???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21914
Tipo do documento: Dissertação
Título: Violência contra a pessoa idosa: percepção da equipe multidisciplinar do Centro de Atenção Integral à Melhor Idade - CAIMI do município de Manaus - AM
Autor: Cardoso, Elizete Peres 
Primeiro orientador: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Resumo: Como se evidencia, através da inversão da pirâmide demográfica brasileira, o segmento idoso de sua população se apresenta cada vez maior, caracterizando um processo de transição demográfica que ocorre de forma acentuada e rápida (BRASIL, 2009). Essa transformação da estrutura etária é decorrente do aumento da expectativa de vida das pessoas, devido ao acesso à saúde e melhores condições de seu cotidiano existencial, somando-se a esses fatores a diminuição das taxas de natalidade. Essa característica populacional tem grandes implicações para os indivíduos e para a sociedade, no que se refere à diminuição dos três importantes indicadores, relativamente, aos idosos: capacidade funcional, qualidade de vida e independência (RODRIGUES, 2007). Objetivo geral: pesquisar a percepção da equipe multidisciplinar do CAIMI Dr Paulo Lima no Município de Manaus – (AM), acerca da ocorrência de violência contra a pessoa idosa. Metodologia adotada nesta pesquisa foi do tipo exploratório tipo exploratóriotipo exploratóriotipo exploratóriotipo exploratóriotipo exploratóriotipo exploratório tipo exploratório tipo exploratório tipo exploratório-descritivo e encontramencontramencontram encontramencontram encontram-se estruturados, estruturados, a partir de um a abordagem qualitativa. RESULTADOS: Os resultados mais significativos mostram que os 80% dos profissionais, percebem o fenômeno da violência em seus atendimentos, e em 90% dos casos tentam intervir fazendo notificações e encaminhamentos a equipes multidisciplinares, mas esbarram na falta de diretrizes técnicas para a abordagem e encaminhamento e na pouca eficácia na resolução, estando esta operada em 100% dos casos por membros da família. Os profissionais consideram que esse fato não diz respeito ao seu trabalho, tanto porque o idoso não quer se manifestar e explicitar a violência e também porque quase sempre ha um membro da família no atendimento (agressor?). 70% dos profissionais apesar de entenderem que a proteção contra a violência é também responsabilidade do profissional, estes não se encontram preparados para intervir, e se sentem desamparados pelas autoridades burocráticas competentes para o quebre do ciclo maléfico da violência contra a pessoa idosa, apesar de 100% concordarem com capacitações para o combate a violência. CONCLUSÕES: O trabalho conclui que a violência sobre o idoso está presente na percepção dos profissionais pesquisados em seus atendimentos. Conclui ainda que essa percepção não se torna ação por possíveis sentimentos de “impotência”, “despreparo” ou “medo” de envolvimento do profissional. Ao se sentirem impotentes recorrem a encaminhamentos a outros setores, a preleções, com argumentos sobre as noções dos processos e das relações sociais interpessoais, de grupos e classes que se sustentam nas cláusulas da Constituição Federal que imputa aos familiares a responsabilidade com os idosos, e se não houver a devida proteção a inferência da punição. Finalmente e não intencionalmente esse conjunto de fatores acaba minimizando, negligenciando e, portanto dando sustentabilidade ao “status quo” da crescente estatística dos maus tratos
Abstract: As evidenced by the inversion of the Brazilian demographic pyramid, the elderly segment of the population is increasing, characterizing a process of demographic transition that occurs in a rapid and rapid way (BRASIL, 2009). This transformation of the age structure is due to the increase in the life expectancy of the people, due to the access to health and better conditions of their existential daily life, adding to these factors the decrease of the birth rates. This population characteristic has great implications for individuals and society, regarding the reduction of three important indicators, relative to the elderly: functional capacity, quality of life and independence (RODRIGUES, 2007). Overall objective: to investigate the perception of the multidisciplinary team of CAIMI Dr Paulo Lima in the Municipality of Manaus - (AM), about the occurrence of violence against the elderly person. Methodology adopted in this research was of the exploratory-descriptive type and are structured, based on a qualitative approach. RESULTS: The most significant results show that 80% of the professionals perceive the phenomenon of violence in their care, and in 90% of the cases try to intervene by making notifications and referrals to multidisciplinary teams, but they run short of the lack of technical guidelines for the approach and and effectiveness in resolution, being operated in 100% of cases by family members. The professionals consider that this fact does not concern their work, both because the elderly person does not want to express and explain the violence and also because there is almost always a family member in the care (aggressor?). 70% of professionals, even though they feel that protection against violence is also the responsibility of the professional, they are not prepared to intervene and feel helpless by the bureaucratic authorities responsible for breaking the evil cycle of violence against the elderly, despite 100% agree on training to combat violence. CONCLUSIONS: The study concludes that violence on the elderly is present in the perception of the professionals surveyed in their care. It also concludes that this perception does not become action due to possible feelings of "impotence", "unpreparedness" or "fear" of professional involvement. When they feel impotent they resort to referrals to other sectors, to lectures, with arguments about the notions of processes and interpersonal social relations, groups and classes that are based on the clauses of the Federal Constitution that impute to the family the responsibility with the elderly, and if the inference of punishment is not adequately protected. Finally and unintentionally this set of factors ends up minimizing, neglecting and therefore giving sustainability to the status quo of the growing statistics of mistreatment
Palavras-chave: Envelhecimento
Violência contra os idosos
Centro de Atenção Integral à Melhor Idade – (CAIMI) Dr. Paulo Lima (Manaus, AM)
Gerontologia
Aging
Violence against the elderly
Gerontology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia
Citação: Cardoso, Elizete Peres. Violência contra a pessoa idosa: percepção da equipe multidisciplinar do Centro de Atenção Integral à Melhor Idade - CAIMI do município de Manaus - AM. 2018. 109 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21914
Data de defesa: 30-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elizete Peres Cardoso.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.