???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18539
Título: Psicanálise e existencialismo: do método das ciências naturais à fenomenologia
Autor: Devescovi, Lauro Balieiro
Primeiro orientador: Freire, Carlos Eduardo Carvalho
Resumo: Apoiado no desenvolvimento das ciências naturais, a psicologia surgiu com a proposta de ser uma ciência exata. Para isso, diversas foram as tentativas para se gerar conhecimento acerca do homem que pudesse servir para o entendimento e controle do comportamento humano. Dentre estas tentativas está a psicanálise de Sigmund Freud. Trabalhando com pacientes em clínica, Freud buscou criar uma teoria que abarcasse todos os fenômenos psíquicos. Dessa maneira, chegou a uma formulação admiravelmente articulada, no entanto, que não poderia ser utilizada em seus atendimentos clínicos. Dessa forma, passou-se a se questionar se o método das ciências naturais era o mais apropriado para se explicar (ou compreender) o ser humano. Uma saída encontrada para isso foi dada por Edmund Husserl que, via uma percepção mais originária da relação do homem com seu mundo, que não fosse a das ciências naturais que partem sempre da dicotomia sujeito-objeto para explicar o ser humano, cria o método fenomenologia que tem como principal objetivo compreender (e não explicar) o homem. Tal método será usado, por sua vez, pelos existencialistas que, somando-se à concepção de homem de Martin Heidegger, criarão meios valiosos de atuar em clínica. O projeto inicial de uma psicologia exata se desfaz, e com isso, o valor da teoria psicanalítica se torna duvidoso, sendo considerada mais uma teoria especulativa aos moldes metafísicos do que tocando a realidade palpitante que se mostra. Dessa forma, deveria esta ser descartada, ou haveria alguma saída para essa teoria, já que sua função clínica é secundária e seria utilidade apenas para construção de hipóteses esporádicas?
Palavras-chave: História da psicologia
Epistemologia
Existencialismo
Fenomenologia
Psicanálise
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Programa: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Citação: Devescovi, Lauro Balieiro. Psicanálise e existencialismo: do método das ciências naturais à fenomenologia. 2007. 69 f. (Mestrado em Trabalho de Conclusão de Curso - TCC) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18539
Data de defesa: 30-Nov-2007
Appears in Collections:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lauro Balieiro Devescovi.pdf308,2 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.