???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18375
Tipo do documento: Dissertação
Título: A linguagem e o discurso teológico em Adolphe Gesché
Autor: Lima, Alexandre Patucci de 
Primeiro orientador: Manzatto, Antonio
Resumo: A linguagem tornou-se questão central no pensamento contemporâneo. Na Tradição clássica até inícios do sec. XX, foi concebida preponderantemente como mero instrumento do pensamento . Esta abordagem da linguagem como instrumento do pensamento, culminou na busca de uma linguagem universal, neutra e objetiva visando a edificação da Ciência. Neste caminho, também a Filosofia, no início do sec. XX, a partir de algumas correntes (Positivismo, Filosofia Analítica, Círculo de Viena), passou a proceder como análise de linguagem a fim de delimitar o que deveria ser considerado proposições com sentido e que agregam conhecimento, isto a partir de uma análise lógico-matemática e principalmente da verificação empírica. Na abordagem destes filósofos, as proposições da Metafísica, da Ética, da Religião e da Teologia foram consideradas como sem-sentido . Tal abordagem, aliada a outros fatores, colocou em questão a linguagem teológica . No entanto, no próprio seio da filosofia aprofundaram-se questões que permitiram recuperar o valor das várias outras formas de linguagens. Percebeu-se que a linguagem científica não é a única que veicula conhecimento , mas que há jogos de linguagens . Abordagens como as de Wittgenstein, Heidegger, Levinas e Paul Ricoeur aprofundaram tal aspecto plural da linguagem . Assim, abriram-se vias pelas quais a teologia pode (e deve) refletir sobre a natureza de sua linguagem. Nelas é que Adolphe Gesché se coloca. Ele não aborda sistematicamente a questão da linguagem teológica, nem mesmo sua teologia é estruturada como grande sistema ou manual. Ele oferece fragmentos de reflexão que permitem pensar a questão. Para Gesché é preciso ouvir de novo e recuperar o valor das palavras da fé . Para ele, a Teologia possui um discurso todo próprio sobre o homem e para o homem. Dialogando com a cultura contemporânea, Gesché visa mostrar a racionalidade própria da linguagem e do discurso da fé, e com isso anunciar que Deus é uma boa notícia para o homem
Abstract: The language became central issue in contemporary thought. In the classical tradition until the early twentieth century, it was designed primarily as a mere instrument of thought . This approach to language as a tool of thought, led to the search for a universal, neutral and objective language aiming at building up the science. In this way also philosophy in the early twentieth century, from some currents (positivism, Analytical Philosophy, Vienna Circle), started proceeding as language analysis in order to define what should be considered meaningful propositions which aggregate knowledge, this from a logical-mathematical analysis and especially from empirical verification. In these philosophers addressing, propositions of Metaphysics, Ethics, Religion and Theology are considered as meaningless . This approach, combined with other factors, put into question the theological language . However, in the very heart of philosophy, issues were deepened which allowed recovering the value of several other forms of languages. It was realized that scientific language is not the only one which conveys knowledge , but there are language games . Approaches such as Wittgenstein, Heidegger, Levinas and Paul Ricoeur deepened such plural aspect of language . Thus, ways were opened in which theology can (and should) reflect on the nature of its own language. In these ways Adolphe Gesché arises. He does not systematically address the theological language issue, not even his theology is structured as large system or manual. He offers fragments of reflection that allow us to think the matter. According to Gesché, it is necessary to hear again and recover the value of the words of faith . For him, theology has a speech entirely of its own about man and for man. In dialogue with contemporary culture, Gesché aims to show the specific rationality of faith s language and discourse, and thereby proclaim that God is good news for man
Palavras-chave: Linguagem
Discurso
Adolphe Gesché
Language
Speech
Theology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Teologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia
Citação: Lima, Alexandre Patucci de. A linguagem e o discurso teológico em Adolphe Gesché. 2016. 140 f. Dissertação (Mestrado em Teologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18375
Data de defesa: 8-Mar-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alexandre Patucci de Lima.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.