REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27208
Tipo: Tese
Título: A democracia deliberativa atando e desatando nós nas políticas educacionais: por um inglês inclusivo
Título(s) alternativo(s): Deliberative democracy tying and untying knots in educational policies: for an inclusive English
Autor(es): Correa, Leonardo Neves
Primeiro Orientador: Lessa, Angela Brambilla Cavenaghi Themudo
Resumo: A ascensão de Libras (Língua de Sinais Brasileira), em 2002, como uma língua oficial em território nacional, proporcionou, entre outras coisas, maior visibilidade à comunidade surda. No campo da educação, temas como políticas educacionais especiais e pedagogias específicas para o ensino de surdos ganharam maior notoriedade nas pesquisas sobre formação de professores. A área de Linguística Aplicada (LA), em específico a subárea de ensino de línguas estrangeiras, tem aumentado o número de pesquisas que se debruçam sobre a questão (ainda incipiente) do ensino de língua inglesa para surdos em contexto regular (BRITO, 2010; MEDEIROS, 2011; OLIVEIRA, 2007; RUBIO, 2010; SILVA, 2005; VICTOR, 2010). Se na literatura especializada podemos observar um aumento progressivo das pesquisas que problematizam a questão, no campo das políticas linguísticas educacionais se nota um aparente silenciamento desse tema. Sem uma política explicita, o tema corre o risco de permanecer negligenciado nas áreas de formação inicial e continuada. Nesse contexto, este estudo objetivou suscitar a proposição de uma política para o ensino de inglês para surdos em contextos de ensino regular inclusivo, a partir da contribuição daqueles que vivenciam este contexto em seu dia-a-dia, mais especificamente, foram entrevistadas: i) pessoas surdas ou deficientes auditivas; ii) professores de inglês; iii) e intérpretes de Libras). A proposta de criação de uma pauta política sobre o referido tema se deu a parir dos estudos sobre “práticas democráticas” desenvolvidos por Matthews (2006;2014) e, portanto, esta pesquisa-ação participativa (REASON & BRADBURY, 2001) de cunho exploratório, será desenvolvida em dois ciclos, baseados nas referidas práticas democráticas: I) Identificação do problema; II) Enquadramento para deliberação; Os dados da Fase I do projeto foram coletados a partir de entrevistas semi-estruturadas em entrevistas individuais ou no formato de grupos focais; em seguida, esses dados foram analisados à luz da Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977). Como resultados, pode-se observar uma inclinação para proposições de ações que se vinculassem à uma das seguintes áreas: 1. Formação profissional e condições de trabalho adequadas para professores e intérpretes de Libras; 2. Desenvolvimento cognitivo e cultural dos alunos surdos na escola regular; 3. Conscientização e engajamento da comunidade escolar para a inclusão de alunos com deficiência. Com base nessas três proposições, foi compilado um guia de discussão, nos moldes de Rourke (2015), que visa a incentivar escolas e outros agentes interessados no tema a deliberarem sobre a questão a fim de identificar alternativas que respondam aos anseios e necessidades locais. O guia de discussão e o questionário que o acompanha são apresentados como produtos open-source dessa pesquisa. Espera-se que os resultados destas discussões possam subsidiar a escrita de políticas inclusivas para o ensino de inglês em contextos regulares
Abstract: The ascension of Libras (Brazilian Sign Language) in 2002 as an official language on the national territory provided, among other things, greater visibility to the deaf community. In the field of education, topics such as special educational policies and specific pedagogies for teaching deaf people have gained greater prominence in research on teacher education. Theoretical background: The area of Applied Linguistics (AL), in particular the sub-area of foreign language teaching education, has increased the number of research on the (still incipient) issue of the teaching of English to deaf students in mainstreamed contexts. Although we can observe a progressive increase in research that problematizes the issue in specialized literature, the same is not true when it comes to educational linguistic policies. Without an explicit policy, the topic runs the risk of remaining neglected in the areas of initial and continuing education. In this context, this study aimed at fostering the creation and/or proposition of public policies for the teaching of English to the deaf in contexts of inclusive mainstream education, based on the contribution of those who experience this context in their daily lives, more specifically: i ) deaf or hard of hearing people; ii) English teachers; iii) and Libras interpreters. The research proposal which aimed at setting a public agenda on the referred topic was based on studies on “democratic practices” developed by Matthews (2006; 2014). This participatory action research (REASON & BRADBURY, 2001) of exploratory nature was developed in two cycles, based on the aforementioned democratic practices: I) Identification of the problem; II) Framework for deliberation; Phase I data of the project were collected from semi-structured interviews in the format of focus groups and one-on-one interviews; then, these data were analyzed in the light of Content Analysis (BARDIN, 1977). As a result, one can observe an inclination towards propositions of actions that are linked to one of the following areas: 1. Professional training and adequate working conditions for Libras interpreters and teachers of English; 2. Cognitive and cultural development of deaf students in regular schools; 3. School community awareness and engagement for the inclusion of students with disabilities. Based on these three propositions, a deliberative discussion guide was compiled, based on the framework proposed by Rourke (2015). The guide aims to encourage schools and other stakeholders to hold public forums and deliberate on the issue in order to identify alternatives that respond to local needs. The guide featuring a post-forum survey are presented as open-source products of this research. It is hoped that the results of these discussions can inform the writing of inclusive policies for the teaching of English in mainstreamed contexts
Palavras-chave: Ensino de inglês para surdos
Políticas públicas
Democracia deliberativa
English teaching for deaf students
Public policies
Deliberative democracy
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Correa, Leonardo Neves. A democracia deliberativa atando e desatando nós nas políticas educacionais: por um inglês inclusivo. 2022. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27208
Data do documento: 30-Jun-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Leonardo Neves Correa.pdf11,89 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.