???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3244
Tipo do documento: Dissertação
Título: Lutas e práticas de resistência dos camponeses na Era Vargas (1930-1945)
Autor: Rossetto, Neuri Domingos
Primeiro orientador: Silva, Ana Amélia da
Resumo: Este trabalho de dissertação selecionou como objeto de estudo as lutas sociais e as praticas de resistência de camponeses durante o governo Vargas (1930-1945), cujos efeitos tem sua origem e se estenderam para alem daquele período, naquilo que foi denominado de Era Vargas. A partir de um estudo sobre o cenário das transformações econômicas e políticas do período e de um mapeamento interpretativo de propostas, reivindicações e projetos, este estudo teve por foco principal o modo como a questão agrária entrou na pauta do governo Vargas e a quest30 de lutas e praticas de resistência em torno das leis e direitos pelos quais se procurava, entre outros, a extensão de direitos trabalhistas ao mundo rural. Portanto, esta dissertação aponta para um caminho inverso da perspectiva que assinala um período histórico em que prevalece a impressão de um vazio ou da invisibilidade das lutas e praticas de resistência dos camponeses na Era Vargas. O pressuposto e de que os antecedentes e o que segue no rastro desse período s30 fundamentais para a compreens30 da persistência de uma estrutura agrária injusta ate os dias de hoje, e o modo Como conflitos, lutas e reivindicações provindas das classes suba/ternas sempre foram deslocadas e deslegitimadas em seu fazer político
Abstract: The subject of my dissertation is the social struggles and practices of resistance employed by peasants during the Vargas government (1930-1945), the effects of which have their origin and extended beyond that period, which came to be known as the Vargas Era. Working from an analysis of the scenario of economic and political transformations of the period and an interpretive mapping out of proposals, demands and projects, this study takes as its principal focus the way in which the agrarian question appeared on the agenda of the Vargas government and the question of the struggles and resistance practices which took place in relation to the laws and rights by which, among other means, the extension of labour rights to the rural world was sought. Consequently this dissertation indicates an inverse path to the perspective which designates that historic period as one in which the dominant impression is of a vacuum or of the invisibility of the struggles and resistance practices of the peasants in the Vargas Era. The postulation is that the antecedents and what follows in the wake of this period are fundamental for the comprehension of the persistence of an unjust agrarian structure up until today, and for the way in which conflicts, struggles and demands coming from the subordinate classes were always dislocated and delegitimized as political actions
Palavras-chave: Lutas dos camponeses
Vargas, Getulio - 1883-1954
Movimentos sociais - História - Brasil
Brasil - História - 1930-1945
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Rossetto, Neuri Domingos. Lutas e práticas de resistência dos camponeses na Era Vargas (1930-1945). 2005. 175 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3244
Data de defesa: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Neuri Domingos Rossetto.pdf5,38 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.