REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26518
Tipo: Dissertação
Título: Apropriação do patrimônio psíquico-social na formação de psicanalistas no Instituto DEEP: uma interface da Psicanálise com a teoria da atividade sóciohistórico-cultural
Título(s) alternativo(s): Psychic-social funds appropriation in the psychoanalysts’ education at the DEEP Institute: an interface of Psychoanalysis together with the socio-historical-cultural activity theory
Autor(es): Granado, Selma Regina Pato Vila
Primeiro Orientador: Liberali, Fernanda Coelho
Resumo: Este estudo objetiva propor o conceito de patrimônio psíquico-social a partir do diálogo entre Psicanálise e Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural (TASHC), bem como compreender como se dá o processo de apropriação desse patrimônio. Para alcançar tais objetivos, esta pesquisa, especificamente, visa: 1) definir o conceito de patrimônio psíquico-social por meio da articulação dos conceitos da Psicanálise com os da TASHC; 2) interpretar como o processo sócio-histórico-cultural e psíquico, revelado nos depoimentos de três alunos do Instituto DEEP (Diálogos e Estudos em Psicanálise), possibilitou que os sujeitos se apropriassem conscientemente das experiências vividas e que elas se tornassem patrimônio psíquico-social desses sujeitos; 3) entender quais transformações (com a posse desse patrimônio) aparecem no discurso dos três alunos ao lidarem com as experiências de vida depois dessa apropriação. Teoricamente, esta pesquisa está embasada nos estudos vygotskyanos sobre linguagem, atividade, constituição do sujeito, consciência, crise e perejivanie e em alguns conceitos-chave da Psicanálise: inconsciente, formação do ego, pulsão, incorporação, introjeção, identificação, recalque e transferência. Metodologicamente, este estudo foi desenhado na abordagem da Pesquisa Crítica de Colaboração (PCCol) e contou com a participação de três alunos do Instituto DEEP que responderam, via WhatsApp por áudio, a um questionário de 14 questões referentes a reflexões, descobertas, anseios e aprendizagens durante o curso de Psicanálise. As respostas foram transcritas e analisadas pelo aspecto enunciativo da argumentação (LIBERALI, 2013), observando o conteúdo temático que revela os valores sociais que circundam os participantes; e pelo aspecto discursivo, que contempla a organização temática e a articulação entre as ideias apresentadas pelos três alunos. Os resultados mostram que o processo sócio-histórico-cultural e psíquico desenrolado no curso possibilitou que as experiências dos participantes se tornassem patrimônio psíquicosocial por meio do fenômeno de transferência, do evento dramático e da perejivanie. O curso como lugar de crise, marcado por contradições entre as memórias que o inconsciente apresenta e as emoções causadas pelo enfrentamento desse conteúdo em um espaço coletivo. Nessa direção, a apropriação do patrimônio psíquico-social acontece em meio ao drama do enfrentamento dos conteúdos inconscientes que sempre vêm à tona em práticas de interação social. Portanto, pelo processo de transferência, os participantes desenvolveram a consciência, tornando a estrutura egóica cada vez mais forte e autorizada para se apropriar do patrimônio psíquicosocial. Fosse este negativo ou positivo, as experiências se tornaram repertório para lidar com a vida
Abstract: This study aims to propose the concept of psychism-social funds as the dialogue between Psychoanalysis and the Socio-Historical-Cultural Activity Theory (TASHC), as well as to understand how the appropriation process of these funds takes place. In order to achieve these goals, this research specifically aims to: 1) define the concept of psychism-social funds through the articulation of the Psychoanalysis’ concepts with those of TASHC; 2) construe how the socio-historical-cultural and psychic process, revealed in the testimonies of three students from the DEEP Institute (Dialogues and Studies in Psychoanalysis), enabled the subjects to consciously own the experiences they have lived to become a psychism-social funds for these subjects; 3) understand which transformations (having the possession of these funds) appear in these three students’ discourses when dealing with their life experiences after this appropriation. Theoretically, this research is based on the Vygotskyan studies on language, activity, subject constitution, consciousness, crisis and perezhivanie, also on some key Psychoanalysis’ concepts: unconscious, ego formation, drive, incorporation, introjection, identification, repression, and transference. Methodologically, this study was designed using the Critical Collaborative Research (PCCol) approach. It had the participation of three students from the DEEP Institute who answered a questionnaire covering 14 questions regarding reflections, discoveries, desires, and learning throughout the Psychoanalysis course. Their answers were collected via WhatsApp audios which were transcribed and analyzed by the enunciative aspect of the argumentation (LIBERALI, 2013), which observes the thematic content revealed by the social values that surround the participants; and by the discursive aspect, which considers the thematic organization and the articulation amongst the ideas presented by the three students. The results reveal that the socio-historical-cultural and psychic process carried out in the course enabled participants' experiences to become a psychism-social funds through the transference phenomenon, the dramatic event and the perezhivanie. The course, as a place of crisis, was marked by the contradictions between the memories that the unconscious presents and the emotions caused by facing this content in a collective space. In this direction, the appropriation of the psychism-social funds takes place amid the drama of confronting the unconscious contents that always come up in practices of social interaction. Thus, through the transference process, the participants developed consciousness, making the egoic structure legitimate and progressively more powerful to take the psychism-social funds. Whether this was negative or positive, the experiences became a repertoire for dealing with life
Palavras-chave: Psicanálise
Teoria da Atividade Sócio-histórico-cultural
Patrimônio psíquico-social
Psychoanalysis
Socio-historical-cultural activity theory
Psychism-social funds
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Granado, Selma Regina Pato Vila. Apropriação do patrimônio psíquico-social na formação de psicanalistas no Instituto DEEP: uma interface da Psicanálise com a teoria da atividade sóciohistórico-cultural. 2022. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/26518
Data do documento: 13-Mai-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Selma Regina Pato Vila Granado.pdf887,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.