REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/19746
Tipo: Dissertação
Título: Vozes de Stella: Leitura. Escritura. Poesia
Autor(es): Alves, Nathaly Felipe Ferreira
Primeiro Orientador: Oliveira, Maria Rosa Duarte de
Resumo: O objetivo desta pesquisa é examinar, nos poemas que compõem ―Reamanhecer‖, segunda parte do livro Amanhecência (1974), de Stella Leonardos, as relações entre leitura/escritura no exercício metapoético de apropriação de poemas de expressão modernista da literatura brasileira. Tal reescritura metapoética opera por meio do pensamento analógico, em que se esboça a figura do ―poeta crítico‖ em sua relação com a tradição. Neste movimento duplo, fundamentado no deslocamento do sujeito lírico para ―fora de si‖, advém a nossa hipótese de pesquisa: a de um singular ―livro-antologia‖ no qual a poeta se apropria dos poemas com os quais dialoga por meio de dois procedimentos: o de ―expansão‖, gerador do ―canto paralelo‖ e o de ―redução‖, em que a glosa das epígrafes é recurso chave, ambos alicerçados na perspectiva metapoética. Como fundamentos teóricos para a análise, destacamos os estudos de Eliot (1989) e Maciel (1999) sobre a ―poesia crítica‖; Valéry (2007), Blanchot (1987; 2013) e Badiou (2002) no que se refere ao estatuto do pensamento poético; além de Collot (2004) sobre o ―sujeito lírico fora de si‖. A metodologia de análise do corpus de pesquisa – 6 poemas de ―Reamanhecer‖ (―Qualquer coisa chora pelo mar aberto‖, ―Paulistana‖, ―Soneto de ar amigo‖, ―Da bomba‖, ―Do antológico bêbedo‖ e ―Soneto alado‖) –, que dialogam com poemas de Ribeiro Couto, Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Dante Milano e Jorge de Lima, respectivamente, privilegiou a análise comparativa entre eles. A conclusão é a de que Stella Leonardos cria uma singular ―história da literatura escrita em verso‖, que determina não apenas um novo conceito de antologia poético-crítica, revitalizadora de uma história sincrônica da literatura brasileira, conforme indica Haroldo de Campos (1969), mas também projeta um instigante exercício metapoético de formação do leitor literário
Abstract: The aim of this study is to analyse the relations between reading and writing processes in the metapoetic exercise appropriation of modernist expression poems of Brazilian Literature, in the poems that compose ―Reamanhecer‖, second part of Stella Leonardos‘ poetry book Amanhecência (1974). This metapoetic rewriting operates by means of an analogical thinking, in which the figure of the ―critical poet‖ in his relationship with tradition is outlined. By this double movement, founded on the relocation of the lyrical subject ―out of itself‖, this research hypothesis arises on a singular ―book-anthology‖ in which the poet seizes the poems which she dialogues with, based on two procedures: the ―expansion‖, generator of the ―parallel song‖, and the ―reduction‖, in which the gloss of the epigraphs is a key resource – both on the bases of the metapoetic perspective. The theoretical foundations for the analysis are arised on the studies of Eliot (1989) and Maciel (1999) on the field of ―critical poetry‖; Valéry (2007), Blanchot (1987; 2013) and Badiou (2002) regarding to the status of poetic thinking; in addition to Collot (2004) on the ―lyrical subject out of itself‖. The methodology of analysis of the corpus – six poems of ―Reamanhecer‖ (“Qualquer coisa chora pelo mar aberto”, “Paulistana”, “Soneto de ar amigo”, “Da bomba”, “Do antológico bêbedo” and “Soneto alado‖), which dealings with poems of Ribeiro Couto, Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Dante Milano e Jorge de Lima, respectively – focused on the comparative analysis perspective of the poems. It is concluded that Stella Leonardos creates a singular ―history of literature written in verse‖ which determines not only a new concept of poetic-critical anthology, revitalizing a synchronic history of Brazilian Literature, as proposed by Haroldo de Campos (1969), but also envisages an instigating metapoetic exercise in the formation of the literary reader
Palavras-chave: Stella Leonardos
Reamanhecer‖
Metapoesia
Reamanhecer‖
Metapoetry
Poetic-critical anthology
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Alves, Nathaly Felipe Ferreira. Vozes de Stella: Leitura. Escritura. Poesia. 2017. 102 f. Dissertação( Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo .
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19746
Data do documento: 16-Fev-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nathaly Felipe Ferreira Alves.pdf996,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.