???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19547
Tipo do documento: Tese
Título: Narrador escafandrista: um estudo sobre fotografia e rememoração na cultura das redes
Título(s) alternativo(s): The diver narrador: a study about photography and rememoration at network culture
Autor: Garcia, Camila Lopes 
Primeiro orientador: Baitello Junior, Norval
Resumo: Em virtude da migração tecnológica do analógico para o digital, as fotografias domésticas perderam sua fisicalidade e passaram a flutuar no virtual (D. Kamper), ou, mais especificamente, nos smartphones e nas redes sociais digitais online. Isto foi o que desencadeou a necessidade de um novo pensar, tanto filosófico quanto antropológico acerca dos fundamentos da “imagem técnica nulodimensional” (V. Flusser) ou “pósfotográfica” (J. Fontcuberta). Deste modo, a presente pesquisa tem por escopo investigar como se configuram as narrativas memorialísticas que envolvem estas fotografias, além de buscar um maior entendimento sobre os processos de "cura" (W. Benjamin) e de regeneração dos vínculos afetivos presentes nas narrativas orais autobiográficas. A pergunta que motivou a pesquisa foi: Na cultura das redes, quem é o narrador, ou o enunciador, das histórias pessoais? A hipótese inicial concentra-se na ideia de que neste ambiente comunicacional, fundamentado nos conceitos de “aceleração, espaço global e tempo contínuo”, pensados por Lucrécia Ferrara, quem assume o leme da narrativa memorialística é o programa ou, simplesmente, "a máquina". Como desdobramento, apresentou-se a figura de um novo narrador, o "escafandrista”, uma imagem metafórica que tenta traduzir a violência gerada pelas condições impostas por um ambiente que privilegia o sentido de distância, a visão, subjugando os sentidos corporais de proximidade. O referencial teórico da pesquisa utiliza como alicerce conceitual as ferramentas propostas por Norval Baitello Jr. acerca dos "ambientes comunicacionais", "sedação" e "extremófilo humano". Malena Contrera contribui com o conceito de “consciência hipnógena” e a potente metáfora do “zumbi” a fim de representar os indivíduos na sociedade midiática. Vilém Flusser aporta com sua “teoria geral dos gestos” e Walter Benjamin, eixo norteador da tese, vem auxiliar com os conceitos de "experiência", "rememoração" e "narrador autêntico"
Abstract: Because of the technology transition from analogue to digital, domestic photographies lost their shape and were immersed in the virtual environment (D. Kamper), or more specifically, on smartphones and social networks. That was what triggered the need of a new line of thought, either philosophical or anthropology of the fundaments of a "nodimensional technical image" (V. Flusser) or "post-photographic" (J. Fontcuberta). Thus, this research has as scope to investigate how to feature the memoralistic narrative in photographies, and seek a greater understanding of the "healing" process (W. Benjamin) and regeneration of affective bonds present in the autobiographical oral narratives. The question that motivated the research is: in the network culture, who is the narrator, or the speaker, of the personal stories? The initial hypothesis focuses on the idea that this communicational environment based on the concepts of "acceleration, global space and continuous time", developed by Lucrécia Ferrara, what commands the narrative memoirs is the program or simply "the machine". As an unfold, was also presented the "diver", a metaphorical image that attempts to translate the violence generated by the conditions imposed by an environment that favors the sense of distance, vision, subduing the body senses of proximity. The theoretical research used in this paper as a conceptual foundation are the tools proposed by Norval Baitello Jr. about "communication environments", "sedation" and "human extremophile". Malena Contrera contributes to the concept with "hypnogenic consciousness" and the powerful metaphor of "zombie" to represent individuals in the media society. Flusser contributes with his "general theory of gestures" and Walter Benjamin, a guide to the thesis, is assisting with the concepts of "experience", "rememoration" and "authentic narrator."
Palavras-chave: Fotografia doméstica
Fotografia digital
Escafandrista
Álbum de família
Domestic photographies
Digital photographies
Diver
Family album
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Garcia, Camila Lopes. Narrador escafandrista: um estudo sobre fotografia e rememoração na cultura das redes. 2016. 140 f. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19547
Data de defesa: 1-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Lopes Garcia.pdf58,98 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.