???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18901
Tipo do documento: Dissertação
Título: O tema família no ensino-aprendizagem de Língua Inglesa: a prática docente na constituição de contextos de empoderamento
Título(s) alternativo(s): Family as a Topic in a Teaching-Learning English Language Context: teaching practices in the constitution of empowerment contexts
Autor: Reginaldo, Fabiane da Silva 
Primeiro orientador: Magalhães, Maria Cecilia Camargo
Resumo: Esta pesquisa tem o objetivo geral de discutir o papel político do professor em um contexto de ensino-aprendizagem de língua inglesa em escola pública. O foco está em discutir em que medida as práticas docentes de uma professora-pesquisadora de língua inglesa caracterizam-se como ativistas criando um contexto de letramento crítico, constituição cidadã e empoderamento dos alunos por meio do tema família. Os participantes desta pesquisa são 19 alunos de uma turma do 6º ano do ensino fundamental de uma escola da rede municipal de ensino e a professora pesquisadora. O corpus é formado por excertos de vídeo-gravações que foram produzidos durante as aulas em que um material didático elaborado pela professorapesquisadora foi utilizado. Esta investigação está inserida no campo da Linguística Aplicada Crítica e Transgressiva (RAJAGOPALAN, 2003; PENNYCOOK, 2006) e embasada na Teoria Sócio-Histórico-Cultural (VYGOTSKY, [1934] 2000). Situa-se no quadro teórico-metodológico da Pesquisa Crítica de Colaboração (MAGALHÃES 1994, 2001, 2012), caracterizando-se como intervencionista, pois o foco está na compreensão e transformação de modos de agir dos participantes nos contextos escolares, pautados em questões de justiça, empoderamento e cidadania crítica (MAGALHÃES, 2012). Em consonância com Rajagopalan (2008), este trabalho se distancia da concepção de que a única meta de ensino-aprendizagem de língua inglesa é preparar o aluno para uma cultura diferente. Nessa direção, propõe uma discussão com base na perspectiva dos multiletramentos (ROJO, 2009, 2012; KALANTZIS e COPE,2008, 2013) ao levantar questões relacionadas a alternativas docentes que levem em consideração o contexto sócio-histórico dos alunos e questões emergentes da contemporaneidade. Os resultados mostram que a prática docente, a partir de um material didático elaborado pela professora-pesquisadora, propiciou um contexto de constituição de cidadania e de empoderamento aos alunos frente ao tema família. Também apontam para a possibilidade de apropriação da língua inglesa por meio de práticas que foram relevantes para a vida dos alunos ao relacionar escola e sociedade e criar espaços de participação ativa e crítica
Abstract: The overall aim of this piece of research is discussing the political role of English language teachers in a state school. The focus is discussing how far the teaching practices adopted by the teacher-researcher can be described as activist, making for critical literacy contexts, citizenship and empowerment of students when working with family as a topic.The participants of the research were nineteen 6th graders at a public school as well as the teacher-researcher. The corpus consists of video recording excerpts which were produced during the lessons in which the teaching material used has been designed by the teacher-researcher. This work subscribes to the area of Critical and Transgressive Applied Linguistics (RAJAGOPALAN, 2003; PENNYCOOK, 2006) and is grounded on the Socio-Historical Cultural Theory (VYGOTSKY 1934 2000). The theorical and methodological framework used was the Critical Collaborative Research (MAGALHAES 1994, 2001, 2012), which characterizes it as interventionist because it focuses on understanding and transforming the participants' actions at school, guided by matters of ethics, empowerment and critical citizenship (MAGALHAES, 2012).As supported by Rajagopalan (2008), this work rejects the notion that the only aim of teaching and learning English is preparing students for a different culture. In this sense, this work brings about a discussion based on the multiliteracies perspective (ROJO, 2009, 2012, KALANTZIS e COPE, 2008, 2013) as it poses questions about teaching choices which take into account the students' socio-historical backgrounds and also questions stemming from the contemporary world.The results show that the teaching practice, based on materials designed by the teacher-researcher, provided a context for citizenship and learning of English through practices relevant to the students' lives as it connects school and society and makes room for active and critical participation
Palavras-chave: Práticas docentes ativistas
Empoderamento
Ensinoaprendizagem de língua inglesa
Activist teaching practices
Empowerment
English language teaching
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Reginaldo, Fabiane da Silva. O tema família no ensino-aprendizagem de Língua Inglesa: a prática docente na constituição de contextos de empoderamento. 2016. 146 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18901
Data de defesa: 27-Jun-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fabiane da Silva Reginaldo.pdf11,35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.