???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18552
Título: Compreendendo as necessidades da criança doente em casa de apoio: o desenho como ferramenta para facilitar a comunicação
Autor: Pinto, Sandra Bennett 
Primeiro orientador: Rubano, Denize R.
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo verificar como o desenho pode ajudar a criança a discriminar e descrever o que sente. Como a maioria das crianças tem dificuldade em identificar e expressar os sentimentos procurou-se investigar se o desenho pode ser uma ferramenta importante para ajudá-las a expressar suas emoções e dessa forma, auxiliá-las no processo de estabelecimento de auto-estima, autocontrole e adaptação social. Participaram do estudo nove crianças (4 meninas e 5 meninos), com idades entre 4 e 8 anos de idade, que estavam realizando tratamento ou acompanhamento médico e morando em casa de apoio em São Paulo. A maioria das crianças é portadora de doenças graves cujo tratamento implica em hospitalização, quimioterapia e procedimentos invasivos (incluindo transplantes). Muitas delas estão realizando tratamento há muitos anos e precisam voltar constantemente à instituição para realizar acompanhamento médico ou novos tratamentos (em caso de recidiva). As crianças foram divididas em dois grupos: no primeiro grupo as crianças relataram um evento relacionado a uma emoção e, em seguida desenharam e relataram um evento relacionado a outra emoção; as crianças do segundo grupo desenharam e relataram o evento relacionado a uma emoção e em seguida apenas relataram um evento relacionado a uma outra emoção. Cada criança falou, portanto, sobre duas emoções (tristeza e felicidade). Os resultados indicam que ao realizarem uma atividade com desenho, as crianças fazem narrativas mais detalhadas e revelam mais emoções do que nas condições em que são solicitadas apenas a falarem sobre suas vidas. Esse resultado é consistente com os trabalhos de Gross e Hayne (1998) e Lev-Wiesel e Liraz (2007) que concluíram que desenhar está relacionado a um aumento da quantidade de informação relatada por crianças sobre suas experiências
Palavras-chave: Crianças
Desenho
Emoções
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Programa: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Citação: Pinto, Sandra Bennett. Compreendendo as necessidades da criança doente em casa de apoio: o desenho como ferramenta para facilitar a comunicação. 2007. 53 f. (Mestrado em Trabalho de Conclusão de Curso - TCC) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18552
Data de defesa: 23-Nov-2007
Appears in Collections:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sandra Bennett Pinto.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.