???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22835
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os desafios da pesquisa sobre memória com pessoas em situação de rua: um debate desde a Psicologia sócio-histórica
Autor: Pereira, Aline
Primeiro orientador: Sawaia, Bader Burihan
Resumo: Esta dissertação, cujas raízes estão um trabalho de iniciação científica, apresenta um debate acerca dos desafios que caracterizam o processo de pesquisar a questões do lembrar e do esquecer. O objetivo foi expor os resultados alcançados por meio da análise de dois estudos a propósito do problema da memória, especificamente com pessoas que estão em situação de rua na cidade de São Paulo; problematizando, ainda, alguns dos pontos centrais que embasaram essa mesma construção, cujo percurso foi engendrando-se ao redor de preocupações (inquietações de ordem teórica e de orientação metodológica, mas também, indubitavelmente, ético-políticas) sobre a relação entre esquecimento/memória. Em outros termos, propomos ao leitor, com base na teoria sócio-histórica da Psicologia, uma exposição dos conflitos, das controvérsias e dos dilemas vividos pelo pesquisador que toma as questões da memória como objeto de estudo, sem, porém, esquecer a base ética a e tarefa política que perfila esse tipo de pesquisa, ou seja: o problema da memória, do esquecimento e da transmissibilidade das narrativas dos “esquecidos” e dos “excluídos” do discurso histórico oficial. Ocupei-me, mais precisamente, das atividades humanas do lembrar e do esquecer – com grupos que vivem situações-limites, em territórios afeitos à separação do homem e do não-homem, como a rua e a experiência de rualização. Inicio a pesquisa com um breve percurso histórico-crítico sobre como as questões ora mencionadas figuram nos textos filosóficos e científicos clássicos, especialmente os da cultura ocidental. Posteriormente, articulo algumas reflexões sobre essa temática, associando-a à questão da narrativa desde a perspectiva de Walter Benjamin. Por fim, apresento os pressupostos teóricos e metodológicos que orientam as análises realizadas
Abstract: This dissertation, which roots in a work of scientific initiation, presents a debate about the challenges that characterize the process of researching the issues of remembering and forgetting. The goal was to exhibit the achieved results by analyzing two studies on the problem of memory, specifically with people who are homeless in the city of São Paulo; and also problemate some of the central points that underlie this same construction, which path was engendered around concerns (concerns of theoretical and methodological orientation, but also undoubtedly ethical-political) about the relationship between forgetting and memory . In other words, we propose to the reader, based on the Psychology’s social-historical theory, an exposition of the conflicts, controversies and dilemmas experienced by the researcher who takes the issue of memory as the object of study, without forgetting the ethical basis. and the political task that shapes this type of research, that is: the problem of memory, forgetfulness and transmissibility of narratives of the “forgotten” and “excluded” from the official historical discourse. More specifically, I was concerned with the human activities of remembering and forgetting - with groups that live in borderline situations, in territories that are prone to the separation of man and nonman, such as the street and the experience of rualization. I begin the research with a brief historical-critical background on how the issues mentioned here figure in classical philosophical and scientific texts, especially those of Western culture. Later, I articulate some reflections on this theme, associating it to the narrative issue from Walter Benjamin’s perspective. Finally, I present the theoretical and methodological assumptions that guide the analyzes performed
Palavras-chave: Memória
Esquecimento
Pessoas desabrigadas - São Paulo (cidade)
Memory
Forgetfulness
Homeless persons - São Paulo (Brazil)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Pereira, Aline. Os desafios da pesquisa sobre memória com pessoas em situação de rua: um debate desde a Psicologia sócio-histórica. 2019. 112 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia: Psicologia Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22835
Data de defesa: 18-Nov-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aline Pereira.pdf1,85 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.