???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1842
Tipo do documento: Tese
Título: Ninfas e Jaguares: uma interrogação feminista sobre o universo religioso do Vale do Amanhecer
Título(s) alternativo(s): Ninfas e Jaguares: a feminist interrogation about universe of the Vale do Amanhecer
Autor: Rodrigues, Joice Meire 
Primeiro orientador: Nunes, Maria José Fontelas Rosado
Resumo: Esta pesquisa se dedica a discutir as relações de gênero presentes nas práticas do cotidiano ritualístico da comunidade religiosa denominada Vale do Amanhecer e seu contexto sócio-cultural, tendo como principal referencial teórico a investigação científica feminista. Entendemos que a abordagem feminista, enquanto crítica à modernidade, tem o propósito de focar essas relações, revelando questões costumeiramente marginalizadas e apontando quem oprime e quem sofre opressão em um sistema baseado na desigualdade de gênero. O Vale do Amanhecer foi criado e consolidado a partir das clarividências de sua fundadora, Neiva Chaves Zelaya, a Tia Neiva, e destaca-se pelo sincretismo de crenças, símbolos, estrutura de práticas ritualísticas e indumentárias utilizadas por seus/suas adeptos/as. Diante deste objeto de estudo, nossa proposta se associa ao esforço de compreender os papéis desempenhados por homens e mulheres para demonstrar como o determinante biológico sexo classifica as pessoas como aptas ou não para o desempenho de determinadas funções em algumas práticas ritualísticas. Considerando tais aspectos, é possível afirmar que este movimento religioso dá privilégios às funções masculinas, determina espaços para atuação das mulheres e define ideais de comportamento para eles e elas, reforçando a cultura androcêntrica presente na sociedade
Abstract: This research is dedicated to discussing gender relations present in the daily ritual practices of the religious community called Vale do Amanhecer and its socio-cultural context, the main theoretical feminist scientific research. We believe that the feminist approach, while criticism of modernity, is meant to focus on these relationships, usually revealing issues and pointing out who oppresses marginalized and those who suffer oppression in a system based on gender inequality. The Vale do Amanhecer was created and consolidated from the foresight of its founder, Neiva Chaves Zelaya, Tia Neiva, and is characterized by syncretism of beliefs, symbols, structure, ritual practices and costumes used by his / her fans / them. Faced with this object of study, our proposal is associated with the effort to understand the roles played by men and women to demonstrate how biological determinant classifies people as sex or not able to perform certain functions in some ritualistic practices. Considering these aspects, we can say that this religious movement gives privileges to male roles, determines performance spaces for women and defines the ideal behavior for them and them, reinforcing present in androcentric society
Palavras-chave: Vale do Amanhecer
Sincretismo
Religiosidade
Investigação científica feminista
Gênero
Syncretism
Religious
Feminist research
Gender
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Rodrigues, Joice Meire. Ninfas e Jaguares: a feminist interrogation about universe of the Vale do Amanhecer. 2011. 217 f. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1842
Data de defesa: 15-Dec-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joice Meire Rodrigues.pdf3,51 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.