REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/20307
Tipo: Dissertação
Título: O enigma existencial em Nove noites, de Bernardo Carvalho
Título(s) alternativo(s): The existential enigma in Nove noites, by Bernardo Carvalho
Autor(es): Silva, Ivan Moura da
Primeiro Orientador: Junqueira, Maria Aparecida
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar de que maneira o romance Nove noites, de Bernardo Carvalho (2006), permite uma reflexão sobre a existência. O ponto de partida é a análise da “forma biográfica”, de Lukács (2009) e dos “atos de fingir”, de Iser (2013), para mostrar como o romance se constitui numa busca pela forma e utiliza a encenação para se manifestar. O problema da identidade, crucial em Nove noites devido à indeterminação do personagem central Buell Quain, é examinado à luz dos conceitos de “identidade pessoal” e “identidade narrativa”, de Ricoeur (2014). O tempo, um dos aspectos centrais da problemática existencial, é analisado a partir da relação entre história e ficção e da metaficção historiográfica. Nossa hipótese é que os conflitos de Nove noites, como a impossibilidade da alteridade, são uma representação do projeto de ser no mundo, do peso da existência para o sujeito, o que o faz recorrer a subterfúgios, como o apego a dispositivos, que é caracterizado pelo fato de a ação estar separada de seu ser, conforme Agamben (2009). O conceito de “superação” é analisado como um desses dispositivos, o que tem implicações para o sentido existencial que investigamos em Nove noites, pois a narrativa apresenta uma série de conflitos que não são solucionados: o suicídio de Buell Quain, o desamparo dos índios, a ausência da figura paterna satisfatória, a obsessão do narrador por respostas. Apesar de esses conflitos não serem superados, há uma expectativa, artificialmente criada, de que serão. A ilusão decorrente dessa expectativa não cumprida revela o problema existencial como parte do jogo de Nove noites, em que uma coisa pode ser e deixar de ser conforme a perspectiva
Abstract: The study analyses which way Nove noites novel, written by Bernardo Carvalho (2006), allows an existance reflexion. Our starting point is the Lukács' (2009) “biographic mode” analysis and Iser's (2013) “acts of pretending” to demonstrate how the novel composes a mold search and uses staging to manifest itself. The identity issue, crucial in Nove noites due to main character's Buell Quain indetermination, is examined in the light of the concept of Ricoeur's (2014) “personal identity” and “narrative identity”. Time, one of the existential problematic main aspects, is examined from relation among history, fiction and historiographical metafiction. The hypothesis is that Nove noites conflicts, such as otherness impossibility, are a project representation of being in the world and weight's existence for the subject, resorting to subterfuges as devices attachment, which is characterized by the fact of the action being apart of itself, according to Agamben (2009). The overcoming idea is analized as one of these devices which has implications to the existential meaning enquired in Nove noites, because the narrative shows a series of conflicts that aren't solved: Buell Quain's suicide, natives' abandonment, satisfactory father's figure absence and narrator's obssession for answer. Despite the conflicts not being solved, there is an artificial expectation that they are. The ilusion due to this unfulfilled expectation reveals the existential issue as part of Nove noites game, in which one thing can or can't be according to the perspective
Palavras-chave: Carvalho, Bernardo [1960- ] - Nove noites - Crítica e interpretação
Existência
Identidade
Existence
Identity
Metafiction historiographical
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Silva, Ivan Moura da. O enigma existencial em Nove noites, de Bernardo Carvalho. 2017. 115 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e Crítica Literária) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20307
Data do documento: 14-Ago-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ivan Moura da Silva.pdf726,95 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.