o reino é essencial (6,33). Jesus deve cumprir toda a justiça (3,15), levando a plenitude o caminho da justiça no qual vieram os profetas e, finalmente, João Batista (cf. 21,32). Jesus exclui o integralismo legal e exige uma perfeição que não é ética teatral, mas um novo modo de agir e viver, com as exortações imperativas de 6,1: guardai-vos (prose,cete) e 6,33: buscai (zhtei/te). O Reino e sua justiça têm mediações históricas, socioeconômicas e políticas nas quais o cristão é convidado a não ser ansioso e a libertar-se do medo de perder suas seguranças. O vocábulo hebraico hq"d"c. e o grego dikaiosu,nh passaram por transformações semânticas que a pesquisa busca delimitar a partir de uma hermenêutica do contexto histórico, análise semântica e filológica e verificação sinótica, a fim de buscar seu significado em Mateus, onde o vocábulo é usado como um recurso estilístico cujo escopo expressa retidão moral e solidariedade como cumprimento da vontade do Pai. A solidariedade de Jesus em 3,15, teve seu ponto de partida na encarnação (se fez sa,rx, de Jo 1,14) e atingiu sua plenitude na cruz (na kh,nosij de Fl 2,6-11). Mateus toca o terreno da conduta humana, insistindo no caminho da justiça (21,32), compendiando a ética de Jesus como obediência irrepreensível ao Pai, numa solidariedade ativa que traz conseqüências para a vida da Igreja. A expressão dessa na América Latina se encontra na opção preferencial pelos pobres, pois Deus ao intervir na história humana nunca o fez de maneira neutra, mas sempre esteve ao lado dos fracos e oprimidos (cf. Ex 22,21-22; Dt 26,4ss; Is 58,2ss). É a mística do compromisso que tem na Doutrina Social da Igreja a busca constante de solidariedade com o gênero humano e sua história. O reino não se confunde com o estabelecimento de uma sociedade justa, mas não é indiferente a ela. O ensinamento sobre a justiça em Mateus se orienta na direção de um agir justo e solidário diante de Deus e por Ele, ou seja, conduta que expresse uma nova orientação da existência.
Abstract: The research has four chapters with an exegetical and theological study on the Greek word dikaiosu,nh (righteousness) in the Biblical context, as project, in the sermon of the mountain and as praxis, in the seven places where it appears (3:15; 5:6,10,20; 6:1,33; 21:32). Righteousness if you hunger or thirst (5:6), persecuted for righteousness sake (5:10) and it must surpass that of the scribes and the Pharisees (5:20). The imperative exhortations of 6:1,33 show that the intention guarantees rewards (6:1) and that priority, together with the kingdom is essential (6:33). Jesus must fulfil all righteousness (3:15), taking the path of the justice fully through which had come the prophets and, finally, John the Baptist (21:32). Jesus excludes the legal integralism and demands a perfection that is not ethical theatric, but a new way to act and to live, with the imperative exhortations of 6:1: beware (prose,cete) and 6:33 to you: seek (zhtei/te). The Kingdom and its justice have historical, social, economical and politics mediations in which the Christian is invited not to be anxious and but to free himself of the fear of losing security. The Hebrew Word hq"d"c. and the Greek dikaiosu,nh has passed semantic transformations that research seeks to define from a hermeneutic historical context, analysis semantics and philological and synoptic verification, in order to search its meaning in Matthew, where the word is used as a stylistic resource whose express moral rectitude and solidarity as to fulfill the will of the Father. The solidarity of Jesus in 3:15, had its starting point in the incarnation (the Word became sa,rx of Jo 1,14) and reached its fullness at the cross (the kh,nosij of Phi 2,6-11). Matthew touches the soil of human behaviour, insisting on the path of justice (21:32), as compendium of Jesus ethic´s as irreprehensible obedience to the Father, in an active solidarity that brings consequences for the life of the Church. The expression of this in Latin America is the preferential option for the poor persons, therefore God when intervening in history human being never made it in neutral ways, but always he was by the side of the weak and oppressed (cf. Ex 22:21-22; Deut 26:4ss; Isa 58:2ss). It is a mystic commitment that the Social Doctrine of the Church has and a constant search of solidarity with human nature and its history. The kingdom is not confused with the establishment of a just society, but it is not indifferent. The teaching about the righteousness in Matthew guides to the direction of fair act and just solidarity with God and for him, that is, behaviour that expresses a new orientation of the existence
Palavras-chave: Biblia -N. T. - Mateus - Critica e interpretacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Teologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia
Citação: Santos, Arthur Francisco Juliatti dos. The teaching about righteousness in Matthew: a theological and exegetical interpretation. 2011. 355 f. Tese (Doutorado em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18297
Data de defesa: 6-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arthur Francisco Juliatti dos Santos.pdf1,86 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.