???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18741
Título: A subjetividade constituída a partir da desigualdade social: os significados e os sentidos produzidos por um trabalhador
Autor: Atilano, Andréa Carla de Souza 
Primeiro orientador: Ozella, Sergio
Resumo: Através da relação do homem com o seu meio social, sentidos e significados são produzidos e passam a fazer parte da sua dimensão subjetiva. A população brasileira é marcada por uma enorme desigualdade social que exclui grande parte de seus indivíduos da sociedade, com qualidade de vida precária e desumana. O não acesso aos direitos sociais e as relações que são vivenciadas por estes indivíduos constitui uma subjetividade repleta de sentimentos, desejos, valores e sofrimentos que podem ser apreendidos através do discurso destes indivíduos. A presente pesquisa teve como objetivo estudar a constituição da subjetividade a partir da desigualdade social de um trabalhador de baixa renda, cujo emprego é de baixo prestígio social. O material do estudo foi obtido através de um encontro com um trabalhador, onde foi realizada entrevista semi-estruturada. Foi realizada uma análise construtiva/interpretativa do material, de acordo com os pressupostos teóricos e metodológicos da Psicologia Sócio-Histórica. Através da análise foi possível uma apreensão das contradições do sujeito, as quais são entendidas como condição para a constituição da sua subjetividade, assim como para apreensão dos sentidos produzidos pelo sujeito. A partir do discurso do sujeito foi possível perceber que tais contradições se apresentam em seu cotidiano e, desta forma, o significado atribuído ao trabalho é o que impulsiona o sujeito para a ação, uma vez que nele se encontram as possibilidades de superação das adversidades sociais, ainda que precise se submeter a uma atividade que gera diversos sentimentos, significados pelo sujeito como desrespeito e preconceito
Palavras-chave: Trabalhador
Subjetividade
desigualdade social
Psicologia sócio-histórica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Programa: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Citação: Atilano, Andréa Carla de Souza. A subjetividade constituída a partir da desigualdade social: os significados e os sentidos produzidos por um trabalhador. 2008. 91 f. (Mestrado em Trabalho de Conclusão de Curso - TCC) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18741
Data de defesa: 15-Dec-2008
Appears in Collections:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andrea Carla de Souza Atilano.pdf406,51 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.