REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/19777
Tipo: Dissertação
Título: A miséria inconfessa em cada um de nós: uma análise das relações entre os folhetins de Nelson Rodrigues com o suporte jornalístico
Título(s) alternativo(s): The unconfessed misery in each one of us: an analysis of the relations between Nelson Rodrigues' newspaper serials and journalistic support
Autor(es): Moreira, Fernanda Maffei
Primeiro Orientador: Darin, Leila Cristina de Melo
Resumo: Nelson Rodrigues é o representante máximo do teatro moderno brasileiro. Embora sua produção mais marcante e conhecida tenha sido no campo teatral, o dramaturgo contribuiu de forma significativa para a literatura com outros gêneros como romances, contos, crônicas, consultório sentimental e folhetim. A presente pesquisa tem por foco o estudo de sua obra folhetinesca, examinando a relação de seus folhetins com o suporte jornal. Para tal, foram selecionados para análise dois folhetins: Minha vida, de 1946, escrita sob o pseudônimo de Suzana Flag, publicada na revista A Cigarra, e A mulher que amou demais, de 1949, escrita sob o pseudônimo de Myrna, publicada nos jornais cariocas Diário da Noite e Última Hora. A escolha desses dois folhetins deve-se ao fato de que são duas produções de Nelson Rodrigues com pseudônimos femininos diferentes. A fundamentação teórica inclui estudos sobre a produção literária de Nelson Rodrigues como os de R. Castro (1992), Rodrigues (1986), Rodrigues (2012), e ensaios teóricos e críticos sobre o folhetim, com base nas obras de Meyer (1996) e de Serra (1997). Dentre os autores que tratam das relações entre jornalismo e literatura, encontram-se Costa (2005), Bulhões (2006), Brito (2007) e Pena (2013). Foram também consultados entrevistas e textos divulgados em sites especializados. Quanto à metodologia, a análise dos dois pseudônimos de Nelson Rodrigues, Suzana Flag e Myrna, é realizada a partir de considerações sobre elementos do gênero folhetim como suspense, gancho, peripécia, clímax e desfecho, bem como sobre a forma como foram construídos os folhetins e a repercussão/aceitação do público. A análise comparativa entre os dois folhetins busca correlacionar características semelhantes ou distintas como narrativa, enredo, tempo, espaço, personagens e temas. Somando a esses aspectos, investiga-se como a relação com o suporte jornal influenciou na construção dos folhetins
Abstract: Nelson Rodrigues is the maximum representative figure of Brazilian modern theater. Although his most remarkable and famous productions were in the theater area, the playwriter had contributed significantly for the literature with other genres such as novels, tales, chronicles, sentimental consultant and newspaper serials. This research has its focus on the study of his newspaper serials works , examining the relation of the newspaper serials with the journal support. For this, two newspaper serials have been selected for analysis: Minha vida, from 1946, written by the pseudonym of Suzana Flag, published on the magazine A Cigarra, and A mulher que amou demais, from 1949, written by the pseudonym of Myrna, published on the carioca newspaper Diário da Noite e Última Hora. The choice of these two newspaper serials is the fact that they are two productions of Nelson Rodrigues with two feminine pseudonyms. The theoretical foundation includes studies about the literary production of Nelson Rodrigues as the ones of R. Castro (1992), Rodrigues (1986), Rodrigues (2012), and both theoretical and critical essays about the newspaper serial, based on the works of Meyer (1996) and from Serra (1997). Among the authors that deal with the relation between journalism and literature, we found Costa (2005), Bulhões (2006), Brito (2007) and Pena (2013). Were also consulted interviews and texts released on specialized websites. As for the methodology, the analysis of the two pseudonyms of Nelson Rodrigues, Suzana Flag and Myrna, is accomplished starting of consideration on elements of the newspaper serial genre as thriller, cliffhanger, incident, climax and outcome, as well as the way how newspaper serials were constructed and the repercussion/acceptance of the public.The comparative analyses between the two newspaper serials searches to correlate similar or different characteristics such as narrative, plot, time, space, characters and themes. Adding to these aspects, we investigate how the relation with the journal support had influenced the building of the newspaper serials
Palavras-chave: Rodrigues, Nelson (1912-1980) - Crítica e interpretação
Folhetim
Suporte jornal
Newspaper serial
Newspaper support
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Moreira, Fernanda Maffei. A miséria inconfessa em cada um de nós: uma análise das relações entre os folhetins de Nelson Rodrigues com o suporte jornalístico. 2016. 123 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19777
Data do documento: 23-Fev-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Fernanda Maffei Moreira.pdf2,7 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.