???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18328
Tipo do documento: Dissertação
Título: Globalização excludente, trindade e evangelização, no contexto do Continente Americano
Autor: Costalunga, Agnese 
Primeiro orientador: Iwashita, Kuniharu
Resumo: A dissertação sobre: GLOBALIZAÇÃO EXCLUDENTE, TRINDADE e EVANGELIZAÇÃO, no contexto do Continente Americano faz emergir que a humanidade pode e deve construir redes de convivência humana local, nacional e internacional justa e fraterna para que, todos, possamos viver dignamente. Para que isso aconteça é necessário desenraizar os relacionamentos humanos de assaltos e usurpações dos bens da humanidade através da imposição da força brutal, econômica, política e social de poucos sobre toda a humanidade, deixando dois terços da população excluída do Banquete da Vida. Para tanto é necessário criar e manter permanentemente relacionamentos de justiça equitativa, de reconhecimento da igual dignidade humana de todos e de respeito aos direitos humanos de todas as pessoas e povos do planeta Terra. Não basta recordar os princípios, afirmar as intenções, fazer notar as injustiças gritantes e proferir denúncias proféticas; estas palavras ficarão sem efeito real, se elas não forem acompanhadas, para cada um em particular, de uma tomada de consciência mais viva da sua própria responsabilidade e de uma ação efetiva (AO 48). O paradigma de Deus Trindade revela-nos que viver à imagem e semelhança de Deus que nos cria e nos salva, nos faz viver recíproca e articuladamente a antecipação histórica do início da vida definitiva e plena à qual toda a humanidade é chamada a viver. Esta utopia está sempre em construção e exige de todos, permanentes esforços de conversão ao caminho de Emaus para Jerusalém (cf. Lc24,33-35). Neste caminhar podemos e devemos construir, na mútua confiança, na responsabilidade e no compromisso pessoal e social uma qualidade de vida digna sustentável, em benefício de cada pessoa e de cada povo. O acúmulo insustentável de bens, de poucos, reverte-se sempre em miséria e exclusão do bem viver de outros, alastrando-se em todo o Planeta e em todo o universo. A teologia, através do diálogo transdisciplinar com as entidades comprometidas com a construção da vida digna para todos, aponta caminhos de conversão de todos em benefício de todos. Solidariza-se com a população excluída do Banquete da Vida assumindo-a como sujeito de mudanças e como juiz dos que viveram acumulando bens, praticando injustiças, negando a fraternidade, a comunhão e a compartilha de tudo. A vida eclesial existe para ser espaço de experiência permanente do Reinado de Deus na humanidade e no mundo. Existe para que todos, caminhemos na comunhão e na participação de todos em redes de comunhão de comunidades no mundo: aldeia global. As religiões e as Igrejas não têm outro objetivo de existir senão o de celebrar, colaborar, incentivar e testemunhar a presença histórico-inicial do paraíso na vida de cada povo irmão. As celebrações e a vida pastoral celebram a vitória da vida sobre a morte e anunciam que em nosso meio não haveria pobres se praticássemos os mandamentos do Senhor (cf. Dt15,4-5)
Abstract: The dissertation on exclusive Globalization, Trinity and evangelization in the context of American continent did emerge that humanity can and must build on the networks of human living together local, national and international, just and fraternal so that everybody can live with dignity. For this to happen ,it is necessary to uproot human coexistence of assaults and encroachments of goods of humanity, through the imposition of brute force, economic, political and social of the few over all mankind, leaving two-thirds of the population excluded from the banquet of life. So it is necessary to create and maintain permanent relationships of equitable justice, recognition of the equal human dignity of all and respect for human rights of all people and peoples of planet Earth. It is not enough to recall principles, state intentions, point to crying injustice and utter prophetic denunciations; these words will lack real weight unless they are accompanied for each individual by a livelier awareness of personal responsibility and by effective action (AO 48). The paradigm of the Triune God reveals to us that to live in the image and likeness of God who created us and saves us, makes us live reciprocal and articulately the anticipation of the historic beginning of life to the final and full to which humanity is called to live. This utopia is always under construction and requires all, continuous efforts of conversion on the way of Emmaus to Jerusalem"(cf.Lk24,33-35).In this walk we can and should build on mutual trust, on responsibility and the on personal and social commitment on a quality of life worthy sustainable for the benefit of every person and every people. The accumulation of unsustainable goods, gradually, always reverts in misery and exclusion of the well-being of others, spreading across the planet and throughout the universe. The Theology through transdisciplinary dialogue with committed entities tries to build up decent life for all, points out ways of conversion for all for the benefit of all. Solidarity with the population excluded from the banquet of Life. assuming it as the subject of change and as a judge to those who live accumulating goods by practicing injustice, denying the fraternity, the communion and the sharing of everything. The ecclesial life exists to be space for the permanent experience of the Reign of God in the humanity and in the world. Exists so that everybody, may walk in communion and in the participation of all, in networks of communion of communities in the world: as global village. The religions and the churches have no other objective to exist other than to celebrate, to collaborate, to incentive, e to witness the presence of the initial historical paradise in the life of each co-brothren. The celebrations and pastoral life celebrate the victory of life over death and announce that in our midst there would be no poor if we practice the commandments of the Lord (cf. Deut15:4-5).
Palavras-chave: Globalização
Exclusão
Deus Trindade
Banquete da vida
Globalization
Exclusion
Triune god
Banquet of life
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Teologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia
Citação: Costalunga, Agnese. Globalização excludente, trindade e evangelização, no contexto do Continente Americano. 2013. 211 f. Dissertação (Mestrado em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18328
Data de defesa: 5-Aug-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Agnese Costalunga.pdf6,17 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.