???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18836
Tipo do documento: Tese
Título: O dispositivo equipe em Saúde Mental na Atenção Básica à Saude: um fazer entre profissões
Título(s) alternativo(s): The team appatatus in Mental Health on Primary Health Care: a make in between professions
Autor: Ribeiro, Sérgio Luiz
Primeiro orientador: Vicentin, Maria Cristina G.
Resumo: Trata-se de um estudo sobre o dispositivo equipe nos serviços da Atenção Básica à Saúde em suas ações de saúde mental e o trabalho entre profissões, entendidos como mecanismos fundamentais para a Reforma Psiquiátrica na perspectiva da Atenção Psicossocial. Os objetivos específicos foram: 1) sistematizar o debate sobre o processo de trabalho em equipe no campo da Reforma Psiquiátrica; 2) identificar e analisar o funcionamento e as dimensões de grupalidade e entre profissões da equipe de saúde acompanhada. O trabalho foi organizado em duas partes. A primeira tratou da emergência histórica do dispositivo equipe a partir das contribuições da Reforma Psiquiátrica na Europa em torno do processo de trabalho. Nesta parte também apresentamos os conceitos produzidos por profissionais e pesquisadores brasileiros sobre o trabalho em equipe no campo da saúde: Campo e Núcleo de Competência e Responsabilidade, Clínica Comum e o Entre-profissões, que foram, ao lado do conceito de dispositivo, nossas ferramentas de análise. A segunda parte deste trabalho foi a realização de uma pesquisa-intervenção, na perspectiva da análise institucional francesa, junto a uma Unidade Básica de Saúde – o Centro de Saúde Mental – que realiza o atendimento em saúde mental em um pequeno município do interior do Estado de São Paulo. Esta consistiu no acompanhamento das atividades deste serviço e na realização de quatro encontros temáticos com a equipe em torno do seu processo de trabalho. Este serviço funciona como um híbrido, realizando ao mesmo tempo práticas como Unidade Básica de Saúde e como Ambulatório de Saúde Mental e outras que se aproximam do trabalho de um Centro de Atenção psicossocial. Tal disposição híbrida sugere que há nesta experiência potências para forjar no âmbito de um município pequeno a singularidade da atenção em saúde mental. No seu processo de trabalho esta equipe opera as fronteiras profissionais e as tensões na construção de um entre-comum, com o entendimento que a multiplicidade é um motor desta produção, e ao mesmo tempo, que é fundamental o respeito às diferenças de opiniões e práticas no dia a dia. Deste modo, evidencia-se que é importante que os serviços de saúde, além das atividades organizativas, criem possibilidades de atuações conjuntas e de encontro dos profissionais que favoreçam a tessitura e reflexão do entre-profissional e o fazer do comum da equipe. Os profissionais do serviço acompanhado têm sido desafiados a exercer o protagonismo da construção de uma rede de cuidado em saúde mental no município. Mas têm enfrentado dúvidas de assumir este protagonismo e as dificuldades da pouca oferta de serviços, equipamentos e programas, o preconceito e uma visão medicalizante do sofrimento psíquico presentes neste território. Neste contexto, consideramos necessária a discussão de outras possibilidades de financiamento e de tipos de serviços de saúde mental, que possam ser efetivadas nos pequenos municípios, a maioria dos existentes no país, de acordo com as necessidades e possibilidades que apresentam
Abstract: It is a study of the team apparatus in the primary health care services in their mental health activities and the work a between professions, understood as fundamental mechanisms for Psychiatric Reform from the perspective of Psychosocial Attention. The specific objectives were: 1) systemize the debate on the process of working as a team in the field of Psychiatric Reform; 2) identify and analyze the operation and dimensions of groupality and between professions in accompanied health team. The work was organized in two parts. The first dealt about the historical emergence of the team apparatus from the contributions of Psychiatric Reform in Europe around the work process. In this part we also present the concepts produced by brazilians professionals and researchers on the team work in the health field: Field and Core Competence and Responsibility, Common Clinic and the Between-professions, that were combined with the concept device, our analysis tools. The second part of this work was the realization of an intervention-research in a view to French Institutional Analysis, in a Basic Health Unit - the Mental Health Center, wat do the mental health care in a small town in the São Paulo State. This consisted in the accompaniment the activities of this service and realization four thematic meetings with the team about their work process. This service work it as a hybrid, performing, at the same time, practice as Basic Health Unit and how Mental Health Ambulatory and others who approach the work of a Psychosocial Care Center. Such hybrid arrangement suggests that there is this experience powers to forge under a small municipality the singularity of mental health care. In their work process this team operates professional borders and tensions in building one between-common, with the understanding that the multiplicity is an engine of this production, and at the same time, which is fundamental respect for differences of opinions and practices in daily. Is important that the health services, in addition to organizational activities, create possibilities for joint performances and encounters of professionals that weave the reflection of between-professions and do the common in team. The professionals of Mental Health Center have been challenged to exercise the protagonist in building a care mental health network in the city. But have faced doubt take on this role, the difficulties of short supply of services, equipment and programs, preconception and a medicalized view of psychic suffering present in this territory. In this context, we consider it necessary to discuss other financing possibilities and types of mental health services, which can take effect in small cities, the most in Brazil, according to your needs and possibilities
Palavras-chave: Saúde mental
Atenção Psicossocial
Atenção Básica à Saúde
Mental health
Psychosocial Attention
Primary Health Care
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Ribeiro, Sérgio Luiz. O dispositivo equipe em Saúde Mental na Atenção Básica à Saúde: um fazer entre profissões. 2016. 160 f. Tese (Dioutorado em Psicologia: Psicologia Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18836
Data de defesa: 28-Mar-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sérgio Luiz Ribeiro.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.