REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/20148
Tipo: Dissertação
Título: Cosmogonia profana: uma leitura de O visitante, de Osman Lins
Título(s) alternativo(s): Profane cosmogony: a reading of The visitor by Osman Lins
Autor(es): Soares Filho, Antonio Coutinho
Primeiro Orientador: Bastazin, Vera Lúcia
Resumo: No conjunto da literatura brasileira, Osman Lins é um nome que se destaca pela qualidade e pela diversidade de sua produção. Romancista, dramaturgo, ensaísta, dentre outras atribuições, o escritor possui um requinte estético bem como uma postura reflexiva em face dos entraves culturais, sociais e políticos do país. Os estudos osmanianos, com frequência, destacam os experimentos romanescos do autor em sua chamada fase de maturidade. Não exclusivamente, a criação anterior a esse período ainda carece de maiores exames críticos, a exemplo do romance de estreia, O visitante (1955), corpus desta pesquisa. Além da interessante urdidura textual, essa obra apresenta uma fortuna crítica modesta, o que enseja este trabalho. Acrescente-se que, em várias ocasiões, o escritor afirma que a atitude cosmogônica, aliada às preocupações com as mazelas nacionais e à reflexão sobre o processo criativo, orientam sua vida e o ofício literário. Isso posto, pergunta-se como essa cosmovisão se presentifica em O visitante. Levando em conta o traçado interdiscursivo da narrativa e a postura crítico-social do romancista, a análise proposta considera as inscrições mitológicas, bíblicas e litúrgicas, bem como seus desdobramentos escriturais no enredo. Diante disso, a hipótese é que Lins, numa modulação subversiva, traz à cena elementos do mito edênico e da liturgia cristã, como também expõe as contradições de uma sociedade que privilegia as aparências, vitimando, principalmente, a mulher. Na articulação crítico-teórica, faz-se uma revisão do itinerário analítico do corpus, ao que se conta com o auxílio de Nitrini (1987; 2001; 2003; 2004), Andrade (2001; 2004; 2014) e Ribeiro (2014), dentre outros. Os conceitos de limiar — Benjamin (1987), Gagnebin (2010); dispositivos e profanação, segundo Agamben (2009; 2010, respectivamente), também orientam a pesquisa. Completam o quadro teórico-crítico da mesma, as reflexões em torno da criação mito-poética conforme o pensamento de Mielietinski (1987), Eliade (2010), Perrone-Moisés (1998), Benjamin (2013), Derrida (2005) e Bastazin (2006). O percurso metodológico, partindo da estrutura narrativa e da fortuna crítica da obra, examina as inversões estéticas operacionalizadas pela escritura osmaniana. Portanto, O visitante, primeiro gesto criativo de Osman Lins, não obstante seus traços mito-poéticos, apresenta, por meio de uma trama introspectiva, uma arguta visão do jogo de manipulação que sustenta a sociedade, princípio que desvirtua a essência do ser e busca ocultar a natureza contraditória do poder
Abstract: In the whole of Brazilian literature, Osman Lins is a name that stands out for the quality and diversity of his production. Novelist, playwright, essayist, among other attributions, the writer has an aesthetic refinement as well as a reflexive posture in face of the cultural, social and political obstacles of the country. The osmanianos studies often highlight the author's romanesque experiments in his so-called maturity phase. Not exclusively, the prior creation to this period still lacks major critical exams, such as the novel debut, The Visitor (1955) corpus of this research. Besides the interesting textual warp, this work presents a humble fortune review, which gives rise to this work. It should be added that on several occasions the writer affirms that the cosmogonical attitude along with the preoccupations with the national ills and the reflection on the creative process, guide his life and the literary work. That said, one wonders how this worldview is presented in The Visitor. Taking into account the traced interdiscurssive of the narrative and the novelist’s social-critcism and point of view. The proposed analysis considers the mythological, biblical, and liturgical inscriptions as well as the development of his story in the plot. In the face of it, there’s a hypothesis is that Lins, in a subversive modulation brings to the scene elements of the Eden myth and Christian liturgy but he also highlights the contradictions of a society that privileges appearances, victimizing the woman mainly. In the theoretical-critical articulation a review of the analytical itinerary of the corpus is done, with the help of Nitrini (1987, 2001, 2003, 2004), Andrade (2001, 2004, 2014) and Ribeiro (2016), among others. The concepts of threshold — Benjamin (1987), Gagnebin (2010); Devices and profanation, according to Agamben (2009, 2010, respectively), also guide this research. The theoretical-critical complete this framework itself, brings reflections on the poetic–myth creation according to the thinking of Mielietinski (1987), Eliade (2010), Perrone-Moisés (1998), Benjamin (2013), Derrida (2005) and Bastazin (2006). The methodological course, starting from the narrative structure and the critical fortune of the work, examines the aesthetic inversions operationalized by osmanian writing. The visitor, Osman Lins' first creative gesture despite his myth-poetic features presents through an introspective plot a sharp vision of the manipulation game that sustains the society, a principle that distorts the essence of the being and search to conceal the contradictory nature of power
Palavras-chave: Lins, Osman [1924-1978] - O visitante - Crítica e interpretação
Ficção brasileira - Século 20
Mito na literatura
Lins, Osman [1924-1978] - The visitor - Criticism and interpretation
Brazilian fiction - 20th Century
Myth in literature
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Soares Filho, Antonio Coutinho. Cosmogonia profana: uma leitura de O visitante, de Osman Lins. 2017. 106 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20148
Data do documento: 29-Mai-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Antonio Coutinho Soares Filho.pdf771,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.