???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2011
Tipo do documento: Tese
Título: Seminário Episcopal de São Paulo e o paradigma conservador do século XIX
Autor: Martins, Patrícia Carla de Melo
Primeiro orientador: Londoño, Fernando Torres
Resumo: A ubiqüidade do catolicismo brasileiro faz dele um rico objeto de análise para a compreensão da cultura vigente nas diferentes regiões do país. Trata-se de uma religião que estendeu suas características sobre os diferentes traços do regionalismo brasileiro que, ao mesmo tempo, acompanha as transições político-culturais históricas do país. A pesquisa voltada à análise conjuntural do catolicismo paulista privilegia o local da elaboração de significados elementares da organização estrutural do catolicismo frente à modernidade contemporânea, sem os quais não seria possível atingir a sua superestrutura, que tem acompanhado os processos de complexificação das sociedades globais. O Seminário Episcopal de São Paulo, fundado em 1856, é nesta pesquisa avaliado como um elemento estruturante do catolicismo brasileiro, na segunda metade do século XIX. Partindo das premissas da História Cultural, construída sobre as bases da Antropologia e Sociologia da Cultura, a religião é um local de produção de linguagem, instrumento de comunicação, que, como tal, produz uma estrutura de conhecimento. Para se chegar à constatação dessa classificação do catolicismo que legitima práticas e representações socioculturais em território paulistano, são analisados os documentos produzidos e utilizados pelo Seminário Episcopal de São Paulo, poliantéias comemorativas; atas de reunião; pequenas publicações das festas comemorativas; estatutos e regulamentos interno; livros de contabilidade, correspondências pessoais, entre outros que constituíram as bases estruturantes do sistema de ensino que ali se aplicava. O Seminário de São Paulo foi fundado para atender aos interesses tanto da hierarquia católica romana, que tornava o catolicismo uma religião internacional, como da Coroa Brasileira, que visava a manutenção dos ideais monárquicos que estavam sendo ameaçados pelo liberalismo político. A educação propalada no Seminário colaborou para a formação de um quadro de intelectuais conservadores, que defendiam uma ordem política hierárquica, uma filosofia-teológica permeada pelos referencias da metafísica medieval, e uma doutrina religiosa que legitimava a permanência dos clérigos, sob orientação do papa de Roma, como portadores da verdadeira tradição cristã
Abstract: Ubiquity in Brazilian Catholicism turns it into a rich object of analysis in order to understand the effectual culture at different regions of the country. It is a religion that has extended its characteristics over different features of Brazilian regionalism and, at the same time, follows the historical, cultural and political transitions of the country. The research focused upon the conjunctural analysis of Catholicism in the state of São Paulo favors the place of elaboration of elementary meanings for the catholic structural organization in face of a contemporary modernity, without which it would not be possible to reach its superstructure that has come along with processes of complexification of global societies. The Episcopal Seminary of São Paulo, founded in 1856, is evaluated in this research as a structuring element of the Brazilian Catholicism in the second half of the 19th century. Based on the premises of Cultural History, built on the basis of Anthropology and Sociology of culture, religion is a place of language production, a means of communication which, as such, produces a structure of knowledge. In order to reach certification of this classification of Catholicism which legitimates practices and social-cultural representations in the territory of São Paulo, we analyzed documents produced and used by the Episcopal Seminary of São Paulo, commemorative polyantheas; meeting minutes; statutes and intern regulations; accountancy books, personal correspondences, among others which constituted the structuring basis of the educational system that was applied there. The Seminary of São Paulo was founded to serve the interests, not only of the Roman Catholic hierarchy, which turned the Catholicism into an universal religion, but also to attend the interests of the Brazilian Crown regarding the support of conservative ideals which were being threatened by the political liberalism. The education divulged at the Seminary contributed to the formation of a group of conservative intellectuals, who defended a hierarchic political order, a theological philosophy permeated by medieval metaphysics references, and a religious doctrine that legitimated the permanence of the clergymen oriented by the Pope of Rome as the holders of true Christian tradition
Palavras-chave: Catolicismo paulista
Catholicism in the state of São Paulo
Igreja Catolica -- Brasil
Seminario Episcopal de Sao Paulo
Educacao -- Historia -- Brasil
Seminarios teologicos catolicos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Martins, Patrícia Carla de Melo. Seminário Episcopal de São Paulo e o paradigma conservador do século XIX. 2006. 309 f. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2011
Data de defesa: 23-Nov-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Patricia Carla de Melo Martins.pdf1,47 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.