???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21487
Tipo do documento: Dissertação
Título: Oficinas de arte: em meio a falas sintomáticas, encontros singulares com a velhice
Autor: Gomes, Ana Célia Soares 
Primeiro orientador: Fonseca, Suzana Carielo da
Resumo: O foco da reflexão encaminhada nesta dissertação é o manejo das ações realizadas em Oficinas de Artes que visam à inclusão social de sujeitos idosos afásicos e demenciados, acompanhados no Centro de Atendimento a Afásicos (CAAf), da Divisão de Ensino e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação (Derdic), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), desde 2015, sob minha responsabilidade. Para a realização deste trabalho, problematizou-se, portanto, uma práxis e seus efeitos na vida de sujeitos em posição de dupla marginalização social, uma vez que não apenas “a doença isola” (SIGERIST, 1932, p. 107 apud CANGUILHEM, 1995, p. 90), mas as sociedades atuais também tendem a tratar o velho como um “pária” (BEAUVOIR, 1990). Tendo em vista essa dupla exclusão e o potencial inclusivo da arte, meu objetivo geral neste trabalho foi o de sistematizar as atividades realizadas nas Oficinas de Arte. Para isso, delineei os seguintes objetivos específicos: (1) problematizar o modus operandi que responde pelos vários encontros ali em causa (entre sujeitos; de um sujeito com sua expressividade artística e/ou com seu potencial criativo; de todos e cada um com a diferença que se apresenta por meio da face sintomática manifestada em sua fala/escuta; de oficineiros com pacientes e, portanto, do que está em causa nessa diferença: normalidade versus patologia); (2) identificar o impacto transformador (subjetivo e social) da participação desses sujeitos nessas Oficinas; (3) investigar de que modo as Oficinas poderiam subsidiar e/ou fortalecer o tratamento clínico-fonoaudiológico. Para atender a esses objetivos, optou-se não apenas pela revisão crítica da bibliografia pertinente ao tema, que envolveu a articulação entre processo de envelhecimento, velhice, patologias e clínica de linguagem, inclusão/exclusão social, mas também por uma pesquisa de campo para responder às questões que a movimentam. O “Estudo de Caso” foi o caminho eleito para analisar os dados obtidos. Os resultados permitiram concluir que o “fazer arte” é, de fato, um instrumento poderoso para potencializar laços e afetos, abrindo novos caminhos para que sujeitos em situação de dupla vulnerabilidade (velho e doente) possam requerer e conquistar posição nas complexas dinâmicas sociais contemporâneas
Abstract: This dissertation proposes a reflection on the way Arts Workshops handle the social inclusion of the aphasic and demented elderly who are assisted by the Centro de Atendimento a Afásicos (CAAf) – Center of aphasic care – of the Divisão de Ensino e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação (Derdic) – Communication Disturbs Rehabilitation and Teaching Unit – within Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) – Catholic Pontifical University of São Paulo – which have been under my responsability since 2015. Nevertheless, this has caused some questioning on praxis and its effects on the social lives of double-marginalized people. Not only does the “disease isolates” (SIGERIST, 1932, p. 107 apud CANGUILHEM, 1995, p. 90) but contemporary societies tend to treat the elderly as “outcasts" (BEAUVOIR, 1990). Taking into account both the “double exclusion” and the potencial of inclusion of the arts, my main aim was to systematize the activities carried out in the Workshops thus making them easier to replicate. In order to achieve that I have outlined the following specific goals: (1) question the modus operandi of the relationships formed (among people; of a person and his/her artistic expression and/or creative potential; of all and each of their differences presented through their displays of speaking/hearing; of workers and patients and their disparities (i.e. normality x pathology); (2) identify the transformative impact, both subjective and social, of their participation in said Workshops; (3) explore a way that Workshops could provide and/or improve speech therapy treatment. Not only have I chosen the critic review of the theme’s bibliography (which involved an analysis of the ageing process, old age, pathologies and speech therapy and social inclusion/exclusion) but also a survey to help answer the questions surrounding it. In order to analyze all the gathered data I have chosen a “Case Study”. The results have allowed me to reach the conclusion that art is indeed a powerful tool to strengthen bonds. It also opens new paths for people who are in a double-vulnerability situation (old and sick) to claim and establish their place in the complex contemporary social dinamics
Palavras-chave: Idosos fragilizados
Afásicos
Demência
Interação social na velhice
Frail elderly
Aphasic persons
Dementia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Gomes, Ana Célia Soares. Oficinas de arte: em meio a falas sintomáticas, encontros singulares com a velhice. 2018. 116 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21487
Data de defesa: 31-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Célia Soares Gomes.pdf990,69 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.