REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27248
Tipo: Dissertação
Título: Violência escolar: estudo da produção acadêmica sobre a Educação (2010-2020)
Autor(es): Souza, Vanessa Pereira Dantas de
Primeiro Orientador: Sass, Odair
Resumo: A violência é um fenômeno social, resultado de um processo histórico, que se materializa na sociedade de classes de diversas formas, bem como nas instituições que compõem a estrutura social, tal qual a escola. Por meio dessa compreensão, este trabalho objetivou investigar como a violência escolar é discutida em produções acadêmicas, tendo como base o referencial da Teoria Crítica da Sociedade, sobretudo as contribuições de Adorno, Benjamin e Marcuse. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, que tem como fontes artigos científicos sobre violência escolar publicados na base SciELO, entre os anos de 2010 e 2020. Para atingir os objetivos da pesquisa, foi necessário o aprofundamento no conceito de violência e nas suas múltiplas formas de manifestação, sobretudo no ambiente escolar. Com base na análise material das fontes de pesquisa, constatou-se que a categoria violência escolar é ampla, sendo utilizada para nomear fenômenos distintos, desde xingamentos até assassinatos. Considerando esse aspecto, listaram-se os tipos de violência mais recorrentes nas produções analisadas. Além disso, identificou-se que a maioria dos trabalhos não relaciona meios e fins no emprego da violência, ou seja, a violência é analisada de modo isolado, sem se observar a finalidade do seu emprego. Por fim, a maioria dos estudos concebem a violência escolar como expressão da violência social, de modo que ela não se origina na escola, mas nela se manifesta
Abstract: Violence is a social phenomenon, the result of a historical process, which materializes in class society in different ways, as well as in the institutions that constitute the social structure, such as the school. Through this understanding, this work aimed to investigate how school violence is discussed in academic productions, based on the Critical Theory of Society, especially the contributions of Adorno, Benjamin and Marcuse. This is a bibliographic research, whose sources are scientific articles on school violence published in the SciELO database between 2010 and 2020. To meet the research objectives, it was necessary to deepen the concept of violence and its multiple forms of manifestation, especially in the school environment. According to the material analysis of the research sources, it was found that the category school violence is broad, being used to name different phenomena, from name-calling to murders. In this sense, the most recurrent types of violence in the analysed productions were listed. Furthermore, it was identified that most works do not relate means and ends in the use of violence, that is, violence is analysed in isolation, without observing the purpose of its use. Finally, the majority of studies conceive school violence as an expression of social violence, so that it does not originate in school, but manifests itself in it
Palavras-chave: Violência escolar
Violência social
Teoria Crítica da Sociedade
School violence
Social violence
Critical Theory of Society
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/27248
Data do documento: 8-Jul-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Vanessa Pereira Dantas de Souza.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.