REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26506
Tipo: Dissertação
Título: Correntes literárias brasileiras do século XIX ao XXI: uma revisão linguística da periodização vigente
Autor(es): Araújo, Diego Santana Lima
Primeiro Orientador: Sardinha, Antonio Paulo Berber
Resumo: A partir de análises culturalmente erigidas, tanto o percurso da literatura dos países europeus quanto a brasileira passaram a ser definidos por momentos cronologicamente determinados e mutualmente excludentes sob o ângulo estilístico e temático. No caso específico da literatura brasileira, houve a reprodução da maioria dos modelos das correntes surgidas em Portugal e na França, com poucas adaptações de aspectos vinculados aos livros e seus períodos de publicação (BOSI, 2015, p.15). Diante dessa realidade historicamente constituída, a presente pesquisa dirigiu-se a uma investigação dos fundamentos linguísticos das obras pertencentes à Literatura Brasileira a fim de verificar a compatibilidade entre elas e os períodos aos quais supostamente pertencem de acordo com o arcabouço teórico vigente. Para tanto, compilou-se um corpus que pôde, dentro das prerrogativas da Linguística de Corpus (LC), conduzir uma anamnese dos contrastes e similitudes entre as obras de literatura narrativa ficcional desenvolvidas ao longo dos séculos XIX, XX e XXI no Brasil e suas respectivas Correntes Literárias; denominado COLIBRA, em referência a COrpus de LIteratura BRAsileira. Como metodologia, foi empregada a Análise Multidimensional Funcional da LC e a Análise de Cluster contemplando as obras mais representativas entre os autores dos séculos supracitados, comparando-se as dimensões e co-ocorrências dos textos levantados com as definições conceituais de cada movimento. Teve-se, considerando a natureza dos citados objetivos, como referencial teórico – principalmente - as obras dos estudiosos Alfredo Bosi (1994; 2015) e Antônio Cândido (2000; 2004), no que concerne à interpretação da lógica teórica dos movimentos literários brasileiros; e os estudos de Tony Berber (2004; 2007; 2014), Douglas Biber (1993; 1996; 2015) e Jesse Egbert (2012; 2014; 2016), no que se refere às metodologias da Linguística de Corpus, especialmente no que tange aos fatores identificatórios das variações de linguagem sob uma perspectiva diacrônica
Abstract: The Corpus Linguistics represents by itself as a relevant field for several interdisciplinary researches – including Brazilian Literature. This is due, in large part, to the fact that this field is based on propositions and resolutions statistically calculated at the same time that it is mathematically and linguistically structured. On the other hand, based on cultural standard analyzis, both the path of literature in European countries and Brazil was always defined by chronologically determined and mutually exclusive moments from a stylistic and particular perspective. However, in the specific case of Brazilian literature, there was a reproduction of most of the current models that emerged in Portugal and France, with few adaptations of aspects linked to books and their publication periods (BOSI, 2015, p.15). Furthermore, despite a few studies addressed to understand how stylistics actually manifest in the lexical and semantic analysis, based on Corpus Linguistics methodology; no one of them was intended to the theory of literary periodization in Brazilian Literature. Because this historically constituted reality, the present research aims to compile a corpus COLIBRA (Brazilian Literature Corpus) that can conduct an anamnesis of the contrasts and similarities between the works of fictional narrative literature developed over the 19th, 20th and 21st centuries in Brazil and their respective Literary Movements. As the main methodology, the Functional Multidimensional Analysis and Cluster Analysis of CL were used, contemplating the most representative works among all of the selected authors from the aforementioned centuries, comparing the dimensions and cooccurrences of the texts raised with the conceptual definitions of each movement. Considering the nature of the study, we will have, as a theoretical reference – mainly – the works of scholars BOSI (1994; 2015) and CÂNDIDO (2000; 2004), concerning the interpretation of the theoretical logic of Brazilian literary movements; and the studies of BIBER(1993; 1996; 2015), EGBERT (2012; 2014; 2016) and BERBER SARDINHA(2004; 2007), concerning the methodologies of Corpus Linguistics; especially with regard to the identifying factors of language variations from a diachronic perspective
Palavras-chave: Linguística de Corpus
Análise multidimensional
Literatura
Brasileira
Periodização
Corpus linguistics
Multidimensional analysis
Literature
Brazilian
Periodization
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Araújo, Diego Santana Lima. Correntes literárias brasileiras do século XIX ao XXI: uma revisão linguística da periodização vigente. 2022. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26506
Data do documento: 13-Mai-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Diego Santana Lima Araújo.pdf4,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.