REPOSITORIO PUCSP Monografias Lato Sensu (Especialização e MBA) Monografias Lato Sensu (em Processamento)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/33485
Tipo: Monografia de Especialização
Título: Acompanhante terapêutico na educação infantil: um relato de experiência
Autor(es): Silva, Bruna Maranholi Batista
Primeiro Orientador: Raiça, Darcy
Resumo: O acompanhamento terapêutico é recente e vem sendo utilizando em diversos espaços, como no espaço social, por pacientes com fobia social, síndrome do pânico, pacientes acometidos por quadros psiquiátricos entre outros. Mas o local onde tem crescido a demanda pelo profissional que faça o acompanhamento terapêutico é nas escolas, acompanhando alunos com deficiência intelectual ou síndromes. Devido a esta crescente demanda o presente trabalho, tem como objetivo relatar a prática de um Acompanhante Terapêutico no ambiente escolar. Quais são suas possibilidades nesse espaço, como pode intervir junto ao aluno, ao ambiente, a coordenação e professores. Qual seu papel e limites de atuação. O acompanhante terapêutico pode ser psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e pedagogo. Este profissional na escola acompanha o aluno para auxilia-lo no seu cotidiano escolar, como nas atividades pedagógicas e também em sua socialização. Na maioria dos casos a escola é quem solicita à família que haja um Acompanhante Terapêutico para o aluno, sendo obrigação dá família procurar e pagar pelo serviço deste profissional. São poucas as escolas que possuem um Acompanhante Terapêutico em seu quadro de funcionários, algumas oferecem também estagiárias de pedagogia para auxiliar exclusivamente o aluno que necessita de uma atenção maior. Mas de modo geral tem sido cada vez mais comum a presença de Acompanhante Terapêutico nas escolas e há muitas que fazem a exigência deste para a inclusão de alunos com algum tipo de deficiência, atraso ou síndrome. A literatura sobre o Acompanhante Terapêutico e suas possibilidades de atuação ainda são escassas. Está prática ainda é pouco difundida e conhecida
Abstract: Therapeutic monitoring is recent and has been using in many places such as in the social space, for patients with social phobia, panic disorder, patients suffering from psychiatric disorders among others. But where has increased the demand for professionals who do the therapeutic monitoring is in schools, tracking students with intellectual disabilities or syndromes. Due to this growing demand the present study aims to report the commission of a Monitor Therapy at school environment. What are your chances in this space, as it can interfere with the student, the environment, coordination and teachers. What is your role and limits of performance. The therapeutic monitor can be a psychologist, speech therapist, occupational therapist and educator. This professional accompanies the student at school to assist their in your everyday school, as in educational activities and in their socialization. In most cases the school is the one who asks the family that can be necessary a therapeutic monitoring to the student being required to seek and give family pay for this professional service. There are few schools that have a therapeutic monitoring in its workforce, some also offer interns pedagogy to uniquely help students who need more attention. But in general has been increasingly common to have therapeutic monitoring schools and there are many who make this a requirement for the inclusion of students with a disability, delay or syndrome. Literature on the Therapeutic Companion and their possibilities of action are scarce. This practice is not yet widespread and known.
Palavras-chave: Inclusão
Acompanhante terapêutico
Atraso global do desenvolvimento
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: Especialização em Educação Inclusiva e Deficiência Intelectual
Citação: Silva, Bruna Maranholi Batista. Acompanhante terapêutico na educação infantil: um relato de experiência. 2015. Monografia de Especialização (Especialização em Educação Inclusiva e Deficiência Intelectual) - Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/33485
Data do documento: 10-Fev-2015
Aparece nas coleções:Monografias Lato Sensu (em Processamento)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BRUNA MARANHOLI BATISTA SILVA.pdf404,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.