REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/23111
Tipo: Dissertação
Título: O papel da formação do professor para a constituição da identidade da criança negra na educação infantil de 0 a 3 anos
Título(s) alternativo(s): The role of continuing education for teachers to establish the identity of black children in childhood education from 0 to 3 years old
Autor(es): Fraga, Rita de Cássia Marques dos Santos
Primeiro Orientador: Sanches, Emília Maria Bezerra Cipriano Castro
Resumo: No Brasil o racismo é cultural e historicamente presente nas mais variadas esferas da sociedade e é, por vezes, silenciado, sendo praticado de forma velada, promovendo nas pessoas negras a composição de uma identidade estigmatizada, com baixa autoestima, desde a mais tenra infância, passa por situações discriminatórias e rejeições. Considerando essa problemática, esta pesquisa tem como objetivo analisar em que medida a formação continuada contribui para que o professor de educação infantil possa lidar com as diferenças raciais no espaço escolar de um Centro de Educação Infantil (CEI), a partir das contribuições formativas desenvolvidas em Projeto Especial de Ação (PEA), acerca do trabalho pedagógico envolvendo as questões étnico-raciais. Para compreender esse processo formativo e suas contribuições, temos como objetivos específicos investigar o que mudou no professor após a formação continuada sobre essa temática e perceber se, do ponto de vista dos professores, houve mudanças significativas nas suas práticas. O estudo foi desenvolvido na abordagem qualitativa, realizado com professores oriundos de Centros de Educação Infantil da Zona Leste da cidade de São Paulo. Os sujeitos desta pesquisa são professoras que atuam no atendimento a crianças de zero a três anos e que passaram por uma experiência formativa sobre a diversidade étnico-racial, realizada em Projeto Especial de Ação (PEA) nos anos de 2017 e 2018. Com o estudo de pesquisas correlatas foi possível desenhar uma trajetória bastante coerente, apontando para um referencial teórico incisivo e confiável, que encaminhou esta pesquisa a ser embasada em teorias que dissertam sobre: composição da identidade, questões raciais no âmbito escolar de educação infantil, composição da identidade na diversidade étnico-racial e do silenciamento que se estabelece diante de atitudes racistas. Além das teorias que apresentam a afetividade como base estrutural na composição do ser humano e dos estudos que discorrem sobre a importância da formação continuada, que traz em seu bojo a possibilidade de mudanças na vida de um profissional. Com a análise dos excertos, as informações apontaram que antes do acesso à formação, as professoras se sentiam desconfortáveis e despreparadas para comentar ou trazer para discussão as questões raciais no ambiente educacional. Parte dessa dificuldade emergia da ausência de conhecimentos sobre o assunto para tecer argumentos ou ocorrendo pelo receio de má interpretação de suas narrativas pelas outras pessoas. Identificamos também que consideraram essa formação um excelente contributo às suas reflexões acerca da temática, pois passaram a perceber as situações de racismo com maior clareza e como ele se apresenta nos contextos sociais, principalmente no ambiente educacional. Além disso, foi evidenciado que uma formação, para cumprir com êxito os seus objetivos, necessita ser ofertada com alguns requintes de estruturação como uma amplitude e um aprofundamento dos conteúdos, trazendo maior interlocução da teoria com a prática
Abstract: In Brazil, racism is culturally and historically present in several spheres of society and it is, sometimes, silenced and practised in a covert way, promoting the construction of a stigmatized identity, with low self-esteem in black people, who since early childhood go through rejections and discriminatory situations. Considering this problem, this research aims to analyse to what extent continuing education contributes to the childhood education teachers so they can deal with racial differences in the quality area of a Centro de Educação Infantil (CEI) [Childhood Educational Center], from the formative contributions developed in Projeto Especial de Ação (PEA) [Special Project of Action], about the pedagogical work involving ethnic-racial matters. To understand that formative process and its contributions, we aim to investigate what has changed in teachers after continuing education about this theme and see if, from the teacher’s point of view, there has been significant change in their professional practice. The study was developed based on the Qualitative approach, made with teachers from Centro de Educação Infantil [Childhood Educational Center] in the east region of the city of São Paulo. The subjects of this research are teachers who work with children from zero to three years old and who have gone through a formative experience about ethnic-racial diversity, developed in Projeto Especial de Ação (PEA) [Special Project of Action], in 2017 and 2018. With the studies on correlative research, it was possible to draw a very coherent route and the studies pointed out an incisive and reliable theoretical reference, which led this research to be based on theories about: construction of identity, racial matters in the school environment of childhood education, construction of identity in ethnic-racial diversity and the silence that descends before racist attitudes. Apart from the theories that show affectivity as a structural base in human being construction and the studies which are about the importance of continuing education which brings the possibility of changing a professional’s life. Analysing the excerpt, the information indicates that before accessing that knowledge, the teachers felt uncomfortable and unprepared to comment or discuss about racial matters in the school environment. Part of this difficulty came from lack of knowledge of the topic to develop arguments or from apprehension over being misinterpreted by other people. We also identified the teachers considered that education an excellent contribution to their reflections upon this theme, because they could see racist situations more clearly and how racism is shown in social contexts, mainly in the school environment. Furthermore, it was evidenced that continuing education, to achieve its goals, there should be some refinement in its structure as amplitude and depth in the content, bringing good relationship between theory and practice
Palavras-chave: Professores - Educação (Educação permanente)
Crianças negras - Educação
Diversidade étnico-racial
Teachers - Education (Continuing education)
Children, Black - Education
Ethnic-racial diversity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores
Citação: Fraga, Rita de Cássia Marques dos Santos. O papel da formação do professor para a constituição da identidade da criança negra na educação infantil de 0 a 3 anos. 2019. 134 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Formação de Formadores) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/23111
Data do documento: 27-Abr-2020
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rita de Cássia Marques dos Santos Fraga.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.