???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3577
Tipo do documento: Tese
Título: "Seja homem": produção de masculinidades em contexto patriarcal
Autor: Pereira, Francineide Pires 
Primeiro orientador: Saffioti, Heleieth Iara Bongiovani
Resumo: O trabalho procura aprofundar a compreensão dos mecanismos sociais de construção e persistência da dominação-exploração masculina, em unidade com classe e raça/etnia. Enfrenta a discussão sobre a natureza das relações de gênero nas condições atuais, procurando não incorrer na abordagem de um homem abstrato , que termina por atender aos interesses de um homem branco, de classe média ou proprietário. Para tanto, realiza uma abordagem teórico-metodológica, que leva em conta a diversidade das clivagens particulares produzidas em face deste processo, pela escolha dos sujeitos componentes da pesquisa. Baseia-se, então, na história de vida de oito (08) pessoas do gênero masculino, sendo que seis (06) são heterossexuais diferenciados por condição social (proprietários, segmentos médios e operários) e raça/etnia (brancos e negros) , e dois deles são homossexuais, um branco e um negro. Todos vivem em Teresina, capital do Estado do Piauí, Brasil. O recurso da história de vida permitiu a apreensão dos acontecimentos em processo, das práticas em situação, numa perspectiva etnossociológica, categorias explicitadas no trabalho. Tinha como pergunta de pesquisa: se (e quais) categorias de homens, em tendo suas subjetividades constituídas socialmente, como resultado de pressões diversas, promoveram mudanças em suas vidas e até que ponto as mudanças porventura ocorridas tinham o sentido de busca de relações superadoras? Assim, foi possível observar as contradições surgidas na história de vida destes homens, face às diversas formas de contestação da dominação masculina, nos movimentos feministas e no movimento de homossexuais, bissexuais e transgêneros. Pôde-se observar as hierarquias e lutas entre categorias de homens, a fim de se situarem em meio a este universo e construírem, reproduzirem e transitarem entre os espaços público e privado, como que sujeitos múltiplos e contraditórios. É assim que se explica o fato de existirem o esforço para que parcela das mulheres sejam cingidas ao espaço privado, realizando o trabalho doméstico e de cuidado com os filhos e para que uma outra parcela prostitutas, amantes, mulheres independentes etc. , fique no espaço público e não reivindique direitos ante aos homens heterossexuais, no que respeita ao espaço privado. Os homossexuais, somente por serem-no, já põem em questão este modelo vêem suas vidas determinadas pela misoginia decorrente deste questionamento. Dentre os resultados obtidos está também o de que a maioria das mudanças observadas tem o sentido da adaptação às novas condições sociais postas pelos novos espaços-tempo apropriados pelas mulheres e pelos homossexuais. Também em relação a estes últimos, pôde-se verificar que, não necessariamente se constituem como superação do modelo predominante de relações de gênero. Trata-se, então, de uma modernização que, em que pese sua importância, não põe em relevo a necessidade de superação da exploração-dominação.
Abstract: This study aims at gong deep into the understanding of the social mechanisms of construction and persistence of the male domination-exploitation, in unison with social class, race and ethnics. It opens the discussion on the nature of the relations of genders in current conditions, trying not to incur in an approach of an abstract man, who ends up meeting the interests of middle-class, proprietor white men. To this aim, it carries out a theoretical-methodological approach which takes into consideration the diversities of particular cleavages, produced as a result of this process, by the selection of the subjects composing this research. It is based upon the life-stories of eight male persons, being six of them heterosexual, differentiated by social conditions (proprietors, medium segments, laborers, and white and black) and two of them homosexual, one white and one black, all of them living in Teresina, the capital of Piauí, Brazil. Utilizing life-story enabled the learning of the happening under process, of practices of situations in etno-sociological perspectives, categories which have been made explicit along the study. The following was the research questioning: if (and which) categories of men, in having their subjectivity socially constituted as a result of external pressures, promoted changes in their lives and to what extent the change which may have occurred had as purpose the search of overcoming relations? Thus, it was possible to notice the contradictions along the life-stories of these men, in view of the various forms of contesting male domination, in feminist movements and in homosexual, bi-sexual and trans-sexual movements. It was possible to notice the hierarchy and fight among the diverse categories of men seeking to settle in this universe and construct, reproduce and move along public and private spaces, as multiple and contradictory subjects. This explains the fact of stressing the effort to have a parcel of the women restricted to the private space, doing house-hold chores and taking care of children and another parcel prostitutes, lovers, independent women etc stay in the public space and do not claim rights from heterosexual men, regarding private space. Homosexuals, solely for being what they are, make objections to his model and see their lives determined by the misogyny arising from this opposition. Among the results obtained there is also the one revealing that the changes observed have the purpose of adapting to the new social conditions put by the new space-time appropriated by women and homosexuals. Also in relation to the latter, one may observe that it is not necessarily an overcoming of the prevalent model of relations of sexes. It is, then, a modernization that, for its importance, does not stress the need of overcoming domination-exploitation.
Palavras-chave: Gênero masculino
História de vida
Masculinidade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Pereira, Francineide Pires. "Seja homem": produção de masculinidades em contexto patriarcal. 2005. 276 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3577
Data de defesa: 29-Nov-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Francineide Pires Pereira.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.