REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/19779
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorRocha, Carolina dos Santos-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8220016Z7por
dc.contributor.advisor1Palo, Maria José-
dc.date.accessioned2017-03-15T13:35:22Z-
dc.date.issued2017-02-24-
dc.identifier.citationRocha, Carolina dos Santos. A descoberta do frio, de Oswaldo de Camargo: a inscrição da novela no espaço ficcional da literatura negro-brasileira. 2017. 96 f . Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/19779-
dc.description.resumoEsta dissertação propõe-se a analisar e interpretar a obra A descoberta do frio (2011), novela inaugural de Oswaldo de Camargo. O objetivo é investigar o 'eu' enunciativo negro e avaliar a maneira como a estética do gênero novela pode contribuir para a sua construção literária. A problemática assim se descreve: Em que medida a temática histórica relacionada à literatura negro-brasileira revela-se uma contribuição estrutural para a construção ficcional da novela A descoberta do frio? Quais são os elementos histórico-culturais que se destacam na constituição da novela em integração à estética camarguiana com base nos paradigmas da Literatura Negra? A resposta alcançada por meio da hipótese descreve a leitura da enunciação concretizada por um modo de narrar ficcional descritivo, que contribuiu para demonstrar a incompletude e o silêncio inscritos no enunciado, como espaços reconfiguradores do passado histórico revisitados pela consciência do narrador no presente narrativo, entre o dito e o não-dito, uma vez justificado pela metáfora da "poética do frio". A investigação a respeito do eu enunciativo negro apoiou-se nos autores e subtemas seguintes:o eu-que-quer-ser-negro, por Zilá Bernd (1988); a construção estética do gênero novelesco, pelos autores Massaud Moisés (1983), Stalloni (2001) e Aubrit (2002); a questão histórica referente às nomenclaturas literatura negro-brasileira e literatura afro-brasileira sustentadas por Zilá Bernd (1988), Eduardo de Assis Duarte (2011), Maria Nazareth Soares Fonseca (2011); e Luiz Silva Cuti (2010); além das contribuições de Bakhtin que justificaram a presença do heterodiscurso no romance (2015)por
dc.description.abstractThis paper intends to analyze and interpret the work A descoberta do frio (The discovery of cold) (2011), inaugural novel from Oswaldo de Camargo. The objective is to investigate the black enunciate'I' and evaluate the way the novel genre may contribute for its fictional construction. The problematics is as such: in which way the historic theme related to the Afro-Brazilian literature reveals itself as a structural contribution for the construction of the esthetic of the novel A descoberta do frio (The discovery of the cold)? Which are the historical-cultural elements that are highlightedin the constitution of the novel integrated to the esthetic of the author based on the paradigms of Afro-Brazilian Literature? The answers we have reached were by means of the hypothesis that the literature of enunciation was favored by a way to narrate that is contemporaneous and descriptive. It contributes to demonstrate the incompleteness and the silence inserted in the enunciate, as spaces reconfiguring the historical past revisited by the narrator's conscience in the narrative present, between what was said and unsaid, once justified by the metaphor of the "poetic of the cold". The investigation regarding the African-Brazilian “enunciated I” was supported by research conducted on the authors and following subthemes: “the- I-who-wants-to-be-black, by Zilá Bernd (1988); the esthetic construction of the novel genre, by the authors Massaud Moisés (1983), Stalloni (2001) and Aubrit (2002); the historical question concerning the classifications of black-Brazilian literature and African-Brazilian literature supported by Zilá Bernd (1988), Eduardo de Assis Duarte (2011), Maria Nazareth Soares Fonseca (2011); and Luiz Silva Cuti (2010); besides the contributions of Bakhtin that justify the presence of hetero speech in the novel (2015)eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/41312/Carolina%20dos%20Santos%20Rocha.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFaculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artespor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literáriapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCamargo, Oswaldo de [1936-]por
dc.subjectA descoberta do frio (2011)por
dc.subjectLiteratura negro-brasileirapor
dc.subjectThe discovery of the cold (2011)eng
dc.subjectNoveleng
dc.subjectAfrican- Brazilian literatureeng
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIApor
dc.titleA descoberta do frio, de Oswaldo de Camargo: a inscrição da novela no espaço ficcional da Literatura Negro-brasileirapor
dc.title.alternativeA descoberta do frio (The discovery of cold) by Oswaldo de Camargo: the inclusion of the novel in the fictional space of the Afro-Brazilian Literatureeng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carolina dos Santos Rocha.pdf737,2 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.