???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3284
Tipo do documento: Tese
Título: Paisagens infantis: uma incursão pelas naturezas, linguagens e culturas das crianças
Título(s) alternativo(s): Children landscapes: an incursion by natures, languages and children cultures
Autor: Friedmann, Adriana 
Primeiro orientador: Rangel, Lucia Helena Vitali
Resumo: Esta tese, ancorada em conceitos da Antropologia da Infância, tem, como objeto de estudo, um conjunto de manifestações multiculturais de crianças e grupos infantis, pertencentes a diferentes faixas etárias, contextos socioeconômicos e culturais, expressas dentro do território brasileiro. A seleção primou pela diversidade de suas expressões: imagens pictóricas, episódios lúdicos espontâneos, produções plásticas, dizeres, relatos, imaginações e outras formas. A coleta foi possibilitada por material obtido em diferentes fontes: duas pesquisas desenvolvidas junto a crianças por um Jornal do estado de São Paulo, de grande alcance; um documentário sobre brincadeiras e jogos realizados em diversos contextos culturais e projeto de incentivo à expressão infantil pela arte, desenvolvido em instituições de educação formal e não formal. As referências teóricas que alicerçaram as concepções de infância e sua multiculturalidade foram dadas por Cohn, Sarmento, Qvortrup, Corsaro, Hardman, entre os mais significativos. A análise das produções, constituiu-se em uma incursão reflexiva e sensível aos universos expressivos e labirínticos das crianças, possibilitada pela concepção de que as diferentes manifestações infantis podem romper estruturas rígidas e alçar vôos, permitindo-lhes a criação de cultura, e de que expressam aspectos sutis das identidades envolvidas. Para este fim, o trabalho adentrou áreas da antropologia, filosofia, psicologia, arte e educação dialogando com diversas fontes teóricas, entre elas Morin, Deleuze, Durand, Bachelard, Jung, Ariel, Bauman, Ostrower. A leitura realizada pautou-se pela idéia de circularidade entre produção de conhecimento e sensibilidade, entre teóricos, filósofos, artistas e crianças, entre observador e público observado, considerados na totalidade de suas existências. O objetivo do trabalho foi experimentar e propor leituras circulares nos caminhos de observação, escuta e leitura dos universos infantis, na busca de uma compreensão mais apropriada das linguagens e expressões verbais e não verbais das crianças e de suas infâncias, vividas em condições da pós-modernidade. Neste sentido, este trabalho buscou atiçar o diálogo entre a antropologia e a educação, apontando a necessidade de imersão no universo infantil, na alfabetização lúdica dos educadores e seu permanente auto-desenvolvimento, a fim de que se possam ressignificar propostas educacionais a partir das crianças, vistas em seus contextos. Esta tese, ao defender a importância de se dar voz às crianças, ouvi-las e compreendê-las, nas expressões de seu universo e de suas culturas, enfatiza o papel fundamental conferido aos educadores e prega a necessidade de mais pesquisas sobre esta temática
Abstract: This thesis, anchored in concepts of the Anthropology of Childhood, has as its object of study, a series of children multicultural events and children's groups, belonging to different ages, socioeconomic and cultural contexts, expressed within the Brazilian territory. The selection excelled for the diversity of its expressions, pictorial images, playful spontaneous episodes, plastic productions, sayings, stories, imagination and other forms. The collection was made possible by material obtained from different sources: two surveys carried out among children in a Journal of São Paulo; a documentary about games in different cultural contexts; a project to encourage children's expression through art developed in educational and non-formal institutions. The theoretical references that based conceptions of childhood and multiculturalism have been given by Cohn, Sarmento, Qvortrup, Corsaro, Hardman, among the most significant. The analysis of the productions, was a reflective and sensitive incursion into expressive and intricate children worlds , enabled by the concept that different events can disrupt children's rigid structures and soar higher, allowing them to create culture, and that express subtle aspects of the identities involved. To this end, the work entered the fields of anthropology, philosophy, psychology, art and education and dialogue with various theoretical sources, including Morin, Deleuze, Durand, Bachelard, Jung, Ariel, Bauman, Ostrower. The reading done was guided by the idea of circularity between knowledge production and sensitivity among theorists, philosophers, artists and children, between observer and observed public, considered in the totality of their existence. The objective was to try and propose readings in circular paths of observation, listening and reading of children's worlds, in search of a better understanding of appropriate language and verbal and nonverbal expressions of children and their childhood, lived in conditions of post- modernity. In this sense, this study aimed to revive the dialogue between anthropology and education, pointing to the need for immersion in children´s universe, in educator s ludic literacy and their constant self-development, so that they can reframe the educational proposals from children, seen in their contexts. This thesis, by defending the importance of giving children a voice, hear them and understand them in terms of their universe and their cultures, emphasizes the key role given to educators and preaches the need for more research on this topic
Palavras-chave: Crianças
Infância
Culturas infantis
Expressões não verbais
Brincar
Linguagens
Fenômeno lúdico
Children
Childhood
Child cultures
Nonverbal expressions
Play
Languages
Ludic phenomenon
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Friedmann, Adriana. Children landscapes: an incursion by natures, languages and children cultures. 2011. 254 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3284
Data de defesa: 13-Apr-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana Friedmann.pdf7,29 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.