REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24540
Tipo: Tese
Título: Políticas educacionais no município de São Paulo (2005-2016): um estudo comparativo entre os programas Ler e Escrever e Mais Educação São Paulo
Título(s) alternativo(s): Educational Policies in the city of São Paulo (2005- 2016): a comparative study between the Programs ‘Ler e Escrever’ and ‘Mais Educação São Paulo’
Autor(es): Santos, Lívia Freitas dos
Primeiro Orientador: Giovanni, Luciana Maria
Resumo: A pesquisa teve como objetivo principal investigar a política educacional desenvolvida na Prefeitura de São Paulo entre 2005-2016, realizando um estudo comparativo entre os Programas Ler e Escrever (2005-2012) e Mais Educação São Paulo (2013-2016), analisando os contextos de influência, de produção de texto e da prática. Os objetivos secundários foram compreender os contextos de influência e tendências presentes nos programas investigados; identificar e problematizar os princípios e estratégias utilizados na elaboração dos textos legais e materiais curriculares; identificar os discursos dominantes nos textos selecionados; identificar processos de tradução e interpretação no contexto da prática. De abordagem qualitativa, a pesquisa utilizou-se de análise documental de documentos curriculares produzidos pelos programas e publicações do Diário Oficial entre 2005 e 2016, utilizando os referenciais de Marin (2001) e Giovanni (1998;1999) para organização dos dados; entrevistas semiestruturadas com três ex-integrantes do departamento pedagógico da SME-SP e dois ex-integrantes do departamento pedagógico das DREs, das duas gestões governamentais, utilizando o referencial de Bourdieu (2012) para a seleção do corpus de entrevistados, procedimentos de entrevista, transcrição e análise. Foi organizado um grupo focal formado por nove coordenadoras pedagógicas, que exerceram a função entre 2005 e 2016. A formulação do grupo, a escolha dos participantes e o processo de análise foram orientados por Gatti (2005). O principal referencial teórico metodológico foi o do ciclo de políticas (BOWE; BALL; GOLD, 2017) e o da teoria da atuação (BALL, MAGUIRE, BRAUN, 2016). Os resultados obtidos confirmaram as hipóteses de pesquisa segundo as quais: os programas são influenciados pelo ideário apresentado pelas agências internacionais de financiamento da educação e pela ideologia expressa pelos partidos políticos e demais grupos de interesse; as estratégias para a elaboração dos textos são articuladas na relação com o contexto de influência e da prática e podem ser mais fechados ou mais abertos; os discursos e os textos, apresentam ambiguidades; a atuação dos profissionais no contexto da prática é mediada por sua história de vida, seus saberes e experiências e os contextos situados das unidades educacionais levam a diferentes processos de tradução e interpretação, limitados pelo discurso oficial dos programas, havendo maior indício de resistência ou de participação, quanto mais as políticas se colocam próximas ou distantes dos valores expressos pelos participantes e suas unidades escolares; as principais diferenças entre os programas podem ser identificadas no contexto de produção de texto, com participação mais ampla ou mais restrita dos professores na elaboração dos documentos curriculares; textos mais prescritivos ou mais abertos à interpretações; processos formativos com ênfase no coordenador pedagógico como multiplicador ou ampliados para o conjunto dos docentes; concepção de qualidade voltada para a aquisição de competências e habilidades de leitura e escrita ou o conceito de qualidade social, com ampliação das temáticas curriculares. Apesar das descontinuidades nos programas constata-se a permanência das avaliações externas, a ampliação do controle do trabalho dos professores e um enfoque das políticas no currículo e não nas questões estruturais
Abstract: This research aimed at investigating the educational policy developed by the City Hall of the city of São Paulo from 2005 to 2016, accomplishing a comparative study between the programs ‘Reading and Writing’ (Ler e Escrever – from 2005 to 2012) and ‘More Education São Paulo’ (Mais Educação São Paulo – from 2013 to 2016), analyzing the contexts of influence, text production and practice. The specific objectives were understanding the contexts of influence and tendencies present in those programs; identifying and problematizing the principles and strategies used in the elaboration of legal texts and curricular materials; identifying the dominant discourses in the selected texts; and identifying processes of translation and interpretation in the context of practice. This qualitative research used the methods of documental analysis of the curricular documents produced by the programs and publications in the Official Diary, from 2005 to 2016, based on Marin’s (2001) and Giovanni’s (1998;1999) references to organize the data; semi structured interviews with three former members of the pedagogical department of the SME-SP (Municipal Department of Education) and two former members of the pedagogical department of the DREs (Regional Directory of Education), from both government administrations, based on Bourdieu’s (2012) references for the selection of the participants (interviewees), interview procedures, transcription and analysis. A focus group was organized with nine pedagogical coordinators, who were in the office from 2005 to 2016. The formulation of the group, the choice of participants and the analysis process were oriented by Gatti’s (2005) references. The main theoretical methodological reference was the policy cycle approach (BOWE; BALL; GOLD, 2017) and the theory in action (BALL, MAGUIRE, BRAUN, 2016). The results obtained confirmed the research hypotheses, such as: the programs are influenced by the ideology presented by the international funding agencies for education and by the ideology expressed by the political parties and other groups of interest; the strategies for the elaboration of texts are articulated in the relation with the context of influence and the practice and they can be more closed or open; the discourses and the texts present ambiguities. Other results showed that the professionals’ performance in the context of practice is facilitated by their life history, their knowledge, and the contexts situated in the educational unities lead to different processes of translation and interpretation, limited by the official discourse of the programs, having higher indication of resistance or participation, the more policies are closer or more distant from the values expressed by the participants and their school unities; the main differences between the programs could be identified in the context of the text production, with the teachers’ wider or more restrict participation in the elaboration of curricular documents; texts that are more prescriptive or open to interpretations; formative processes with emphasis on the pedagogical coordinator as a multiplier or expanded for the group of teachers; conception of quality targeting the acquisition of reading and writing competences and abilities or the concept of social quality, with the expansion of the curricular themes. Besides the discontinuity of the programs, we noticed the remaining of the external evaluations, the expansion of the control of the teachers’ work and a focus on the policies in the curriculum but not on the structural issues
Palavras-chave: Educação e Estado
Programa Ler e Escrever
Programa Mais Educação (Brasil)
Education and state
Program Ler e Escrever
Program Mais Educação (Brazil)
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade
Citação: Santos, Lívia Freitas dos. Políticas educacionais no município de São Paulo (2005-2016): um estudo comparativo entre os programas Ler e Escrever e Mais Educação São Paulo. 2021. Tese (Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2021.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/24540
Data do documento: 3-Set-2021
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Livia Freitas dos Santos.pdf3,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.